CCG080
15 pág.

CCG080


DisciplinaContabilidade e Mercado de Trabalho2.051 materiais7.699 seguidores
Pré-visualização7 páginas
pela International Federation of Accounting (IFAC), Ministério do Trabalho e 
Emprego, Conselhos Federais de Contabilidade, Economia e Administração e Associação dos 
Engenheiros de Produção; para a pesquisa em obras de referência, utilizou-se bibliografias 
que tratam sobre a controladoria e o papel do controller; para a busca de resultados em 
estudos empíricos foram observados resultados de pesquisas publicados em artigos por outros 
autores, e será apresentado juntamente com os resultados da pesquisa que foi aplicada para o 
desenvolvimento deste trabalho; para verificar a práxis foi realizada pesquisa desenvolvida 
por meio de análise documental no informe publicitário, denominado Painel Executivo da 
Revista Exame. 
Quanto à pesquisa realizada na revista Exame, primeiro ocorreu a identificação do 
material e posteriormente a separação das edições que continham anúncios de recrutando de 
profissionais da área de controladoria. Os dados foram organizados de modo que evidenciasse 
os seguintes critérios: identificação das funções do controller, que seriam desenvolvidas nas 
organizações; competências, que são os atributos pessoais do candidato; idioma, como 
segunda ou terceira língua; formação acadêmica, que foram considerados os cursos graduação 
e pós-graduação e tempo de experiência na área. Os referidos critérios foram organizados nas 
tabelas à medida que são identificados nos anúncios da Revista Exame. 
A Revista Exame é publicada quinzenalmente e em todas as edições são editados 
anúncios de recrutamento. Foram analisadas 120 revistas, no período de julho de 2004 a junho 
de 2009. Destaca-se que no ano de 2004 não foram encontrados anúncios de recrutamento de 
profissional da área da controladoria, e no período de janeiro a junho de 2009, apenas um 
anúncio foi identificado. Deste universo, foram encontrados 76 anúncios de recrutamento de 
profissionais da área de controladoria. 
Os dados foram tabulados utilizando as planilhas do programa excel, onde foram 
elencados os termos e realizada a contagem para identificar quantas vezes esses termos se 
apresentam para caracterizar o perfil do profissional controller. Os dados são apresentados em 
tabelas, formatadas para demonstrar o número de solicitações para cada item pesquisado, por 
ano. São considerados os valores absolutos e relativos como forma de facilitar a análise. A 
relatividade se dá entre o valor encontrado para cada opção e valor total das opções, num 
determinado ano. 
 Os setenta e seis anúncios encontrados foram distribuídos de maneira não uniforme, 
no decorrer dos cinco anos, como, evidenciado na tabela 1. 
 
 4 
Anos Número de anúncios 
2004 0 
2005 5 
2006 23 
2007 29 
2008 18 
2009 1 
Totais 76 
Fonte: Revista Exame (2004 a 2009). 
Quadro 1: Número de anúncios por ano 
 
 O período de realização da pesquisa foi de julho/2004 a junho/2009, logo, no ano de 
2004 foram considerados sete meses, nos quais não houve publicação de anúncios. Em 2005, 
registram-se apenas cinco anúncios. Os anos de 2006 e 2007 são os anos que apresentam 
maior número de anúncios, 23 e 29, respectivamente. No ano de 2008 ocorre uma diminuição 
(18 anúncios), e nos seis meses de 2009, houve apenas um anúncio neste período. 
 O fato da diminuição de recrutamento nos anos de 2008 e 2009 pode estar atrelado à 
crise no setor financeiro, que, de certa forma, leva as organizações a agir com maior cautela, 
evitando novas contratações. 
 
3. CONTROLADORIA 
Assim como as demais profissões, a contabilidade também desenvolve suas atividades 
para atender as necessidades das organizações no que diz respeito à melhoria da gestão. 
Segundo Catelli (2001), a contabilidade, como ciência, possui uma base conceitual rica, mas 
não é suficiente para prover os gestores de informações úteis ao gerenciamento. Como a 
contabilidade tradicional não é suficiente para atender a certas especificidades, é natural que 
surjam segmentos de atividades voltadas a melhorar a qualidade da gestão nas organizações. 
Para suprir esta lacuna nas organizações surge a controladoria, que, conforme Catelli 
(2001), é uma evolução da contabilidade tradicional e atua nas organizações que são definidas 
como sistemas abertos interagindo com outros sistemas num dado ambiente. 
Já, Lunkes e Schnorrenberger (2009) apontam como resultado de suas pesquisas, que a 
controladoria é tão antiga quanto à própria contabilidade, pois, os primeiros registros do uso 
do controle ocorrem no antigo Egito, onde o tesoureiro do faraó é responsável pela verificação 
dos estoques de cereais. 
 
3.1 Atribuições da controladoria 
De forma ampla, as atribuições da controladoria estão relacionadas, segundo Oliveira, 
Perez Jr. e Silva (2007), ao planejamento de médio e longo prazo de organizações com ou 
sem finalidades lucrativas. E essas atribuições são a de prover o gestor de informações 
capazes de assegurar o processo de gestão. 
 Lunkes e Schnorrenberger (2009) detalhando como a controladoria pode atuar nos 
sistemas vitais das organizações, estabelecem que os pressupostos básicos necessários para 
tal, são: a coordenação, planejamento e controle; as relações das informações, que devem ser 
compreendidas em dimensão sistêmica; a relação humana que deve ser considerada e a 
cobrança dos resultados deve estar atrelada aos instrumentos utilizados no seu alcance. Os 
autores definem os sistemas de gestão como sendo: 
\u2022 Planejamento: que é a definição de objetivos da organização norteadores de 
suas ações. Uma das funções da controladoria é a de harmonizar o conjunto de 
objetivos do planejamento de uma organização; 
 5 
\u2022 Controle: para que os resultados sejam alcançados é necessário e fundamental 
que as ações sejam acompanhadas pela controladoria, que auxilia os gestores 
provendo-o de informações a respeito do desempenho e comportamento das 
ações. Além disso, pode sugerir medidas corretivas baseadas em erros e acertos 
ocorridos; 
\u2022 Sistema de informação: responsável pelo registro, processamento dos dados e 
posterior disseminação das informações. A controladoria pode atuar na 
coordenação dos sistemas de gestão, no direcionamento dos objetivos 
determinados no planejamento e na adequação e inovação dos sistemas. 
\u2022 Gestão de pessoal: abrange o conjunto dos recursos humanos da organização e, 
juntamente com os demais sistemas, operacionaliza as atividades empresariais 
na busca de seus objetivos. A controladoria pode atuar nos princípios e estilos 
de gestão, na motivação e incentivo, e no aperfeiçoamento dos colaboradores; 
\u2022 Organizacional: é a forma de organizar e dispor os componentes da 
organização, agrupando as atividades que operacionalizam as funções de 
planejamento, controle e sistema de informações. Cabe à controladoria a 
função de coordenar esses subsistemas, devendo sempre prevalecer os 
interesses do sistema maior, que é a organização como um todo. 
A controladoria atua na harmonização e na interligação dos sistemas, proporcionando 
ao gestor uma visão clara de todos os níveis da organização, desde o planejamento até a 
execução. Além disso, a controladoria facilita a comunicação entre os sistemas. 
Catelli (2001) entende que a controladoria deve ser vista como um órgão 
administrativo que responde por todo o processo relacionado ao sistema de informação da 
organização, e não deve ser vista como um método, voltada a como fazer 
São muitas as atribuições da controladoria, logo, o profissional que atua nesta área 
deve possuir um perfil profissional e pessoal desenvolvido e dotado de qualidades específicas. 
 
3.2 O controller 
 O profissional que desenvolve as funções relacionadas à controladoria hoje é 
denominado, no Brasil, controller. No entanto, ao longo do tempo e nos diversos países, esta 
função teve várias atribuições diferentes, e o próprio termo sofreu alterações no decorrer da 
história. 
 
3.2.1 Evolução etimológica 
O termo controller, segundo Crow (2007), tem origem do latim medieval, que era 
utilizado para a função de controle da