11.DST sf

11.DST sf


DisciplinaClínica Médico-cirúrgica I68 materiais1.083 seguidores
Pré-visualização1 página
*
*
*
Universidade Federal de Santa Maria
Curso de Medicina 
Andre Costa Beber
2010
DST
*
*
*
Sífilis
Cancro Mole
Linfogranuloma Venéreo
Donovanose
Gonorréia
Herpes simples
Condilomas acuminados
*
*
*
Sífilis
Treponema pallidum
Adquirida
Recente \u2192 até 1 ano
1ária
2ária
Tardia
Congênita
Recente
Tardia
*
*
*
Sífilis
1ária
Cancro duro ou protossífiloma
1 \u2013 2 semanas (semana até 40 dias)
+ 1 \u2013 2 semanas adenite satélite
Cancro desaparece em +- 4 semanas
*
*
*
Sífilis
2ária
4 \u2013 8 semanas após o surgimento do cancro
Exantema morbiliforme
Lesões papulosas palmo plantares
Placas mucosas
Poliadenopatia
Alopecia em clareiras
Condilomas planos
*
*
*
Sífilis
Até 1 ano
Sífilis recente latente
Após 1 ano = Sífilis 3ária
Sífilis tardia
*
*
*
Sífilis
Sífilis cutânea tardia
Nódulos \u2192 Necrose central \u2192 goma \u2192 úlcera
Sífilis óssea
Osteíte gomosa
Sífilis cardiovascular
Insf. Aórtica / aneurisma / estenose orificial das coronárias
*
*
*
Sífilis
Neurossífilis
Recente: cefaléia / rigidez de nuca / alt. do LCR / paralisia de nervos cranianos
Tardia: Tabes dorsalis
Perturbações da marcha
Alterações dos reflexos
Sinal de Romberg
Sinal da pupila de Argyll \u2013 Robertson
Mal perfurante plantar
*
*
*
Sífilis
Exames laboratoriais
Pesquisa em campo escuro
2 \u2013 4 semanas testes treponêmicos
Após 4 semanas não treponêmicos
*
*
*
Sífilis Congênita
Até 1 ano = SC Recente
Depois de 1 ano = SC Tardia
*
*
*
Sífilis Congênita Recente
Placas mucosas
Lesões palmo plantares
Fissuras radiadas periorificiais
Condilomas planos
Hepatomegalia
Osteocondrite = paralisia
Periostite
*
*
*
Sífilis Congênita Tardia
Tríade de Hutchinson
Ceratite parenquimatosa
Surdez neurológica
Dentes de Hutchinson
Ranhuras de Parrot
Tíbia em lâmina de Sabre
Nariz em sela + fronte olímpica
Tabes dorsalis
Paralisia geral
*
*
*
Diagnóstico
1ária:
Campo escuro
TT a partir da 3a semana
2ária:
Clínica + TT + TNT + LCR
3ária:
Clínica + TT + TNT + AP + PCR + LCR
*
*
*
Tratamento
1ária:
Penicilina G benzatina 2.400.000U IM
2ária:
Penicilina G benzatina 2.400.000U IM a cada semana por 2 semanas = 4.800.000U
3ária:
Penicilina G benzatina 2.400.000U IM a cada semana por 3 semanas = 7.200.000U
*
*
*
Tratamento
Neurossífilis
Penicilina G benzatina 2.400.000U IM a cada semana por 3 semanas = 7.200.000U
+
Pen G cristalina 3 \u2013 4.000.000U EV 4/4H por 10 \u2013 14 dias
ou
Pen G procaína 2.400.000U IM 1x/d + probenecida 500mg VO 6/6h por 10 \u2013 14d
*
*
*
Alergia à penicilina
Doxiciclina 100mg 12/12h por 15 dias
ou
Eritromicina 500mg 6/6h por 15 dias
ou
Tetraciclina 500mg 6/6h por 15 dias
*
*
*
Alergia à Penicilina na Gestação
Estearato de eritromicina
Fetos considerados inadequadamente tratados
*
*
*
Sífilis e HIV
TTO = neurossífilis
*
*
*
Reação de Jarisch \u2013 Herxheimer
Tto dos parceiros
Seguimento 6/6 meses por 2 anos
Tuskegee
*
*
*
Tuskegee
O Estudo da Sífilis Não-Tratada de Tuskegee foi um ensaio clínico levado a cabo pelo Serviço Público de Saúde dos Estados Unidos (SPS) em Tuskegee, Alabama entre 1932 e 1972, no qual 399 sifilíticos afro-americanos pobres e analfabetos, e mais 201 indivíduos saudáveis para comparação, foram usados como cobaias na observação da progressão natural da sífilis sem medicamentos.
*
*
*
Tuskegee
Os doentes envolvidos não foram informados do seu diagnóstico nem deram consentimento informado, tendo-lhes sido dito que tinham "sangue ruim" e que se participassem receberiam tratamento médico gratuito, transporte para a clínica, refeições e a cobertura das despesas de funeral.
*
*
*
Tuskegee
N = 400
25 morreram de sífilis
100 morreram complicações relacionadas à sífilis
40 esposas sífilis
19 sífilis congênitas
*
*
*
Tuskegee
A denúncia do caso à imprensa por um membro da equipa ditou o fim do estudo. Como repercussão deste caso, vários institutos de ética médica e humana foram criados. Foram, também, criados programas governamentais e atribuídas indenizações para os descendentes e alguns sobreviventes da experiência.
*
*
*
Cancróide
Haemophilus ducreyi
H1 : 10 \u2013 20M
Não circuncidados
Crack / álcool
Mulher reservatório assintomático
Incubação de 3 \u2013 10 dias
*
*
*
Cancróide
Pápula \u2192 pústula \u2192 erosão \u2192 úlcera
Múltiplas, dolorosas
Cicatrização após várias semanas
Adenite em até 40% dos casos
Cancro de Rollet 12 \u2013 15% dos casos
*
*
*
Cancróide
Diagnóstico
Bacterioscopia = bacilos Gram negativos em cadeias paralelas
CDC
1 ou + úlceras genitais dolorosas
Exclusão de T. pallidum (campo escuro ou sorologia)
Aspecto clínico / adenite regional
Exclusão do HSV
*
*
*
Cancróide
Tratamento
Azitromicina 1g VO DU
Ceftriaxone 250mg IM DU
*
*
*
Donovanose
Calymatobacterium granulomatis
Incubação 3 \u2013 80 dias
DST?
*
*
*
Donovanose
Formas clínicas
Úlcero vegetante
Hipertrófica verrucosa
Necrótica
Esclerosante / cicatricial
*
*
*
Donovanose
Diagnóstico
células mononucleares contendo corpos de inclusão = corpúsculos de Donovan na biopsia ou esfregaço corado pelo Giemsa
*
*
*
Donovanose
Tratamento
 3 semanas ou até cura clínica:
Doxiciclina 100mg VO 12/12h
SMZ + TMP 800/160mg VO 12/12h
Eritromicina (estearato) 500mg VO 6/6h
*
*
*
Linfogranuloma Venéreo (LGV)
Chlamidia trachomatis \u2013 LGV
Incubação 3 \u2013 30 dias
Pápula + uretrite
Bubão
Síndrome genitoanorretal
Proctocolite, abcessos perirretais, fístulas anais, retovaginais, estenose retal
Elefantíase da genitália externa e linforróidas
*
*
*
Linfogranuloma Venéreo (LGV)
Tratamento
Doxiciclina 100mg VO 12/12h/21d
Punção do bubão (não drenagem cirúrgica)
HIV = mesmo tratamento
Tratar parceiros
Gestantes = estearato de eritromicina
Cirurgia
*
*
*
Herpes Simples Genital
Vírus do herpes simples (HSV)
Tipo 1 (HSV-1)
Tipo 2 (HSV-2)
25% população adulta Ac HSV-2
*
*
*
Herpes Simples Genital
Pródomos de ardência / prurido / dor
Pápulas \u2192 vesículas \u2192 erosão \u2192 úlcera
Distribuíção em cachos
*
*
*
Herpes Simples Genital
Infecção primária
Assintomática
Sintomática \u2013 duração de 3 semanas
Herpes genital recorrente
Duração de 7 dias
*
*
*
Herpes Simples Genital
Diagnóstico
Clínico
Tzank
*
*
*
Herpes Simples Genital
Tratamento
Aciclovir
Primo infecção: 200mg 7 \u2013 11 \u2013 15 \u2013 19 \u2013 23h por 7 \u2013 10 dias
Recorrência: 200mg 7 \u2013 11 \u2013 15 \u2013 19 \u2013 23h por 5 dias
TTO supressivo 400mg 2x/d
*
*
*
Herpes Simples Genital
Tratamento
Valaciclovir
Primo infecção: 1000mg 2x/d por 7 \u2013 10 dias
Recorrência: 1000mg 1x/d por 5 dias
TTO supressivo 500 - 1000mg 2x/d
*
*
*
Herpes Simples Genital
Tratamento
Famciclovir
Primo infecção: 250mg 3x/d por 7 \u2013 10 dias
Recorrência: 125mg 2x/d por 5 dias
TTO supressivo 250mg 2x/d
*
*
*
*
*
*
*
*
*
Aconselhar
Oferecer anti-HIV, VDRL, sorologias para HBV e HCV
Vacinar para Hepatite B
Adesão ao tto
Notificar
Convocar / ttar parceiros
Agendar retorno
*
*
*
Uretrites
Secreção uretral mucopurulenta, disúria e ou prurido
+ 5 piócitos por campo na secreção uretral corda pelo Gram
*
*
*
Uretrites
Uretrites Gonocócicas
Neisseria gonorrhoeae
Uretrites não gonocócicas
Chlamydia trachomatis
Mucosas = urogenital, reto, orofaringe e conjuntivas
*
*
*
Manifestações clínicas
*
*
*
Manifestações clínicas
Uretrite
Mais intensa quando por NG
Homens
Epididimite
Mulheres
Bartholinite, cervicite, salpingite
*
*
*
Manifestações clínicas
Ambos
Proctite, conjuntivite
NG \u2192 Infecção gonocócica disseminada
CT \u2192 Artrite reativa, Síndrome de Reiter
*
*
*
Diagnóstico
Exame direto / Gram
Visualizar NG
PCR
*
*
*
*
*
*
*
*
*
Aconselhar
Oferecer anti-HIV, VDRL, sorologias para HBV e HCV
Vacinar para Hepatite B
Adesão ao tto
Notificar
Convocar / ttar parceiros
Agendar retorno
*
*
*
5 \u201cC\u201d
Contato = tratar
Continuar tto até o final
Camisinha
Council = aconselhar DST / AIDS
Contracepção
*
*
*
Verrugas Genitais
HPV = Human papillomavirus
Condiloma acuminado
HPV 6, 11
NIC
HPV 16 , 18
*
*
*
Tratamento
Podofilina
Podofilotoxina
Imiquimod
Crioterapia
Laser CO2 ou Nd-Yag
ATA
*
*
*
Tratamento
Eletrocirurgia / cirurgia
5-fluorouracil
Interferon