Leitura para Atividade Estruturada 6
9 pág.

Leitura para Atividade Estruturada 6

Disciplina:Sociologia Jurídica e Judiciária1.871 materiais14.930 seguidores
Pré-visualização7 páginas
campo jurídico, uma vez que o papel de cada agente na divisão do trabalho não se clarifica, e um deles pode resumir em si tudo o que se espera de um agente do direito. No entanto, uma cadeia constante de perdas vai se formando, mostrando necessária a reconquista do papel do agente teórico, aquele que deve reequilibrar a balança do campo jurídico presenteando o Direito com crítica, cientificidade e multidisciplinariedade que ele ora tanto se ressente da ausência.

Por fim, Quesalid não é fruto de nossa imaginação, é um indígena que narrou sua autobiografia ao etnólogo Franz Boas[30] [pp. 1-41]. O verdadeiro Quesalid não acreditava no poder dos xamãs. Por vários meios tentava incessantemente descobrir seus segredos e desmascará-los. Tanto que os freqüentou, foi convidado a tornar-se um deles, onde aprendeu a simular o desmaio e crises nervosas, cânticos, técnicas de vômito, noções de obstetrícia, emprego de “espiões” para escutar detalhes da vida alheia e relatar a origem dos males de cada pessoa, e também a ars magna, que consistia em esconder um tufo de penugem na boca e, após morder a língua, exibir com o cuspe o resultado de um ritual de cura, a liberação do elemento maligno fonte dos males do “curado”. Tanto que chafurdou na técnica, Quesalid tornou-se famoso em várias tribos, inclusive desmascarando outros xamãs com a ars magna. Ele próprio não sabe se é um xamã ou não. Mas continuou sua carreira orgulhoso de suas curas.