Apostila UNIJUÍ -Métodos estaísticos e a administração
164 pág.

Apostila UNIJUÍ -Métodos estaísticos e a administração


DisciplinaEstatística Aplicada8.951 materiais79.997 seguidores
Pré-visualização35 páginas
Pequeno I Pequeno II
Fonte: IBGE.
EaD
49
MÉtodos estatísticos e a adMinistração
Comentário: A análise dessa visão bidimensional corrobora com a opinião emitida no gráfico 
anterior. Os municípios que não têm agência financeira são 63,6% dos de pequeno porte I 
e os que possuem 2 ou mais agências são 66,8% dos municípios de pequeno porte II. Desta 
forma podemos verificar que existe uma associação entre a presença de agências financeiras 
e o porte do município na Microrregião de Três Passos.
HistograMa de FreQUÊncias
gráfico 6: arrecadação do itr imposto territorial rural pormunicípio na Microrregião de três Passos \u2013 rs/2007
Gráfico 6: Arrecadação do ITR - Imposto Territorial Rural por 
município na Microrregião de Três Passos - RS/2007.
0
31,58
21,05
31,58
10,53
0
5
10
15
20
25
30
35
0 2.000 4.000 6.000 8.000 10.000
ITR (R$)
%
Fonte: IBGEFonte: IBGE.
Comentário: Entendemos que a Microrregião de Três Passos tem uma tradição de pequenas 
propriedades rurais e produção de alimentos com mão de obra familiar. As duas faixas de ar-
recadação que concentram os municípios incluem aqueles que arrecadam ITR < R$ 2.000,00 
(31,58%) e ITR no intervalo de 4 a 6 mil reais também com 31,58% dos municípios. No geral, 
85% das localidades arrecadam menos de R$ 6.000,00.
Nesses exemplos foi possível comprovar que visualizar as informações das tabelas por 
meio de gráficos torna a informação muito mais dinâmica e rápida, porém tem suas limitações 
em termos de detalhes. Vejamos agora como aplicar estes conhecimentos. Seguem-se alguns 
bancos de dados que precisam ser trabalhados conforme o conhecimento exemplificado até ago-
ra: tabelas simples uni e bivariadas, gráficos, comentários. Agilize-se e mostre o que aprendeu, 
aproveitando para refazer os exemplos ampliando seu conhecimento.
seção 2.5 
aplicações
Para desenvolver habilidades na aplicação dos conceitos e tratamentos apresentados ante-
riormente, solicitamos que aplique o tratamento adequado nos seguintes bancos de dados:
EaD
ruth Marilda Fricke \u2013 iara denise endruweit Battisti \u2013 antonio Édson corrente
50
1) Banco de dados número 2 apresenta algumas variáveis sociais da Mesorregião Centro Oci-
dental Rio-Grandense por município, fornecidas pelo IBGE, com classificações que foram 
pesquisadas em artigos publicados na Internet para serem aqui atribuídas. Como vimos, o RS 
é constituído de sete mesorregiões. A Centro-Ocidental abrange três microrregiões (Santiago, 
Restinga Seca e Santa Maria) e 31 municípios. A abordagem pretendida com este tratamento 
estatístico visa a construir um panorama referencial de informações que dizem do exercício 
da democracia e cidadania por meio de Indicadores Sociais. Aproveite e complete os espaços 
pontilhados: 
Quadro 10: informações sobre variáveis e categorias 456
N: Nº de ordem dos registros
Município: Variável ............................ pois seus valores são ................................................................................;
X1: Índice de Pobreza, Variável...............................................................................................................................;
X2: Classificação do Índice de Pobreza, Variável aleatória ..................................................................................., 
sendo 1) Baixa proporção (<15%); 2) Média Proporção (15 a 29%); 3) Alta proporção (\u2265 30%)4
X3: Índice de Pobreza Subjetiva, V. A. ....................................................................................................................
X4: Classificação da Pobreza Subjetiva , V. A. ........................................................................................................
X5: Índice de Gini, Indicador de distribuição de renda, V. A. ...............................................................................
X6: Classificação do IG V. A. ........................... (0 a 8, (0-Igualdade e 8-Desigualdade), 0 -< 25; 1\u2013 25 a 29,9; 
2\u2013 30 a 34,9; 3\u2013 35 a 39,9; 4-40 a 44,9; 5\u2013 45 a 49,9; 6\u2013 50 a 54,9; 7-55 a 59,9; 8\u2013 60 e mais5
X7: Residentes, V. A. ................................................................................................................................................
X8: Porte do município V. A, ...................................; ( 1: Pequeno I \u2013 até 20 mil hab.; 2: Pequeno II \u2013 20001 a 
50000; 3: Médio \u2013 50001 a 100000; 4: Grande \u2013 100001 a 900000; 5: Metrópole \u2013 > 900 000.6
Fonte: Elaboração da autora.
4	www.pnud.org.br/hdr/hdr97/rdh7-1.htm
5	Coeficiente	de	Gini,	Origem:	Wikipédia,	a	enciclopédia	livre.
6	 portalsocial.sedsdh.pe.gov.br/.../Gloss%E1rio%20tabela%20dos%20munic%EDpios.pdf
EaD
51
MÉtodos estatísticos e a adMinistração
Quadro 11: Banco de dados nº 2: variáveis sociais da Mesorregião centro ocidental rio-grandense por município
N Mun Pobreza Cls_pobr Pobresubj Cls_pobsubj Igini Cls_IG Residentes Porte
1 Agudo 17,35 2 13,55 1 0,41 4 16.714 1
2 Cacequi 34,21 3 27,6 2 0,41 4 13.629 1
3 Capão do Cipó 999 999 999 999 999 999 3.180 1
4 Dilermando de Aguiar 20,31 2 15,93 2 0,35 3 3.129 1
5 Dona Francisca 23,21 2 18,16 2 0,42 4 3.572 1
6 Faxinal do Soturno 21,99 2 17,05 2 0,43 4 6.343 1
7 Formigueiro 20,37 2 15,75 2 0,39 3 7.116 1
8 Itaara 29,94 2 23,4 2 0,39 3 4.633 1
9 Itacurubi 25,67 2 20,48 2 0,38 3 3.568 1
10 Ivorá 15,96 2 11,64 1 0,36 3 2.378 1
11 Jaguari 19,72 2 14,94 1 0,39 3 11.626 1
12 Jarí 20,12 2 15,9 2 0,35 3 3.692 1
13 Júlio de Castilhos 30,37 3 23,89 2 0,39 3 19.541 1
14 Mata 22,12 2 16,96 2 0,37 3 5.291 1
15 Nova Esperança do Sul 28,63 2 21,25 2 0,36 3 4.775 1
16 Nova Palma 17,49 2 12,93 1 0,37 3 6.432 1
17 Pinhal Grande 22,83 2 16,9 2 0,37 3 4.496 1
18 Quevedos 22,66 2 17,95 2 0,37 3 2.732 1
19 Restinga Seca 21,02 2 16,77 2 0,4 4 15.595 1
20 Santa Maria 25,26 2 18,98 2 0,44 4 263.403 4
21 Santiago 26,76 2 20,75 2 0,41 4 49.558 2
22 São João do Polêsine 14,18 1 10,6 1 0,4 4 2.702 1
23 São Martinho da Serra 18,29 2 13,47 1 0,35 3 3.409 1
24 São Pedro do Sul 26,3 2 21 2 0,4 4 16.613 1
25 São Sepé 27,43 2 20,66 2 0,4 4 23.787 2
26 São Vicente do Sul 23,61 2 17,91 2 0,39 3 8.361 1
27 Silveira Martins 18,86 2 13,74 1 0,36 3 2.479 1
28 Toropi 15,79 2 11,73 1 0,34 2 3.070 1
29 Tupanciretã 30,05 3 24,12 2 0,39 3 22.556 2
30 Unistalda 25,9 2 19,67 2 0,36 3 2.392 1
31 Vila Nova do Sul 24,67 2 19,04 2 0,36 3 4.255 1
Fonte: IBGE, contagem 2007.
Obs.: 9)99 é o código para NI, NR, Não Tem a informação.
Nossa pergunta relaciona-se com o Perfil da Pobreza na Mesorregião Centro Ocidental Rio-
Grandense.
2) Banco de dados número 3 apresenta algumas variáveis da Microrregião de Ijuí, com as 
mesmas variáveis do banco número 2, e responde à mesma pergunta anterior, porém nesta 
microrregião.
EaD
ruth Marilda Fricke \u2013 iara denise endruweit Battisti \u2013 antonio Édson corrente
52
 Quadro 12: Banco de dados número 3: variáveis sociais relacionadas com as condições de acesso 
à riqueza da Microrregião de ijuí por município
N Mun Pobreza
Cls_
pobr
Pobre-
subj
Cls_po-
bsubj
Igini Cls_IG Residentes Porte
Area_
terr
Cls_
area
Densi-
dade
Cls_
dens
1 Ajuricaba 19,3 2 13,79 1 0,37 3 7.261 1 323 2 22,5 4
2 Alegria 25,42 2 20,1 2 0,38 3 4.789 1 173 1 27,7 4
3 Augusto Pestana 16,4 2 11,98 1 0,37 3 7.273 1 347 2 21,0 4
4 Bozano 999 999 999 999 999 999 2.296 1 201 2 11,4 4
5 Chiapetta 24,55 2 19,3 2 0,37 3 4.078 1 396 2 10,3 4
6 Condor 23,17 2 17,76 2 0,38 3 6.607 1 465 2 14,2 4
7 Coronel Barros 15,98 2 12,36 1 0,35 3 2.441 1 163 1 15,0 4
8 Coronel Bicaco 26,81 2 20,75 2 0,39 3 7.873 1 492 2 16,0 4
9 Ijuí 26,16 2 19,68 2 0,42 4 76.739 3 689 3 111,4 3
10 Inhacorá 32,31 3 25,7 2 0,35 3 2.290 1 114 1 20,1 4
11 Nova Ramada 12,36 1 9,44 1 0,35 3 2.461 1 255 2 9,7 4
12 Panambi 25,79 2 18,97 2 0,39 3 36.360 2 491 2 74,1 4
13 Pejuçara 22,46 2 16,98 2 0,38 3 3.900 1 414 2 9,4 4
14 Santo Augusto 29,16 2 23,47 2 0,4 4 13.622 1 468 2 29,1 4
15 São Valério do Sul 28,02 2 20,06 2 0,38 3 2.635 1 108 1 24,4 4
Fonte: IBGE/cidade.
É necessário acrescentar algumas definições