Apostila UNIJUÍ -Métodos estaísticos e a administração
164 pág.

Apostila UNIJUÍ -Métodos estaísticos e a administração


DisciplinaEstatística Aplicada10.129 materiais85.900 seguidores
Pré-visualização35 páginas
entre as microrregiões, uma vez que CV = 
70,25%. Neste caso a medida padrão a ser utilizada é a Moda = 24,3 hab./km². Assim sendo, a 
densidade populacional do Estado está num padrão de baixa ocupação, pois o que mais ocorre 
são densidades em torno de 24,3 hab./km².
Conclusão: Verificamos que o Estado do RS apresenta um IDH médio de 0,785, PIB per capi-
ta de R$ 11.294,00, inferior ao padrão de 7 mil dólares, podendo ser considerado um Estado 
pobre, e por fim com baixa densidade demográfica, uma vez que a mesma é de 24,3 hab./
km²<100 hab./km2. O Estado reflete uma postura cultural que dá destaque à educação e à 
saúde, porém ainda está dominado por políticas públicas que privilegiam a concentração de 
renda, a não realização da reforma agrária, protegendo a concentração de terra. Percebe-se
EaD
83
MÉtodos estatísticos e a adMinistração
também a falta de investimento para o crescimento das regiões. Para tanto, é importante que 
o foco, tanto da organização e da administração pública quanto da sociedade civil, esteja 
no cidadão e na cidadã com vistas a ampliar os espaços de participação popular em todos 
os níveis. As estatísticas refletem uma falta de vontade política de viabilizar a Qualidade de 
Vida com qualidade.
A Estatística é uma ciência presente em todos os aspectos da vida, seja ela humana ou ani-
mal, seja ela com elementos não vivos, mas que se repetem na nossa sociedade e/ou na natureza. 
Muitos cálculos aparentemente, mas que no decorrer de sua aplicação vamos compreendendo 
que se trata de formatações que se apoiam umas nas outras, repetindo raciocínios e cálculos, com 
uma importante contribuição na descrição do comportamento de fatos já ocorridos, na projeção 
de resultados, nas tomadas de decisão. Essa é nossa intenção com as aplicações: que você se 
torne apto a conhecer estatisticamente e tomar as melhores decisões, com uma grande margem 
de segurança.
Como sugestão para tornar esta unidade menos complexa, insistimos que você se disponha 
a refazer os exemplos apresentados antes de partir para as aplicações. Além do que, é importante 
retomar todos os capítulos anteriores ao realizar as aplicações.
seção 3.3
aplicações
Considere o seguinte banco de dados para construir suas questões e desenvolver as esta-
tísticas necessárias para obter as respostas. Este banco traz informações educacionais da:
Mesorregião 2 \u2013 Centro Oriental Rio-Grandense com 54 municípios, sendo composta por três 
Microrregiões (1. Cachoeira do Sul; 16. Lajeado-Estrela; 26. Santa Cruz do Sul).
Ao fazer o estudo, sugerimos que trabalhe em separado as três Microrregiões, oportuni-
zando duas séries numéricas e uma DF:
1. Cachoeira do Sul (n = 7); 
16. Lajeado-Estrela (n = 31); 
26. Santa Cruz do Sul (n = 16);
Também trabalhe estatisticamente a Mesorregião como um todo para comparar os achados 
estatísticos.
EaD
ruth Marilda Fricke \u2013 iara denise endruweit Battisti \u2013 antonio Édson corrente
84
Quadro 13: Banco de dados número 6 \u2013 Mesorregião 2 \u2013 centro oriental rio-grandense
N Mun
Microrre-
gião
MatrEF07 MatrEM07 Matr07 Doc_EF07
Doc_
EM07
Doc07
Nal_
docEF
Nal_
docEM
Nal_
doc07
1 Cachoeira do Sul 1 11.889 3.288 15.177 851 265 1116 14 12 14
2 Cerro Branco 1 689 171 860 60 14 74 11 12 12
3 Novo Cabrais 1 587 154 741 44 12 56 13 13 13
4 Pantano Grande 1 1.777 389 2.166 110 28 138 16 14 16
5 Paraíso do Sul 1 947 231 1178 67 11 78 14 21 15
6 Passo do Sobrado 1 825 239 1064 89 16 105 9 15 10
7 Rio Pardo 1 5.679 1.407 7.086 369 123 492 15 11 14
1 Arroio do Meio 16 2.360 781 3.141 183 52 235 13 15 13
2 Bom Retiro do Sul 16 1.710 499 2.209 121 35 156 14 14 14
3 Boqueirão do Leão 16 1.298 240 1.538 106 21 127 12 11 12
4 Canudos do Vale 16 274 0 274 27 0 27 10 999 10
5 Capitão 16 402 127 529 40 16 56 10 8 9
6 Colinas 16 257 66 323 26 12 38 10 6 9
7 Coqueiro Baixo 16 193 0 193 19 0 19 10 999 10
8 Cruzeiro do Sul 16 1.440 358 1.798 105 33 138 14 11 13
9 Doutor Ricardo 16 290 76 366 35 10 45 8 8 8
10 Encantado 16 2.588 817 3.405 203 66 269 13 12 13
11 Estrela 16 4.238 1.345 5.583 298 122 420 14 11 13
12 Fazenda Vilanova 16 541 154 695 25 9 34 22 17 20
13 Forquetinha 16 303 96 399 29 7 36 10 14 11
14 Imigrante 16 291 96 387 34 14 48 9 7 8
15 Lajeado 16 9.346 2.991 12.337 673 236 909 14 13 14
16 Marques de Souza 16 524 95 619 50 17 67 10 6 9
17 Muçum 16 640 194 834 77 21 98 8 9 9
18 Nova Bréscia 16 400 196 596 32 17 49 13 12 12
19 Paverama 16 886 215 1101 68 18 86 13 12 13
20 Pouso Novo 16 303 76 379 33 11 44 9 7 9
21 Progresso 16 1.081 225 1.306 89 19 108 12 12 12
22 Relvado 16 257 76 333 32 7 39 8 11 9
23 Roca Sales 16 1.123 423 1.546 100 45 145 11 9 11
24 Santa Clara do Sul 16 710 243 953 49 15 64 14 16 15
25 Sério 16 346 108 454 25 13 38 14 8 12
26 Tabaí 16 579 201 780 59 12 71 10 17 11
27 Taquari 16 3.860 1.144 5.004 277 87 364 14 13 14
28 Teutônia 16 3.571 1.187 4.758 259 96 355 14 12 13
29 Travesseiro 16 257 85 342 29 9 38 9 9 9
30 Vespasiano Correa 16 175 67 242 20 9 29 9 7 8
31 Westfália 16 347 98 445 36 9 45 10 11 10
1 Arroio do Tigre 26 1.991 601 2.592 168 45 213 12 13 12
2 Candelária 26 4.485 814 5.299 284 79 363 16 10 15
3 Estrela Velha 26 613 104 717 55 8 63 11 13 11
4 Gramado Xavier 26 787 101 888 70 12 82 11 8 11
5 Herveiras 26 582 101 683 41 11 52 14 9 13
6 Ibarama 26 761 144 905 80 17 97 10 8 9
7 Lagoa Bonita do Sul 26 470 104 574 45 11 56 10 9 10
8 Mato Leitão 26 555 133 688 43 18 61 13 7 11
9 Passa Sete 26 981 222 1203 77 15 92 13 15 13
10 Santa Cruz do Sul 26 16.667 4.333 21.000 1.056 332 1.388 16 13 15
11 Segredo 26 1.284 227 1.511 116 20 136 11 11 11
12 Sinimbu 26 1.542 343 1.885 107 30 137 14 11 14
13 Sobradinho 26 2.193 628 2.821 168 48 216 13 13 13
14 Vale do Sol 26 1.727 176 1.903 93 14 107 19 13 18
15 Venâncio Aires 26 9.321 2.221 11.542 653 200 853 14 11 14
16 Vera Cruz 26 3.445 841 4.286 220 46 266 16 18 16
Fonte: Elaboração da autora com base em dados dos censos do IBGE.
Obs.: 999 é o código de NR
EaD
85
MÉtodos estatísticos e a adMinistração
Alguns complementos para apoiar o estudo:
Quadro 14: variáveis presentes no banco de dados número 6 \u2013 Mesorregião 2 
\u2013 centro oriental rio-grandense e sua classificação
Variáveis Aleatórias Classificação das variáveis
N Nº de ordem
Nºm Numeração dentro da microrregião
Mun Município
Microrregião Codigo da Microrregião
Mesorregião Código da Mesorregião
MatrEF07 Matrícula no Ensino Fundamental em 2007
MatrEM07 Matrícula no Ensino Médio em 2007
Matr07 Matrícula total em 2007
Doc_EF07 Docentes do Ensino Fundamental em 2007
Doc_EM07 Docentes do Ensino Médio em 2007
Doc07 Total de Docentes em 2007
Nal_docEF Nº de alunos por docente no Ensino Fundamental 2007
Nal_docEM Nº de alunos por docente no Ensino Médio 2007
Nal_doc07 Nº de alunos por docente geral 2007
Fonte: Elaboração da autora com base em dados dos censos do IBGE.
resUMo da Unidade 3
Nesta unidade abordamos técnicas e métodos estatísticos com a finalidade 
de sistematizar os dados coletados, descrever seu padrão comportamen-
tal a partir de medidas descritivas. Estas se repartem em dois tipos de 
medidas: as de tendência central, que são Média, Mediana e Moda; e 
as de variabilidade que são basicamente a variância, o desvio padrão e o 
coeficiente de variação.
EaD
87
MÉtodos estatísticos e a adMinistração
introdUção À aMostrageM
Ruth Marilda Fricke
oBjetivo desta Unidade
\u2022	Entender os meandros do processo de amostragem, que substitui os levantamentos censitários 
exaustivos, os quais se tornam inviáveis nos processos decisórios do mundo moderno em termos 
de delineamento e seleção da amostra. 
as seçÕes desta Unidade
Seção 4.1 Padrões a Seguir no Processo Amostral
Seção 4.2 \u2013 Delineamento Amostral: Dimensionamento e Seleção 
Seção 4.3 \u2013 Aplicações
A coleta de dados e sua representação em tabelas e gráficos permite uma visão detalhada 
e circunstanciada dos fenômenos. Apesar do apoio de suporte computacional, no entanto, a 
demanda por análise estatística