Oracle 2010g
12 pág.

Oracle 2010g


DisciplinaBancos de Dados para Redes90 materiais672 seguidores
Pré-visualização2 páginas
1
O Melhor do Oracle 10g
Denise Bonness da Cunha
DBA Oracle
Advanced IT
Programa
l Introdução 
l Grid Computing - RAC 
l Flashback 
l Tablespace Management
l Oracle Data Pump
l Automatic Storage Management (ASM)
l Automatic Workload Repository (AWR)
l ADDM
l SQL Tuning Advisor
l Enterprise Manager 10g
l Métricas de Performance
Introdução - Oracle Database 10g
l Última versão - Oracle Database 10g Release 1
l Suporte a múltiplas plataformas
l Alinhado aos conceitos de Grid Computing
l Auto-Monitoramento e Auto-Gerenciamento
l Capacidades:
» Benefício dos componentes dispon íveis para o Grid
» Balanceamento de carga
» Compartilhamento de informações independente da localização
» Agendamento de recursos
Introdução - Oracle Database 10g
Implement
One from
Many
Databases
Real 
Application 
Clusters
Application
Servers
Application 
Server 
Clusters
Information 
Provisioning
Storage
Automatic 
Storage 
Management
Oracle Application 
Server 10g
Oracle Database 10g
l Arquitetura Grid com 10g
» Implementa um a partir de muitos 
» Gerencia muitos como um
2
Introdução \u2013 Oracle Database 10g
l Oracle Database Standard One
» Orientado a organizações de pequeno porte
» Ideal para pequenos sistemas departamentais
» Pode somente ser licenciado em servidores com capacidade 
máxima de até dois processadores
l Oracle Database Standard 
» Orientado a organizações de pequeno e médio porte
» Ideal para sistemas departamentais
» Pode somente ser licenciado em servidores simples com uma 
capacidade máxima de até quatro processadores
» Pode ser licenciado em um único cluster de servidores com um total 
máximo de até quatro processadores por cluster
Introdução \u2013 Oracle Database 10g
l Oracle Database Enterprise Edition
» Oferece caracter ísticas de performance e alta disponibilidadeem 
ambientes OLTP e OLAP
» Orientado a organizações com aplicações de missão crítica e/ou 
cujo desempenho e crescimento (escalabilidade) sejam fatores 
essenciais
» Consolidação: Um único servidor Enterprise ao invés de vários 
servidores Standard
Introdução Oracle Database 10g
l Upgrade para o database 10g
» Pode ser feito a partir das versões: 
? 8.0.6
? 8.1.7
? 9.0.1
? 9.2
» Pode ser realizado através dos seguintes métodos:
? DBUA (Database Upgrade Assistant)
? Atualização Manual ( scripts )
? Utilitários EXP/IMP
? Comando \u201ccreate table as select\u201d
Grid Computing
l Grid e TI
» Cenário atual com ilhas de computação, algumas devem se fundir
» Sub-utilização da capacidade de processamento e armazenamento
» Super-utilização de DBAs e administradores de sistemas
» Necessidades de negócios mudam rapidamente
3
Grid Computing
l Vários servidores de pequeno porte atuando como um 
grande servidor.
Servidores Separados
Altos custos HW/SW
Configurado para o PICO
Único ponto de falha
Difícil alteração
Difícil gerenciar
Servidores Compartilhados
Baixo custo dos Componentes
Capacidade por demanda
Tolerância a falhas
Flexível
Gerenciamento único
Solução GRIDProblema com IT
Flashback
l Máquina do tempo
l Introduzido no Oracle 9i
l Package DBMS_FLASHBACK
l Permite que consultas referenciem dados \u201cantigos\u201d no tempo
l Trabalha com \u201cSCN\u201d para trilhar as modificações
l Tablespace específica para garantir a reten ção dos dados
Flashback
Recursos
» Flashback Database
» Flashback Drop
» Flashback Version Query
Flashback Database
l Recuperação Point-in-Time
l Corrupção de dados lógicos
l Recuperação de erros do usuário
l Novas Características da Arquitetura
» Logs de Flashback Database
» Processo RVWR
l Requisitos para Utilizar o recurso:
» Banco em archivelog mode
» Configurar os parametros
? db_recovery_file_dest
? db_recovery_file_dest_size
? db_flashback_retention_time
4
Flashback Database
l Como fazer:
CONN sys/password AS SYSDBA 
SHUTDOWN IMMEDIATE
STARTUP MOUNT EXCLUSIVE 
ALTER DATABASE FLASHBACK ON; 
ALTER DATABASE OPEN;
» Trabalha normalmente no banco
CONN sys/password AS SYSDBA
SHUTDOWN IMMEDIATE 
STARTUP MOUNT EXCLUSIVE
FLASHBACK DATABASE TO TIMESTAMP SYSDATE-2; 
ALTER DATABASE OPEN RESETLOGS;
Flashback Drop
l Permite desfazer um comando \u201cdrop table\u201d
l Inclui o conceito de \u201clixeira\u201d
l Objetos podem ir ou não para a lixeira
l Exemplo de utilização:
» drop table emp;
» flashback table emp to before drop;
» drop table dept purge;
l Não é necessário configurar os recursos do 
Flashback Database
Flashback Version Query
l Permite visualizar versões no tempo de 
determinada linha
l Define-se um tempo m ínimo e m áximo para 
realizar as consultas
l Depende da configuração do parâmetro 
undo_retention
l Exemplo:
select ename, sal from emp
versions between timestamp
systimestamp \u2013 interval \u201930\u2019minute and
systimestamp \u2013 interval \u20181\u2019 minute
Where empno=30; 
Tablespace Management
l Novos recursos:
» Tablespaces Default
» Grupos de Tablespaces Temporárias
» Renomeando Tablespaces
» Tablespaces de Big Files (BFTs)
» Tablespaces Transportáveis
5
Tablespace Management
l Tablespaces Default:
» Evita o uso da tablespace do sistema (SYSTEM) para 
armazenar objetos dos usuários
» alter database set default tablespace users;
» create user denise identified by de*@01;
Tablespace Management
l Grupos de Tablespaces Temporárias:
» Agrupamentos lógicos de tablespaces
» Permite definir estes grupos como padrão para o 
banco de dados
» Exemplos:
? create temporary tablespace temp01 tablespace 
group grupo_01;
? create temporary tablespace temp02 tablespace 
group grupo_01;
? alter database default temporary tablespace 
grupo_01;
Tablespace Management
l Renomeando tablespaces:
» Permite renomear tablespaces
» Menos a System e a Sysaux
» Os nomes dos arquivos de dados (datafiles) não são 
alterados
» Exemplo:
? alter tablespace produccao rename to prod;
Tablespace Management
l Tablespaces de Big Files (BTF)
» Simplificam o gerenciamento
» Aumenta a capacidade do banco de dados (8 
exabytes)
» Não é interessante usar este recurso quando:
? Espaço em disco limitado
? Não existe redundância nos discos
? SO não suporta arquivos grandes
» Suporte para arquivos de 8 a 128 Terabytes
» Vária de acordo com o tamanho do bloco de dados
» Exemplo:
? create bigfile tablespace data_tbs datafile 
\u2018c:\oracle\oradata\data01.dbf\u2019size 100G;
6
Tablespace Management
l Tablespaces Transportaveis
» Permite transportar tablespaces entre diversas 
plataformas
» Benefícios:
? Publicação eficiente de dados 
? Fácil movimentação (DW, OLAP e OLTP)
? Migração de bancos entre plataformas
OS copyFile 
1 File 
2
expdat.dmp
File 
1 File 
2
expdat.d
mp
Tablespace Management
l Tablespaces Transportaveis
» Passos para o transporte:
? Tornar a tablespace somente leitura
? Exportar somente os metadados
? Copiar os arquivos de dados para a nova 
localização
? Importar os metadados no banco de dados destino
» O método de ordenação de bytes entre as 
plataformas deve ser o mesmo. (v$transportable_platform )
» Rman para converter arquivos 
Oracle Data Pump
l Melhora o uso do exp e do imp \u2013 totalmente compatível
l Novas ferramentas: expdp e impdp
l Executado como se fosse um job dentro do banco
l Executado sempre do lado do servidor
l Dentro de diretórios pré-definidos
l Pode-se particionar arquivos, suspender e reativar jobs em 
execução, estimar tempo e tamanho do export, etc\u2026
l Mais perform ático que os utilitários anteriores
Oracle Data Pump
l Exemplos de Utilização
» expdp system/password@db10g full=Y directory=TEST_DIR dumpfile=DB10G.dmp 
logfile=expdpDB10G.log 
» impdp system/password@db10g full=Y directory=TEST_DIR dumpfile=DB10G.dmp 
logfile=impdpDB10G.log 
» Precionando CTRL + C
? Export> status 
? Job: SYS_EXPORT_FULL_01 
? Operation: EXPORT 
? Mode: FULL State: EXECUTING 
? Bytes Processed: 0
? Current Parallelism: 1 
? Job Error Count: 0 
? Dump File: D: \TEMP\DB10G.DMP
? bytes written: 4,096
? Worker 1
? State: EXECUTING 
? Object Schema: SYSMAN 
? Object Name: MGMT_CONTAINER_CRED_ARRAY
? Object Type: DATABASE_EXPORT/SCHEMA/TYPE/TYPE_SPEC
? Completed Objects: 261 
? Total Objects: 261