Aula 6 e 7_Usabilidade_Estacio Ceara
26 pág.

Aula 6 e 7_Usabilidade_Estacio Ceara

Disciplina:Engenharia de Usabilidade1.925 materiais3.877 seguidores
Pré-visualização2 páginas
ENGENHARIA DE USABILIDADE

Professor: David Falcão, M.Sc.
davidfalcaoprof@gmail.com

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA
DE DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

Engenharia de Usabilidade – Prof. David Falcão

Processo de Design Centrado no Usuário

Engenharia de Usabilidade – Prof. David Falcão

Processo de Design Centrado no Usuário

Fases de um processo de design:

Design

Levantamento de dados: conhecimento do público-alvo, suas
necessidades, conceituação do negócio e objetivos dos usuários

Criação / Concepção: geração de ideias que podem ou não serem
aproveitadas para desenvolvimento futuro

Refinamento: aperfeiçoamento da navegação, fluxo e layout

Engenharia de Usabilidade – Prof. David Falcão

Processo de Design Centrado no Usuário

Fases de um processo de design:

Prototipação:
Produção: desenvolvimento do protótipo funcional;

Implementação: desenvolvimento do código e conteúdo das interfaces;

Lançamento: disponibilização das interfaces para uso real;

Avaliação:
Manutenção: atualização das interfaces a partir da análise de métricas de
sucesso

Engenharia de Usabilidade – Prof. David Falcão

Processo de Design Centrado no Usuário

Design → Levantamento de dados:

Conhecimento do público-alvo
- Quem é meu usuário?
- Quais são suas necessidades?
- Quais seus objetivos?

Conhecimento do negócio
- Qual o objetivo do produto?
- Quais as principais tarefas a serem realizadas?

Engenharia de Usabilidade – Prof. David Falcão

Processo de Design Centrado no Usuário

Design → Levantamento de dados:

Conhecimento do público-alvo

- Identificação dos papeis dos usuários
• Conhecer as diferentes funções que cada usuário deverá possuir na

interface;
• Cada papel possui um conjunto de tarefas.

- Definir os perfis dos usuários
• Conhecer as capacidades e limitações físicas/psicológicas
• Conhecimento do domínio
• Conhecimento de tecnologia
• Linguagem e cultura

Engenharia de Usabilidade – Prof. David Falcão

Processo de Design Centrado no Usuário

Design → Levantamento de dados:

Conhecimento do público-alvo

- Fatores de análise
• Papel do Usuário (qual sua função no sistema?)
• Nível de habilidade com tecnologia (iniciante, experiente?)
• Nível de conhecimento no domínio (novato, expecialista?)
• Padrão de uso (ocasional, frequente?)
• Diferenças socioculturais (língua, convenções culturais?)
• Limitações físicas (auditivas, visuais, motoras?)

Engenharia de Usabilidade – Prof. David Falcão

Processo de Design Centrado no Usuário

Design → Levantamento de dados:

Conhecimento do público-alvo

- Fatores de análise
• Nível de habilidade com tecnologia (iniciante, experiente?)
• Nível de conhecimento no domínio (novato, expecialista?)

Especialista

Experiente

Iniciante

Novato

Engenharia de Usabilidade – Prof. David Falcão

Processo de Design Centrado no Usuário

Design → Levantamento de dados:

Conhecimento do público-alvo

- Fatores de análise
• Padrão de uso (ocasional, frequente?)

Usuário frequente:

- Aprende a usar o sistema
- Não esquece
- Quer mais flexibilidade
- Quer mais produtividade
- Atalhos

Usuário ocasional:

- Requer interfaces fáceis de
lembrar
- Uso de menus / assistentes
- Ajudas e dicas são bem vindas

Engenharia de Usabilidade – Prof. David Falcão

Processo de Design Centrado no Usuário

Design → Levantamento de dados:

Conhecimento do público-alvo

- Fatores de análise
• Padrão de uso (ocasional, frequente?)

Padrão de navegação

• Acessos do site durante dias em meses
• Principais páginas acessadas, além da home
• De onde as pessoas vieram?
• Diferença no número de visitas após redesign
• E a concorrência?

Engenharia de Usabilidade – Prof. David Falcão

Processo de Design Centrado no Usuário

Design → Levantamento de dados:

Conhecimento do público-alvo

- Fatores de análise
• Diferenças socioculturais (língua, convenções culturais?)

• Sistemas web podem ser utilizados por pessoas de línguas e
culturas diferentes;

• Público amplo? Use uma linguagem simples;

• Ordenação da escrita e leitura varia entre os povos;

• Símbolos religiosos e culturais podem ser ofensivos para certas
culturas.

Engenharia de Usabilidade – Prof. David Falcão

Processo de Design Centrado no Usuário

Design → Levantamento de dados:

Conhecimento do público-alvo

- Fatores de análise
• Limitações físicas (auditivas, visuais, motoras?)

• Visuais
• Dificuldade de com letras minúsculas ou mesmo “normais”;
• Limitações com cores;
• Cegueira.

• Motoras
• Falta de precisão com mouse/teclado
• Ausência de membros

• Auditivas
• Feedback exclusivamente sonoro não será ouvido por deficientes;
• Condições do ambiente podem prejudicar audição.

Engenharia de Usabilidade – Prof. David Falcão

Processo de Design Centrado no Usuário

Design → Levantamento de dados:

Conhecimento do público-alvo

- Identifique grupos majoritários
• Nível de habilidade com tecnologia:

• Iniciante: 55%, Intermediário: 30%, Experiente: 15%

• Nível de conhecimento do domínio:
• Novato: 5%, Intermediário: 15%, Especialista: 80%

• Padrão de Uso:
• Ocasional: 20%, Frequente: 80%

• Ambiente gráfico preferido:
• Windows XP, Vista: 80%
• Linux: 15%

Grupo Majoritário:
Iniciante, Especialista,
Frequente, Windows XP/Vista

Fator adicional

Engenharia de Usabilidade – Prof. David Falcão

Processo de Design Centrado no Usuário

Design → Levantamento de dados:

Conhecimento do público-alvo (técnicas)

- Entrevistas (explorar as questões):
• Número reduzido: importância da seleção dos entrevistados;
• Entrevistas estruturadas, livres ou semiestruturadas;
• Informações qualitativas.
• Esclarece alguma dúvida ou pergunta-se sobre um experiência pessoal

que interesse;

- Questionários:
• Ampla distribuição (>= 50)
• Respostas livres, múltipla escolha ou checkboxes
• Informações quantitativas e qualitativas (principalmente quantificáveis)

Engenharia de Usabilidade – Prof. David Falcão

Processo de Design Centrado no Usuário

Design → Levantamento de dados:

Conhecimento do público-alvo (técnicas)

- Observações dos usuários:
• Observação in loco, dos costumes e tarefas realizadas pelos usuários;
• Gravações ;
• Análise de logs de navegação;

Engenharia de Usabilidade – Prof. David Falcão

Processo de Design Centrado no Usuário

Design → Levantamento de dados:

Conhecimento do público-alvo (técnicas)

-Personas:
- Descrição de uma pessoa fictícia que representa um segmento de

usuário do software que você está desenvolvendo;
- arquétipos de usuários

• representam as necessidades de grandes grupos de usuários
• Objetivos, características pessoais, motivações, expectativas
• que motivam seu comportamento na aplicação

- permitem que os designers se coloquem no lugar de seus usuários
- focam o esforço de design em apoiar os objetivos dos usuários, em

vez de ideias da equipe de design ou dos executivos

Engenharia de Usabilidade – Prof. David Falcão

Processo de Design Centrado no Usuário

Design → Levantamento de dados:

Conhecimento do público-alvo (técnicas)

- Exemplo de Persona:

Quando sai uma nova tecnologia, Ricardo é o primeiro a questionar sua
aplicabilidade. Se ele pudesse, colocaria um freio no mercado para que diminua a
produção de novas tecnologias e melhore as já existentes. "Não é preciso
reinventar a roda" é uma das frases que ele mais gosta.

Ricardo não é um líder carismático, mas sabe organizar muito bem uma equipe
se precisar. É um bom planejador porque faz de tudo para cumprir os prazos
combinados, mesmo em condições precárias de orçamento e prazo. Infelizmente,
outras pessoas se aproveitam dessa sua qualidade para mantê-lo
constantemente sob pressão e isso lhe causa grande frustração. "Um dia eu
chuto o balde", diz ele consigo mesmo quando está nervoso.

Engenharia de Usabilidade – Prof. David Falcão

Processo de Design Centrado no Usuário

Engenharia de Usabilidade – Prof. David Falcão

Design – Criação / Concepção

Brainstorming – tempestade de ideias

- Visa a geração de ideias em grupo;
- Pessoas se reúnem para resolver um problema, ou
para criar