Aula 5 - energia de Gibbs
20 pág.

Aula 5 - energia de Gibbs


DisciplinaFísico-química I6.343 materiais96.661 seguidores
Pré-visualização2 páginas
diferentes: van´t Hoff 
 
lnK = - \uf044Ho + \uf044S o; lnK2 - lnK1 = - \uf044H
o 1 - 1 
 RT R R T2 T1 
 
ln(K2/K1) = - \uf044H
o 1\u2013 1 = \uf044rH
o T2 \u2013 T1 
 R T2 T1 R T1T2 
 
 (a) (b) (c) 
 ln K lnK 
 
 
 
 1/T 1/T 1/T 
 
O coeficiente angular é igual a - \uf044rH
o /R e a intersecção na ordenada é \uf044rS
o /R 
 
a) \u394rH
o > 0 b) \u394rH
o < 0 c) \u394rH
o = 0 
 considerar \u394rH
o independente de T 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ln K 
 
 
 
Quando escrevemos, 
 \uf044rG
o
 = \uf044rH
o
 - T\uf044rS
o
 , 
 
a constante de equilíbrio termodinâmica pode ser expressa em 
termos de 
 
 -\uf044rH
o
/RT \uf044rS
o
/R 
 K = e e 
 
 
Onde \uf044rH
o
 > 0 (reação endotérmica) faz com que K diminua, 
i.é., 
 a composição da mistura em equilíbrio numa reação 
endotérmica possivelmente favorece os regentes. 
No entanto se, \uf044rS
o
 > 0 , a composição da mistura em equilíbrio 
pode favorecer aos produtos, mesmo sendo uma reação 
endotérmica. 
 
 
 
 
Ex. 16 
Dadas as constantes de equilíbrio para a dissociação de iodo 
molecular: 
 
 I2(g) \u21c6 2I(g) 
 
a várias temperaturas, 
 
T/K 872 973 1073 1173 
 
 Kp 1,8 x 10
-4
 1,8 x 10
-3
 1,08 x 10
-2
 0,0480 
 
Determine graficamente a variação de entalpia e entropia da 
reação.