Instalando placas Wifi no Linux
16 pág.

Instalando placas Wifi no Linux

Disciplina:Redes sem Fio510 materiais19.208 seguidores
Pré-visualização5 páginas
notar é que não existe uma nomenclatura rígida entre os modelos das placas e os
chipsets usados. Por exemplo, as placas Dlink DWL-650 inicialmente vinham com chipsets PRISM (que
possuem um excelente driver nativo no Kernel 2.6), depois passaram a vir com o chipset Atheros (que
funciona usando o Driver MadWiFi ou o Ndiswrapper) e, finalmente, passaram a vir com o chipset
ACX100. Depois sugiram as placas DWL650+, que usam o chipset ACX111. Ou seja, dentro de um
mesmo modelo foram fabricadas placas com 4 chipsets diferentes!

A única forma confiável de verificar qual é o chipset usado na placa é checando a identificação do
chipset, o que pode ser feito usando o comando lspci.

Exemplos de IDs de placas com o chipset ACX são:

02:00.0 Network controller: Texas Instruments ACX 111 54Mbps Wireless Interface

00:08.0 Network controller: Texas Instruments ACX 100 22Mbps Wireless Interface

Estas placas também funcionam usando o Ndiswrapper, mas usando o driver nativo a utilização do
processador é mais baixa e existem menos relatos de problemas de estabilidade. Recomendo que você
experimente primeiro o driver nativo e deixe o Ndiswrapper como segunda alternativa.

A página oficial do driver é:

http://acx100.sourceforge.net/

A página de download dos pacotes com código fonte é a:

http://rhlx01.fht-esslingen.de/~andi/acx100/

Para instalar, descompacte o arquivo tar.gz, acesse a pasta que será criada e rode os tradicionais:

PDF Creator - PDF4Free v2.0 http://www.pdf4free.com

Adaptação: Alexandre D. Guimarães (Aledegui). Texto Original elaborado por Carlos E. Morimoto

# make
# make install

Isto copiará o módulo acx_pci.ko para a pasta /lib/modules/2.x.x/net/. Para garantir que o módulo foi
instalado corretamente, rode também o comando "depmod -a".

Para que a placa funcione, além do módulo é necessário ter o arquivo com o firmware da placa. O
firmware é o software com as funções que controlam a placa. Sem o firmware a placa é um pedaço inútil
de metal e silício.

O driver acx_pci é open-source, mas o firmware não. Embora o arquivo (o firmware) possa ser
redistribuído, assim como um freeware qualquer, as distribuições em geral não o incluem por não
concordarem com os termos da licença.

Para baixar o firmware da placa, rode o script "fetch_firmware" que está dentro da pasta scripts/ na
pasta onde foi descompactado o arquivo com o driver:

# ./fetch_firmware

Ele perguntará:

Locating a suitable download tool...

Searching for ACX1xx cards on this system...
Which firmware files package would you like to download?

a) for ACX100 (TNETW1100) chipset based cards
b) for ACX111 (TNETW1130/1230) chipset based cards
c) for both chipsets
d) none

Use a opção "C", assim ele já baixa de uma vez os arquivos para os dois chipsets. Isto é feito baixando o
driver do Windows e extraindo os arquivos que compõe o firmware para a pasta firmware/, novamente
dentro da pasta do driver. Você deve copiá-los para pasta /usr/share/acx/, que é a localização padrão,
onde o módulo procurará por eles ao ser carregado. Crie a pasta caso necessário:

# mkdir /usr/share/acx/
# cp -a /home/kurumin/tmp/acx100-0.2.0pre8_plus_fixes_37/firmware/* /usr/share/acx/

Feito isso, você já pode experimentar carregar o módulo para ativar a placa. Antes de carregar qualquer
módulo de placa Wireless, você deve carregar o módulo "wlan", que contém os componentes genéricos:

# modprobe wlan
# modprobe acx_pci

A partir daí o led da placa acenderá indicando que a placa está funcionando e está faltando apenas
configurar a rede (que veremos como fazer mais adiante).

Para que o módulo seja carregado automaticamente durante o boot, adicione as linhas "wlan" e "acx_pci"
no final do arquivo /etc/modules.

Em algumas placas em que testei, o led simplesmente não acende ao ativar o driver, embora a placa
funciona normalmente.

As placas D-Link DWL-650+, que utilizam o chipset ACX111 usam um firmware específico. No caso
delas você deve usar o firmware incluído no CD de drivers da placa. Copie o arquivo
Driver/Drivers/WinXP/GPLUS.bin do CD para a pasta /usr/share/acx e o renomeie para FW1130.BIN,
substituindo o antigo.

PDF Creator - PDF4Free v2.0 http://www.pdf4free.com

Adaptação: Alexandre D. Guimarães (Aledegui). Texto Original elaborado por Carlos E. Morimoto

Eventualmente, você pode encontrar outras placas ACX111 que não funcionam com o firmware padrão.
Neste caso experimente a receita de pegar o arquivo .BIN dentro da pasta de drivers para Windows XP,
copiar para a pasta /usr/share/acx e renomear.

Caso você tenha copiado os arquivos do firmware para outra pasta, pode especificar isso na hora de
carregar o driver, com o parâmetro:

# modprobe acx_pci firmware_dir=/home/kurumin/firmware/

MadWiFi

O MadWiFi dá suporte a placas com chipset Atheros, usado em placas da D-link (como a DWL-G520),
AirLink, 3Com, Linksys, Netgear, AT&T e outros. Este chipset também é muito usado em placas mini-
PCI, para notebooks.

Assim como no caso das placas com chipset ACX, muitos dos modelos com o chip Atheros possuem
variantes com outros chipsets. Por exemplo, a D-Link DWL-G520 usa o chip Atheros, enquanto a DWL-
G520+ usa o chip ACX100.

A melhor forma de checar se você tem em mãos uma placa com o chip Atheros é rodar o lspci. Você verá
uma linha como:

02:00.0 Ethernet controller: Atheros Communications, Inc. AR5212 802.11abg NIC (rev 01)

A página do projeto é a: http://madwifi.sourceforge.net/

O driver pode ser baixado no: http://madwifi.otaku42.de/

Assim como o driver para placas ACX100, o Madwifi é dividido em dois componentes: o driver
propriamente dito e o firmware. A diferença é que o firmware já vem incluído no pacote, não é necessário
baixá-lo separadamente.

Para instalar, descompacte o arquivo http://madwifi.otaku42.de/madwifi-cvs-current.tar.gz e acesse a
pasta que será criada. Rode os comandos de sempre:

# make
# make install

Depois de instalado, você pode carregar os módulos com os comandos:

# modprobe wlan
# modprobe ath_hal
# modprobe ath_pci

O módulo wlan contém os componentes genéricos que dão suporte a placas Wireless no Linux. O ath_hal
contém o firmware da placa e o ath_pci contém o driver propriamente dito, que deve ser sempre
carregado depois dos dois.

Ao carregar os módulos, o led da placa já irá acender, indicando que ela está ativa. Para que eles sejam
carregados automaticamente durante o boot, adicione as linhas "wlan", "ath_hal" e "ath_pci" no final do
arquivo /etc/modules.

Este outro link ensina a compilar pacotes .deb com os drivers, procedimento ideal para quem usa
distribuições derivadas do Debian, como o Kurumin. Lembre-se que os pacotes gerados conterão os
módulos compilados para o Kernel usado na sua instalação, e não funcionarão em instalações com
versões diferentes do Kernel. http://www.marlow.dk/site.php/tech/madwifi

PDF Creator - PDF4Free v2.0 http://www.pdf4free.com

Adaptação: Alexandre D. Guimarães (Aledegui). Texto Original elaborado por Carlos E. Morimoto

ADMteck ADM8211

Este é mais um chipset Wireless de baixo custo, encontrado tanto em placas PC-Card quanto PCI,
incluindo alguns modelos da 3Com e D-link e algumas placas PCI baratas, sem pedigree.

É fácil reconhecer estas placas pelo chipset, que trás decalcado o modelo. Rodando o comando lspci você
verá algo como:

00:08.0 Network controller: Linksys ADMtek ADM8211 802.11b Wireless Interface (rev 11)

O driver para elas pode ser baixado no:

http://aluminum.sourmilk.net/adm8211/

Enquanto escrevo a versão mais recente é a adm8211-20041111.tar.bz2, mas este driver tem sido
desenvolvido de forma bastante ativa, com novas versões sendo disponibilizadas praticamente a cada
semana.

Para instalar basta descompactar o arquivo, acessar a pasta e rodar o comando:

# make install

A instalação consiste em gerar o módulo adm8211.ko e copiá-lo para a pasta
/lib/modules/2.6.x/kernel/drivers/net/wireless/. O script