Aula_1_Contas_Nacionais

Disciplina:Contabilidade Social e Balanço de Pagamentos119 materiais1.348 seguidores
Pré-visualização3 páginas
economia fechada:
A = Y
Em uma economia aberta, A pode ser diferente de Y
Exportação e importação de bens e serviços

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas
*
 Macroeconomia I
 André Luis Squarize Chagas.

Despesa (Z)
Considera os possíveis destinos do produto
Absorção interna (A) mais o saldo das exportações sobre as importações de bens e serviços.
Z = C + I + G + (X – M)
X: exportações de bens e serviços
M: importações de bens e serviços

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas
*

Exemplo
 Economia hipotética H, fechada (não realiza transação com o exterior) e sem governo
  existem quatro setores, cada um com uma empresa:
	- produção de sementes (setor 1)
	- produção de trigo (setor 2)
	- produção de farinha de trigo (setor 3)
	- produção de pão (setor 4)
Despesa (Z)

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas
*

 Exemplo
Situação 1
 - Empresa do setor 1 produziu sementes no valor de $ 500 e vendeu-as para o setor 2
 - Empresa do setor 2 produziu trigo no valor de $1500 e vendeu-o para o setor 3
 - Empresa do setor 3 produziu farinha de trigo no valor de $2100 e vendeu-a para o setor 4
 - Empresa do setor 4 produziu pães no valor de $2520 e vendeu-os aos consumidores.
Despesa (Z)

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas
*

 Exemplo
Produto da economia H na situação 1
 - sementes no valor de $ 500
 - trigo no valor de $1500
 - farinha de trigo no valor de $2100
 - pães no valor de $2520

	Valor total da produção: $6620
Despesa (Z)

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas
*

Entretanto, para se chegar ao valor do produto da economia, ou produto agregado, é preciso deduzir do valor bruto da produção o valor do consumo intermediário (ou consumo de insumos utilizados na produção).

 A forma mais fácil e prática de se chegar ao valor do produto da economia é considerar apenas o valor dos bens finais, ou seja, neste caso apenas o valor dos pães, supondo que todos os demais produtos foram utilizados integralmente como insumos para a produção destes.
Despesa (Z)

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas
*

 Todo bem que, por sua natureza, é final deve ter seu valor considerado no cálculo do valor do produto, mas nem todo bem cujo valor entra no cálculo do produto é um bem final por natureza.

A ótica da despesa ou ótica do dispêndio avalia o produto de uma economia considerando a soma dos valores de todos os bens e serviços produzidos no período que não foram destruídos (ou absorvidos como insumos) na produção de outros bens e serviços.
Despesa (Z)

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas
*

Logo,

		Produto ΞDispêndio

 Pela ótica do produto, a avaliação do produto total da economia consiste na consideração do valor efetivamente adicionado pelo processo de produção em cada unidade produtiva.
Produto = Despesa

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas
*
 Macroeconomia I
 André Luis Squarize Chagas.

Renda (R)
Conceito: renda é remuneração de fator de produção
Fatores de produção
Terra
Capital
Trabalho
Tipos de Renda
Salários (renda do trabalho)
Juros (renda do capital financeiro)
Aluguel (renda do capital físico)
Renda de arrendamentos (renda da terra)
Lucros (renda do capital dos acionistas)
Para evitar dupla contagem, considera-se apenas juros e aluguéis pagos a pessoas físicas

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas
*

 a produção do que quer que seja demanda, além da matéria-prima e de outros insumos, o consumo de fatores de produção.

 No exemplo, consideremos a existência de apenas dois fatores de produção: trabalho e capital. É entre capital e trabalho que deve ser repartido o produto gerado pela economia.
	
Renda (R)

 Assim, num dado período de tempo, as remunerações de ambos os fatores conjuntamente consideradas devem igualar, em valor, o produto obtido pela economia nesse mesmo período.

 As remunerações pagas constituem o que chamamos de renda.

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas
*

 Pela ótica da renda, podemos avaliar o produto gerado pela economia num determinado período de tempo, considerando o montante total das remunerações pagas a todos os fatores de produção nesse período.
Produto = Despesa = Renda

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas
*
 Macroeconomia I
 André Luis Squarize Chagas.

Despesas
Receitas
Renda

= Fluxo de insumos

e produtos

= Fluxo de moeda

Figura 1 Diagrama Fluxo Circular da Renda
Fundamentos Econômicos – Professor André Luis Squarize Chagas
Podemos calcular o PIB dessa economia de três formas
3) ... Ou. ainda. somando o que as firmas produzem…
= PIB
… 2) Somando o que o foi gasto no consumo…
= PIB
1) Somando o que foi pago como Renda na forma de salários. aluguéis. juros ou lucros…
= PIB
= PIB

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas
*
 Macroeconomia I
 André Luis Squarize Chagas.

Produto, renda, despesa
Portanto, a identidade Y = Z...
Resulta das possíveis destinações do produto
... e a identidade Y = R
Resulta do fato que a adição de valor em cada etapa do processo produtivo corresponde, exatamente, à remuneração de fatores de produto

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas
*
 Macroeconomia I
 André Luis Squarize Chagas.

Poupança (S)
Poupança = renda não consumida

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas
*
 Macroeconomia I
 André Luis Squarize Chagas.

Identidade Macroeconômica
Poupança = Investimento

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas
*
 Macroeconomia I
 André Luis Squarize Chagas.

Poupança, investimento
Em uma economia fechada sem governo
I = S
I = Y – C
	Y = C + I
	o que é verdade em uma economia fechada e sem governo

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas
*
 Macroeconomia I
 André Luis Squarize Chagas.

Poupança, investimento
Em uma economia fechada com governo
Defina
T: receita do Governo com tributos
T – G: superávit fiscal ou poupança pública (Sg)
Y – T: renda disponível após a tributação
Y – T – C: poupança privada (Sp)
S = Sg + Sp

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas
*
 Macroeconomia I
 André Luis Squarize Chagas.

Poupança, investimento
Em uma economia fechada com governo
Então:
I = S
I = Sp + Sg
I = Y – T – C + T – G
I = Y – C – G
	Y = C + G + I
	o que é verdade em uma economia fechada e com governo

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas
*
 Macroeconomia I
 André Luis Squarize Chagas.

Poupança, investimento
Economia aberta com governo
Defina
Cd = consumo das famílias em bens domésticos
C* = consumo das famílias em bens importados
	C = Cd + C*
Gd = consumo do Governo em bens domésticos
G* = consumo do Governo em bens importados
	G = Gd + G*
Id = bens domésticos utilizados como Investimento
I* = bens importados utilizados como Investimento
	I = Id + I*
Absorção (A) = C + I + G
Produção (Y) = Cd + Id + Gd + X

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas
*
 Macroeconomia I
 André Luis Squarize Chagas.

Poupança, investimento
Economia aberta com governo
Poupança externa (SX): excesso da absorção sobre a produção
	SX = A 		– Y
	SX = C + I + G 		– Y
	SX = Cd + C* + Id + I* + Gd + G* – Y
	SX = Cd + Id + Gd + C* + I* + G* – (Cd + Id + Gd + X)
	SX = C* + I* + G* – X
	SX = M – X

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas
*
 Macroeconomia I
 André Luis Squarize Chagas.

Poupança, investimento
Economia aberta com governo
Portanto, poupança externa é o saldo de transações correntes com sinal trocado
TC = X – M; SX = M – X => SX = - TC
Poupança
S = Sp + Sg + SX

Fundamentos Econômicos
Professor André Luis Squarize Chagas