Aula08_CEE2
16 pág.

Aula08_CEE2


DisciplinaConversão Eletromecânica de Energia 2251 materiais1.266 seguidores
Pré-visualização2 páginas
8 \u2013 A máquina de indução \u2013 métodos de partida 1
Métodos de PartidaMétodos de Partida
\uf0d8 Partida direta
Força ComandoForça Comando
\u2022 Emprega apenas uma chave (contatora)
\u2022 Utiliza diretamente a tensão da redeUtiliza diretamente a tensão da rede
\u2022 Dependendo da categoria do motor, a partida pode apresentar um torque 
muito reduzido e uma corrente elevada causando grande impacto na redemuito reduzido e uma corrente elevada, causando grande impacto na rede
8 \u2013 A máquina de indução \u2013 métodos de partida 2
Métodos de PartidaMétodos de Partida
\uf0d8 Partida estrela-triângulo
\u2022 Necessita de mais chaves contatoras
\u2022 Permite a redução da corrente de partida pela redução da tensão aplicada ao\u2022 Permite a redução da corrente de partida pela redução da tensão aplicada ao 
enrolamento (1/3 da corrente de partida em \uf044)
P i d t di i t t i ã t á i\u2022 Precisa de um correto dimensionamento e temporização, caso contrário a 
corrente na partida pode ser alta e o impacto na rede continua grande
8 \u2013 A máquina de indução \u2013 métodos de partida 3
Métodos de PartidaMétodos de Partida
\uf0d8 Partida com enrolamento repartido (dupla tensão)
\u2022 Necessita de mais chaves contatoras\u2022 Necessita de mais chaves contatoras
\u2022 Reduz a corrente de partida pela redução da tensão aplicada aos 
l t ( té 1/9 d t d tid \uf044)enrolamentos (até 1/9 da corrente de partida em \uf044)
\u2022 Do mesmo modo, precisa de um correto dimensionamento, caso contrário a 
corrente de partida pode ser alta e o impacto na rede continua grande
8 \u2013 A máquina de indução \u2013 métodos de partida 4
Métodos de PartidaMétodos de Partida
\uf0d8 Partida com chave compensadora
\u2022 Necessita de mais chaves contatoras
\u2022 Reduz a corrente de partida pelo princípio da redução da tensão aplicada\u2022 Reduz a corrente de partida pelo princípio da redução da tensão aplicada
\u2022 Emprega um auto-transformador cuja tensão de saída é determinada por 
\u201ct \u201d t l d h\u201ctaps\u201d e controlada por chaves
8 \u2013 A máquina de indução \u2013 métodos de partida 5
Métodos de PartidaMétodos de Partida
\uf0d8 Partida com chave estática (\u201csoft-starter\u201d)
Tensão da fonte
T ãTensão no motor
\u2022 Aplica gradualmente a tensão ao motor, realizando uma partida \u201csuave\u201d
P it fi õ d d t\u2022 Permite configurações de segurança para o operador e para o motor, 
evitando riscos de defeitos
\u2022 Seu custo pode ser inferior ao de outros tipos de partidaSeu cus o pode se e o ao de ou os pos de pa da
\u2022 Reduz corrente na partida, mas tem o inconveniente de reduzir o torque 
drasticamente
8 \u2013 A máquina de indução \u2013 métodos de partida 6
Métodos de FrenagemMétodos de Frenagem
\uf0d8Utilizados quando se necessita frear rapidamente o motor de indução
\uf0d8 Frenagem por reversão instantânea (\u201cplugging\u201d)\uf0d8 Frenagem por reversão instantânea ( plugging )
\u2022 Aplica instantaneamente tensão em sequência inversa ao motor, desligando 
em seguida
\u2022 A energia cinética das partes girantes é dissipada praticamente toda no rotor
\u2022 Pode trazer danos ao motor, dependendo da velocidade e da inércia da carga
8 \u2013 A máquina de indução \u2013 métodos de partida 7
Métodos de FrenagemMétodos de Frenagem
\uf0d8 Frenagem por injeção de corrente contínua (frenagem dinâmica)
O ã FOperação Frenagem
A li ã í d f d\u2022 Aplica tensão em corrente contínua a duas fases do motor
\u2022 Apenas uma fração da energia cinética das partes girantes é dissipada no 
rotorrotor
\u2022 Mais lenta, porém com menor impacto do que a frenagem por reversão
8 \u2013 A máquina de indução \u2013 métodos de partida 8
Pl d Id tifi ã d M t Elét iPlaca de Identificação de Motores Elétricos
\uf0d8A placa de identificação de um motor de indução trifásico é exigida 
por norma (NBR 7094)por norma (NBR 7094)
WEGÃO
8 \u2013 A máquina de indução \u2013 métodos de partida 9
Placa de Identificação de Motores ElétricosPlaca de Identificação de Motores Elétricos
WEGÃO
Codificação:
WEGÃO 1) CA | trifásico | carcaça | data | número de série
O código da carcaça é padronizado por norma. O 
identificador 132S indica que a altura de eixo doidentificador 132S indica que a altura de eixo do 
motor é de 132 mm (até o pé) e o comprimento do 
pacote magnético é o menor da linha 
Dimensões padronizadas (mm): 63, 71, 80, 90, 
100, 112, 132, 160, 180, 200, etc
Letras: S (\u201csmall\u201d) M (\u201cmedium\u201d) L (\u201clarge\u201d)Letras: S ( small ), M ( medium ), L ( large ). 
Para a carcaça 132, S representa 140 mm e M 
representa 178 mm.
2) Tipo | freqüência | categoria de torque (N, H ou D: ver aula 6)
3) Potência nominal | rotação nominal3) Potência nominal | rotação nominal
Potências padronizadas (CV): 1; 1,5; 2; 3; 5; 7,5; etc.
A rotação nominal e a frequência \u201camarram\u201d o número de polosA rotação nominal e a frequência amarram o número de polos.
8 \u2013 A máquina de indução \u2013 métodos de partida 10
Placa de Identificação de Motores ElétricosPlaca de Identificação de Motores Elétricos
WEGÃO
Codificação:
WEGÃO
4) fator de serviço | classe de isolação | relação entre 
corrente de partida e nominal | índice de proteção
O f t d i i di b tíO fator de serviço indica a sobrecarga contínua que o 
motor pode suportar em operação. O valor 1.15 diz 
que este motor suporta potências no eixo 15 % 
i à tê i i l d ifisuperiores à potência nominal sem se danificar.
A classe de isolação está relacionada com os 
materiais isolantes empregados no motor e as e s so es e p eg dos o o o e s
temperaturas que estes materiais suportam.
Classe A (105 oC) Classe E (120 oC) Classe B (130 oC)Classe A (105 oC) Classe E (120 oC) Classe B (130 oC)
Classe F (155 oC) Classe H (180 oC)
O valor de Ip/In é muito importante no dimensionamento de comando e proteção p p p ç
dos motores.
O índice de proteção tem dois algarismos. O primeiro indica a proteção contra 
penetração de corpos sólidos e o segundo indica proteção contra líquidospenetração de corpos sólidos e o segundo indica proteção contra líquidos.
8 \u2013 A máquina de indução \u2013 métodos de partida 11
Placa de Identificação de Motores ElétricosPlaca de Identificação de Motores Elétricos
WEGÃO Codificação:
4) fator de serviço | classe de isolação | relação entre 
corrente de partida e nominal | índice de proteção
Indicações de algarismos (NBR 9884)
IP55
2º Algarismo (Proteção contra água)
1º Algarismo (Proteção contra corpos sólidos)
Valor Indicação
g ( ç g )
Valor Indicação
0 Sem proteção
1 Pingos de água na verticalValor Indicação
0 Sem proteção
1 Corpos estranhos de dimensões acima de 50mm
1 Pingos de água na vertical
2 Pingos de água ate a inclinação de 15o com a vertical
3 Água de chuva até a inclinação de 60o com a vertical
2 Corpos estranhos de dimensões acima de 12mm
3 Corpos estranhos de dimensões acima de 2,5mm
4 Corpos estranhos de dimensões acima de 1,0mm
4 Respingos de todas as direções
5 Jatos d\u2019água de todas as direções
6 Água de vagalhões
5 Proteção contra acumulo de poeiras prejudiciais ao motor
6 Totalmente protegido contra a poeira
7 Imersão temporária
8 Imersão permanente
8 \u2013 A máquina de indução \u2013 métodos de partida 12
Placa de Identificação de Motores ElétricosPlaca de Identificação de Motores Elétricos
WEGÃO
Codificação:
5) Tensões nominais de operação | correntes nominais5) Tensões nominais de operação | correntes nominais
Por exemplo, para conexão em 220 V, a corrente 
nominal é de 26,4 A.
6) Regime de serviço | temperatura ambiente | altitude
O regime de serviço é especificado por norma 
(NBR 7094) e define a regularidade da carga a que 
o motor é submetido (carga no eixo). Os regimes 
mais comuns são os regimes S1, S2 e S3.
S1 (contínuo) S2 (tempo limitado) S3 (intermitente periódico)( ) ( p ) ( p )
8 \u2013 A máquina de indução \u2013 métodos de partida 13
Placa de Identificação de Motores ElétricosPlaca de Identificação de Motores Elétricos
WEGÃO Codificação:
6) R i d i | t t bi t | ltit d6) Regime de serviço | temperatura ambiente | altitude
A temperatura ambiente e a altitude indicam 
valores nominais para os quais o motor foivalores nominais para os quais o motor foi 
projetado. Caso o motor venha a operar além 
destes limites, é necessário garantir que a carga do 
motor fique abaixo da nominal. Existem