Aula_01_Introducao
19 pág.

Aula_01_Introducao

Disciplina:Introdução A Economia para Engenheiros31 materiais562 seguidores
Pré-visualização3 páginas
de avaliação:

Risco de fluxos
de caixa

Preço da ação = Dividendos futuros
Retorno exigido

Nível e
distribuição de
fluxos de caixa

no tempo

Copyright © 2004 Pearson Education, Inc. Slide 1-20

OBJETIVO DA EMPRESA

Maximização da Riqueza do Acionista

• Também pode ser descrita por meio do seguinte diagrama

de fluxo:

Copyright © 2004 Pearson Education, Inc. Slide 1-21

OBJETIVO DA EMPRESA

E quanto aos Grupos de Interesse?

• Os outros grupos de interesse incluem todos os indivíduos
com algum vínculo econômico direto com a empresa, como:

– funcionários;
– clientes;
– fornecedores;
– credores;
– proprietários.

• O aumentoaumento do valor do valor dada empresaempresa, que leva em conta os
outros grupos de interesse, indica que a empresa deve
fazer um esforço deliberado para evitar ações prejudiciais à
riqueza desses grupos.

• Diz-se que essa é uma visão ‘socialmentesocialmente responsresponsáávelvel’.

Copyright © 2004 Pearson Education, Inc. Slide 1-22

•• ÉÉticatica é o conjunto de padrões de conduta ou julgamento
moral — tem-se transformado numa questão fundamental
tanto em nossa sociedade quanto na comunidade financeira.

• As violaviolaççõesões ééticasticas geram enorme publicidade. A publicidade
negativa produz, em geral, impactos também negativos
sobre uma empresa.

O PAPEL DA ÉTICA

Definição de Ética

Copyright © 2004 Pearson Education, Inc. Slide 1-23

O PAPEL DA ÉTICA

Análise dos aspectos éticos

• Para avaliar a viabilidade ética de uma ação proposta, deve-
se perguntar:

– A ação é arbitrária ou caprichosa? Concentra-se injustamente em um
indivíduo ou grupo?

– A ação viola os direitos morais ou legais de algum indivíduo ou grupo?

– A ação está de acordo com os padrões morais aceitos?

– Existem alternativas de ação que tenderiam a causar menos danos
efetivos ou potenciais?

Copyright © 2004 Pearson Education, Inc. Slide 1-24

• Os programas de comportamento ético procuram:

– reduzir a ocorrência de litígios e os custos judiciais;
– manter uma imagem positiva da empresa;

– aumentar a confiança dos acionistas;

– conquistar a lealdade, o comprometimento e o respeito dos diversos
grupos de interesse vinculados à empresa.

O resultado esperado de tais programas é um impacto
positivo sobre o prepreççoo dada aaççãoão da empresa.

O PAPEL DA ÉTICA

Ética e Preço da Ação

Copyright © 2004 Pearson Education, Inc. Slide 1-25

INSTITUIÇÕES E MERCADOS
FINANCEIROS

• As empresas que necessitam de fundos externos podem
obtê-los de três maneiras:

– junto a bancos ou outras instituições financeiras;

– nos mercados financeiros;

– por meio de colocacolocaççõesões fechadasfechadas.

Copyright © 2004 Pearson Education, Inc. Slide 1-26

INSTITUIÇÕES E MERCADOS
FINANCEIROS

• As instituiinstituiççõesões financeirasfinanceiras atuam como intermediárias,
promovendo a canalização das poupanças de indivíduos,
empresas e órgãos do governo para empréstimos ou
aplicações.

• Os principais fornecedores e demandantes de fundos são
indivindivííduosduos, empresasempresas e óórgãosrgãos governamentaisgovernamentais.

• Em geral, os indivíduos são fornecedoresfornecedores llííquidosquidos de fundos,
enquanto as empresas e os órgãos governamentais são
demandantesdemandantes llííquidosquidos de fundos.

Instituições Financeiras

Copyright © 2004 Pearson Education, Inc. Slide 1-27

MERCADOS FINANCEIROS

• Os mercadosmercados financeirosfinanceiros são fóruns nos quais os
fornecedores e os demandantes de fundos podem
transacionar diretamente.

• Os dois principais mercados financeiros são o mercadomercado
monetmonetááriorio e o mercadomercado de de capitaiscapitais.

• As transações de ttíítulostulos negocinegociááveisveis de curto prazo ocorrem
no mercado monetário, e as de ttíítulostulos de de longolongo prazoprazo, no
mercado de capitais.

Copyright © 2004 Pearson Education, Inc. Slide 1-28

MERCADOS FINANCEIROS

• Independentemente de serem posteriormente negociados
no mercado monetário ou no mercado de capitais, os títulos
são inicialmente lançados no mercadomercado primprimááriorio.

• Esse mercado é o único no qual o emitente, seja uma
empresa ou um órgão governamental, envolve-se
diretamente com a transação e recebe algum benefício.

• Uma vez emitidos, os títulos passam a ser negociados nos
mercadosmercados secundsecundááriosrios, como a Bolsa de Valores de São
Paulo (Bovespa) ou na Bolsa de Nova York ou na Nasdaq.

Copyright © 2004 Pearson Education, Inc. Slide 1-29

RELAÇÃO ENTRE INSTITUIÇÕES
FINANCEIRAS E MERCADOS FINANCEIROS

Copyright © 2004 Pearson Education, Inc. Slide 1-30

• O mercadomercado monetmonetááriorio é criado por uma relação financeira
entre fornecedores e demandantes de fundos de curtocurto prazoprazo
(com prazo de vencimento de no máximo um ano).

• A maioria das transações de mercado monetário envolve
ttíítulostulos negocinegociááveisveis, ou seja, instrumentos de dívida de curto
prazo, como Letras do Tesouro e Notas Promissórias
Comerciais.

• As transações no mercado monetário podem ser executadas
diretamente ou com a ajuda de um intermediário.

MERCADO MONETÁRIO

Copyright © 2004 Pearson Education, Inc. Slide 1-31

• O equivalente internacional do mercado monetário doméstico
é o mercadomercado de de euromoedaseuromoedas.

• Trata-se de um mercado de depósitos bancários de curtocurto
prazoprazo, denominados em dólares americanos ou outra moeda
facilmente conversível.

• O mercado de euromoedas tem crescido muito rapidamente,
porque é pouco regulamentado e atende às necessidades de
tomadores e aplicadores internacionais.

MERCADO MONETÁRIO

Copyright © 2004 Pearson Education, Inc. Slide 1-32

• O mercadomercado de de capitaiscapitais permite transações entre fornecedores
e demandantes de fundos de longolongo prazoprazo.

• Os principais instrumentos de mercado de capitais são
obrigaobrigaççõesões (dívidas de longo prazo) e aaççõesões ordinordinááriasrias e e
preferenciaispreferenciais (títulos de participação acionária ou
propriedade).

• As obrigaobrigaççõesões são instrumentos de dívida de longo prazo
utilizados por empresas e órgãos governamentais para
levantar volumes substanciais de recursos, em geral junto a
um grupo de fornecedores.

•• AAççõesões ordinordinááriasrias são unidades de participação acionária ou
propriedade de uma sociedade por ações.

MERCADO DE CAPITAIS

Copyright © 2004 Pearson Education, Inc. Slide 1-33

MERCADOS DE VALORES

Mercados Organizados de Valores

• As bolsas de valores são mercados secundários tangtangííveisveis nos
quais ocorrem compras e vendas de títulos.

• São responsáveis por cerca de 46% do volume monetário
total das transações domésticas de ações. (Mercado
Americano - Gitman)

• Somente as empresas maiores e mais rentáveis preenchem
os requisitos de registroregistro na Bovespa ou na Bolsa de Valores
de Nova York.

Copyright © 2004 Pearson Education, Inc. Slide 1-34

MERCADOS DE VALORES

Mercados Organizados de Valores

• Somente aqueles que possuem ttíítulostulos patrimoniaispatrimoniais de uma
bolsa podem realizar negócios no pregão.

• Os negócios são realizados por meio de um processo de
leilãoleilão, no qual especialistasespecialistas ‘fazem mercado’ para títulos
específicos.

• Como remuneração pela execução de ordens, os
especialistas ganham dinheiro na diferença entre preço de
compra e preço de venda ou spreadspread.

Copyright © 2004 Pearson Education, Inc. Slide 1-36

MERCADOS DE VALORES

Mercados Internacionais de Capitais

• No mercadomercado de eurode euro--obrigaobrigaççõesões, empresas e órgãos
governamentais emitem obrigações denominadas em
dólares e vendem-nas a investidores situados fora dos
Estados Unidos.

• O mercadomercado de de obrigaobrigaççõesões estrangeirasestrangeiras é um mercado de
títulos emitidos por empresas ou governos de outros países,
denominados nas moedas dos países dos investidores e
vendidos nos mercados domésticos dos investidores.

Copyright © 2004 Pearson Education, Inc. Slide 1-37

MERCADOS DE VALORES

Mercados Internacionais de Capitais

• Por fim,