Aula 9 - Fisioterapia do trabalho  Perícias  SESMT e ginástica laboral
43 pág.

Aula 9 - Fisioterapia do trabalho Perícias SESMT e ginástica laboral


DisciplinaFisioterapia8.372 materiais24.169 seguidores
Pré-visualização3 páginas
O PROFISSIONAL FISIOTERAPEUTA DO TRABALHO 
NA ATUAÇÃO DA GINÁSTICA LABORAL, SESMT E 
PERÍCIAS 
 Natal/ RN 
 2O11 
Profa. Kalyne de Menezes Bezerra Cavalcanti 
 
 
Curso de Fisioterapia 
Disciplina: Ergonomia 
FISIOTERAPIA DO TRABALHO 
\uf0a5 Durante os últimos vinte anos o Fisioterapeuta do Trabalho 
esteve inserido na rotina diária das empresas, dentre 
outras formas de trabalho, ministrando conceitos e 
estabelecendo modelos metodológicos de treinamento 
por meio de exercícios físicos (OLIVEIRA \u2013 CBFT, 2009). 
 
\uf0a5 Em meados de 1998, os profissionais de fisioterapia 
passaram a ter alguma visibilidade, principalmente por sua 
atuação no processo de reabilitação dos trabalhadores 
lesionados (VERONESI, 2008). 
 
FISIOTERAPIA DO TRABALHO 
 
\uf0a5 RESOLUÇÃO Nº. 351, DE 13 DE JUNHO DE 2008. 
 (DOU nº. 114, Seção 1, em 17/06/2008, página 58) 
 
 Art. 1º - Reconhecer a Especialidade de Fisioterapia do Trabalho 
como própria do profissional Fisioterapeuta. 
\uf0a5 Resolução COFFITO 259 de 18 de dezembro de 2003 
 Art. 1º - São atribuições do Fisioterapeuta que presta 
assistência à saúde do trabalhador, independentemente do 
local em que atue: 
 II \u2013 Prescrever a prática de procedimentos 
cinesiológicos compensatórios as atividades laborais e do 
cotidiano, sempre que diagnosticar sua necessidade; 
FISIOTERAPIA DO TRABALHO 
 A descrição emitida pelo MTE/CBO destaca que o especialista fisioterapeuta do trabalho 
executa: avaliação a clientes e pacientes (funções musculoesqueléticas; avaliação ergonômica; 
qualidade de vida no trabalho); estabelece o diagnóstico fisioterapêutico (coleta dados; solicita 
exames complementares; interpreta exames; estabelece prognóstico; prescreve a terapêutica; 
estabelece nexo de causa cinesiológica funcional ergonômica); planeja estratégias de intervenção 
(define: objetivos, condutas e procedimentos, ... 
... frequência e tempo de intervenção; indicadores epidemiológicos de acidentes e incidentes; 
programas de atividades físicas funcionais; participa na elaboração de programas de 
qualidade de vida); implementa ações de intervenção (interpreta indicadores epidemiológicos 
de acidentes e incidentes; implementa ações de conscientização, correção e concepção; 
analisa fluxo de trabalho; presta assessoria; adequa as condições de trabalho às habilidades 
do trabalhador; adequa fluxo, ambiente e posto de trabalho; implanta programas de pausas 
compensatórias; organiza rodízios de tarefas; promove a melhora de performance morfo-
funcional; reintegra trabalhador ao trabalho; aplica a ginástica laboral); educa em saúde 
(propõe mudanças de hábito de vida; orienta clientes, pacientes, familiares e cuidadores; 
ensina e corrige modo operatório; implementa a cultura ergonômica; desenvolve programas 
preventivos e de promoção de saúde); gerencia serviços de saúde (elabora critérios de 
elegibilidade; elabora projetos; elabora e avalia processos seletivos; supervisiona estágios; 
analisa custos); executa atividades técnico-científicas; trabalha com segurança; comunica-se 
(registra procedimentos e evolução de clientes e pacientes; orienta profissionais da equipe de 
trabalho; emite relatórios, pareceres técnicos, atestados, laudos de nexo de causa laboral) 
ATUAÇÃO DO FISIOTERAPEUTA DO 
TRABALHO DENTRO DE UMA EMPRESA 
\uf0a5 Exames admissionais; 
\uf0a5 Exames periódicos; 
\uf0a5 Exames demissionais; 
\uf0a5 Fazer atuar a NR-17; 
\uf0a5 Fazer AET por meio de ferramentas de análise do posto de 
trabalho; 
\uf0a5 Fazer prevenção das LER/DORT por meio de cinesioterapia 
laboral preparatória e compensatória; 
\uf0a5 Fazer o tratamento das LER/DORT por meio de aparelhagem 
de fisioterapia, cinesioterapia e reeducação postural; 
\uf0a5 Participar do Comitê de Ergonomia (COERGO). 
ESTRUTURA CURRICULAR 
\uf0a5 Pedagogia 
\uf0a5 Didática 
\uf0a5 Esportes 
\uf0a5 Lazer, saúde e qualidade de vida 
\uf0a5 Recreação 
\uf0a5 Fisiopatologia 
\uf0a5 Biomecânica 
\uf0a5 Ergonomia 
\uf0a5 Saúde do Trabalhador 
\uf0a5 Psicologia 
LIMITES PROFISSIONAIS 
 E ÉTICA 
\uf0a5 A abordagem dos fisioterapeutas está relacionada a prevenção de 
DORT/LER, o que passa pelo conhecimento prévio das patologias e 
recursos terapêuticos e, nos casos da ginástica compensatória para 
prevenção de fadiga, dor e/ou lesões músculo-ligamentares. 
\uf0a5 Já os educadores atuam na motivação, recreação, integração e 
performance física. Devendo assim ambos atuarem em conjunto, 
sendo que em alguns ambientes de trabalho aplica-se mediante 
diagnóstico ergonômico modalidades distintas e, a partir deste 
diagnóstico é recrutado ou um ou outro profissional. 
 (COFFITO \u2013 Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia 
Ocupacional; Parecer Consultivo \u2013 Ginástica Laboral) 
 
LIMITES PROFISSIONAIS 
E ÉTICA 
\uf0a5 Mesmo num programa de saúde do trabalhador, com abordagem 
multiprofissional, envolvendo Educação Física, Serviço Social, 
Medicina, Fisioterapia e Engenharia (Ergonômica) devem ser 
respeitados os limites e competências de cada profissão envolvida, 
para uma maior eficácia do programa. Destes profissionais, é o de 
Educação Física o que tem formação, competência e amparo legal, 
para atuar no planejamento, prescrição e dinamização de atividades 
físicas, considerando não apenas os aspectos ergonômicos, 
cinesiólogicos e fisiológicos, mas também os pedagógicos psicológicos 
e sócio-culturais envolvidos nas necessidades decorrentes da 
atividade laboral. 
 (CONFEF - Conselho Federal de Educação Física; Considerações sobre 
Ginástica Laboral e Fisioterapia Laboral - 8 de dezembro de 2008) 
 
GINÁSTICA LABORAL OU 
CINESIOTERAPIA LABORAL 
\uf0a5 \u201cGinástica Laboral\u201d é a expressão que descreve uma das modalidades 
de intervenção do fisioterapeuta, como ferramenta de prevenção na 
área da saúde do trabalhador, uma vez que a concepção de prevenção 
de doenças e agravos à saúde, bem como a assistência à saúde 
perpassa pelos conceitos e pelas práticas multiprofissionais 
integralizadas, multi e interdisciplinares, sendo totalmente adequado o 
uso da expressão e a prática da mesma por fisioterapeutas que 
prestam assistência em empresas por meio da ergonomia. 
\uf0a5 Neste caso temos problemas de interpretação da tradução da palavra 
\u201cginástica\u201d, o que se formos buscar a origem das palavras nós 
provavelmente não trabalharíamos sabendo que a origem/tradução da 
palavra é trabalho = tri palho (instrumento de tortura). 
 
 
Orientação 
Postural In Locu 
Treinamentos 
Melhorias 
Ergonômicas 
Ginástica 
Laboral 
Massagens 
Comitê de 
Ergonomia 
PROGRAMA DE 
PROMOÇÃO DA SAÚDE 
Fonte: Ollay, 2009 \u2013 I Congresso Brasileiro de Fisioterapia do Trabalho (CBFT) 
Promoção de Saúde e Qualidade de Vida 
GINÁSTICA LABORAL (GL) 
 
\uf0a5 Ginástica \u2013 Ato de exercitar o corpo para se 
fortalecer e dar agilidade. 
\uf0a5 Laboral \u2013 labor - Relacionada ao trabalho 
GINÁSTICA LABORAL 
Histórico 
\uf0a5 1925 - Polônia, Bulgária, Alemanha Oriental, Holanda, Rússia e 
Japão (1928). Após a Segunda Guerra Mundial foi difundida por 
todo o país. 
\uf0a5 No Brasil começou a ser implantada em 1969. Na segunda 
metade da década de 80, a prática de atividades físicas nos 
locais de trabalho, como ginástica laboral, se associa ao 
aparecimento das LER/DORT. Em 1987 houve o reconhecimento 
oficial da chamada, doença dos digitadores. 
\uf0a5 Nos anos 90, ápice da GL no Brasil, as empresas passaram a 
introduzi-la nas rotinas de trabalho (FIGUEIREDO e 
MONT\u2019ALVÃO, 2005). 
DOENÇAS OCUPACIONAIS 
\uf0a5 As lesões por esforço repetitivo (LER/DORT) compreendem um 
conjunto de doenças, com aparecimento e evolução de caráter 
insidioso, origem multifatorial complexa, que atingem os 
músculos, tendões e nervos dos membros que têm relação 
direta com as exigências das tarefas, dos ambientes físicos e da 
organização do trabalho. São inflamações provocadas por 
movimentos manuais repetitivos, continuados, rápidos e/ou 
vigorosos, durante um longo período de tempo. 
 
GINÁSTICA LABORAL (GL) 
 
 Conceito 
 A ginástica laboral (GL) apresenta como característica 
principal a realização