Automatic Database Diagnostic Monitoring
2 pág.

Automatic Database Diagnostic Monitoring

Disciplina:Bancos de Dados para Redes81 materiais667 seguidores
Pré-visualização1 página
Automatic Database Diagnostic Monitoring (ADDM)

Depois de cada processo de coleta de estatísticas de AWR, o Automatic Database Diagnostic Monitoring, automaticamente analisa as estatísticas colhidas e compara-as com as estatísticas colhidas pelos dois snapshots (radiografia) AWR anteriores, em seguida, armazena o resultado no próprio AWR que pode ser acessado através do Enterprise Manager.
 

O objetivo dessa análise é minimizar o DBTime que é composto de 2 (dois) tipos de parâmetros de medida: Tempo de CPU (CPU Time) e tempo de espera (Wait Time). Alguns dos problemas mais comuns detecados pelo ADDM são os seguintes:
CPU;
I/O;
Recurso Intensivo de SQL ou PLSQL e JAVA;
Contenção de Lock;
Utilização de estrutura de memória do Oracle;
Altas cargas de declarações SQL.
O utilitário ADDM também fornece várias formas de ajustes e advisors de diagnósticos que você pode usar para examinar vários problemas comuns no Banco de Dados e oferecer sugestões para melhorar essas áreas. Os Diagnostic Advisors e Tuning Advisors são os seguintes:
SQL Tuning Advisor;
SQL Acces Advisor;
Memory Advisor;
Mean Time To Recover Advisor;
Segment Advisor;
Undo Management Advisor.
O link para todos esses Advisors estão disponíveis em Advisor Central na parte de baixo da tela principlal do EM.
  
SQL Tuning Advisor
Esse utilitário ADDM permite fazer um drill down e ver o SQL atual da declaração que está contribuindo para o aumento do DBTime. Uma vez identificado o SQL, pode-se usar o SQL Tuning Advisor para tentar formular um plano de execução mais eficiente para a declaração SQL ofensiva.
  
SQL Acces Advisor (como os dados são acessados: tabela, view, índice, …)
O SQL Access Advisor fornece suporte adicional para encontrar potenciais modificações que você pode usar para reduzir a quantidade de I/O e tempo de espera para uma declaração SQL. Eis abaixo a tela principal do SQL Access Advisor:
 

O SQL Access Advisor tem 4 (quatro) formas na qual você pode selecinar a declaração SQL que será analizada:
	Método de Coleta
	Descrição

	Current and Recent SQL Activity
	Seleciona o SQL corrente na SGA, para analizar.

	Import Workload from SQL Repository
	Analiza o tuning do SQL que foi criado com SQL Tuning Advisor.

	User-Defined Workload; Import SQL from a Table
	Executa uma analise de tuning num workload que não está sendo executado no Banco de Dados.

	Create a Hipotetical Workload from the Following Schemas and Tables
	Especifica um esquema contra o que foi gerado com o SQL Tuning Advisor.

  
Memory Advisor
SQL Tuning Advisor e SQL Access Advisor estão focados na identificação e tuning de SQL que está gerando um grande aumento o DBTime. Alternativamente, pode-se utilizar o Memory Advisor para colher mais recomendações de tuning sobre os aspectos da estrutura de memória do Oracle, ou seja, a SGA e estruturas de memórias de usuário.
  
Mean Time To Recover Advisor
Os advisors anteriores estão focados em melhorar a performance do banco minimizando a espera de usuário por I/O e outros recursos com o objetivo de minimizar cada DBTime total de usuário. O Mean Time To Recover Advisor não está preocupado com a redução do DBTime mas formular recomendações para minimizar o tempo que o banco levará para se recupar de uma falha de instancia.
  
Segment Advisor
Usa-se o Segment Advisor para encontrar segmentos que podem se beneficiar de um encolhimento (shrink). Os segmentos que podem ser encolhidos são aqueles que o Segment Advisor precisa encontrar que tem menos espaço do que existem alocados atualmente. Encolhendo ou comprimindo estes segmentos o espaço é retomado para o banco para serem utilizados por outros objetos e o número total de I/O para alcançar esses objetos são reduzidos melhorando potencialmente o desempenho dos comandos SQL que são utilizados para alcançar esses objetos.