Apostila UNIJUÍ - Sistema integrado de informações
174 pág.

Apostila UNIJUÍ - Sistema integrado de informações


DisciplinaAdministração de Sistemas de Informação6.054 materiais28.730 seguidores
Pré-visualização42 páginas
e conhecimentos.\u201d Não estão
incluídos na definição apenas os equipamentos, máquinas e o software.
Fazem parte da definição as tecnologias intelectuais utilizadas para gerenciar todo o ciclo
da informação numa organização. São necessários conhecimentos relativos ao planejamento
de informática, desenvolvimento de sistemas, suporte de software e hardware, bem como os
processos de produção e operação de programas de informática.
A Tecnologia da Informação envolve tudo o que a sociedade global produz e que
esteja relacionado com informática, processamento de dados e informações, geração
de conhecimento com recursos digitais. Inclui ainda o armazenamento e a transmissão
de dados e informações, acesso por parte do público e a prestação dos mais variados
serviços.
O que querem as empresas com a Tecnologia da Informação? Veja bem, elas desejam
basicamente alcançar as seguintes metas:
\u2022 redução do tempo e esforço do trabalho;
\u2022 aumento da produtividade;
\u2022 melhoria da qualidade;
\u2022 aumento da competitividade;
\u2022 aumento nos resultados de suas atividades.
EaD
53
SISTEMA INTEGRADO DE INFORMAÇÕES
Ou seja, pela Tecnologia da Informação as empresas, digamos assim, querem viver
melhor e mais tranqüilamente num mercado em que isso já é quase impossível. Você teria aí
uma outra meta para as organizações com a Tecnologia da Informação? Pense na geração
de emprego. Note que quanto mais se informatiza menos necessários serão determinados
tipos de empregos, e mais necessários serão outros tipos. A seu ver, quais estão em ascensão
e quais estão em queda? Pois bem, meu caro leitor, assim é com os órgãos públicos, ou eles
se atualizam constantemente, ou deixam de prestar bons serviços com otimização dos re-
cursos. E a Tecnologia da Informação é apenas um recurso para ajudar esses órgãos a serem
criativas em suas atividades.
Uma pergunta para a melhoria de nossa cultura geral e entendimento das questões
relacionadas à Tecnologia da Informação é: afinal, como foi que a TI evoluiu e chegou até
nós? Vejamos um pequeno esquema que nos ajudará na compreensão mais ampla de TI nas
empresas. Analise a seqüência de três tempos da Tecnologia da Informação.
\u2022 No primeiro tempo a TI era utilizada apenas para transações. Ocorre na década de 60, em
que os computadores eram utilizados para fazer a contabilidade das empresas.
\u2022 No segundo tempo, a informação começa a ser privilegiada. Ocorre nos anos 70 e 80, e a
informática passa a ser utilizada para gerar informação nas empresas e organizações. Foi
o tempo dos CPDs e seus bancos de dados.
\u2022 No terceiro tempo, a partir dos anos de 90, a TI passa a ser utilizada pelos níveis estraté-
gicos governamentais, visando a torná-los mais eficazes. Ela desde então vem sendo uti-
lizada cada vez mais no Planejamento Estratégico, tático e operacional, marketing,
automação de escritórios e de diversos processos em todos os tipos de organizações, aná-
lise e simulações de cenários, e assim por diante.
Então veja bem, a Tecnologia da Informação vem evoluindo, e rapidamente. Podemos
afirmar que ela nem sequer amadureceu. Quais seriam as próximas utilidades da Tecnologia
da Informação, isto é, as suas tendências? Você arrisca uns palpites? Anote-os no quadro a
seguir. Sei que você não é profeta, mas em tendências somos todos capazes de propor algo.
Veja bem o seguinte: todo administrador deve ser capaz de perceber tendências, e aqui está
uma oportunidade excelente para faturar algumas idéias.
EaD Si kberto Renaldo Marks
54
Vou dar uma dica para as suas reflexões. Acesse a Internet, no Google,
e busque por \u201ctendências da TI\u201d, ou equivalente. A Consultoria Gartner pre-
parou uma lista de tendências da TI sob o título \u201cConheça as dez tendências
em TI que irão mudar o rumo das empresas\u201d, disponível em: <http://
www.a dmi nis tra dores.com.br/notici as/conheca_as_dez_tendencias _em_ti_que_
irao_mudar_rumo_das_empresas/14239/>.
Quando acessei esse site na Internet havia outros 1.599.999 sites disponíveis, sob essa
busca. Garanto que você vai encontrar um deles. Ah, sim, um cuidado muito importante: não
precisa ler todos eles, mas imagine algo na seguinte linha de raciocínio: computadores cada
vez menores e mais potentes; computação por telecomunicação; empresas cada vez mais vir-
tuais; inteligência artificial disseminada; fibras óticas intensamente utilizadas; tecnologias de
reconhecimento de voz e escrita manual, funcionais e bem desenvolvidas; reconhecimento de
gestos \u2013 e que tal o reconhecimento do pensamento, por meio de eletrodos...
Acho que agora seria bem interessante também estudarmos algo sobre as aplicações
da Tecnologia da Informação nas organizações. Esse ponto é fácil de entender, embora de-
veras importante, certo? Você a essa altura já deve até saber. A Tecnologia da Informação
serve para suprir os sistemas de informação das organizações, como os Sistemas de Informa-
ção Operacional, Sistemas de Informação Gerencial, Sistemas de Informação Estratégicos,
Sistemas Especialistas, Sistemas de Apoio à Decisão, e outros que venham a ser desenvolvi-
dos. Também serve para a automação administrativa, sistemas supervisores e automação
industrial.
Vejamos mais detalhadamente. A automação industrial envolve a robotização das
máquinas. É como dizem por aí, as máquinas trabalham sozinhas, mas não é bem isso: se
antes elas trabalhavam operadas por seres humanos o tempo todo, agora elas o fazem co-
mandadas por computadores e seus programas.
 
EaD
55
SISTEMA INTEGRADO DE INFORMAÇÕES
Nos sistemas supervisores ocorre o controle das máquinas automatizadas, sua utili-
zação, a carga delas, disponibilidade, produtividade e a qualidade da produção. Veja só que
interessante, computadores fazendo as máquinas trabalhar e outros computadores avalian-
do se elas estão trabalhando conforme o programado.
Saindo da fábrica, na automação administrativa temos a automação dos processos
administrativos em geral, em que a Tecnologia da Informação vem se desenvolvendo rapida-
mente. Na automação dos escritórios vemos cada vez mais as planilhas eletrônicas,
processadores de texto, videoconferência, Intranet e Extranet, banco de dados, correio eletrô-
nico, formulários eletrônicos e muito mais. Nos Sistemas de Apoio à Decisão \u2013 SADs \u2013 temos
os sistemas especialistas, os datawarehouses, os dataminig, bancos de dados de clientes,
análises de perfil de clientes, de todos os tipos de clientes interessados, análise de desempe-
nho da prefeitura, Estado ou Federação. Para os Sistemas de Informação Estratégicos temos
os mesmos recursos do SAD, mas utilizados em outros níveis de abrangência e profundida-
de, com análises estratégicas da informação, simulações de negócios, análise dos concor-
rentes, análise de cenários, e assim por diante.
Quantas coisas se pode fazer com a Tecnologia da Informação, não é mesmo? E veja que
ela se desenvolveu ao longo das últimas seis décadas. E quanto mais recente o nosso foco de
atenção, mais velozmente a Tecnologia da Informação se desenvolve e nos brinda com novi-
dades. Ficamos até curiosos sobre como ela será em 2012, uma data bonita em termos de
números. Que novidades teremos nesse ano? Certo é que muitas coisas mudarão até lá!
Seção 2
O profissional de Tecnologia da Informação
O trabalho de um profissional de Tecnologia da Informação é bastante complexo, e
cada vez mais importante no mundo dos negócios. Há cursos específicos de Tecnologia da
Informação. Em resumo, esses profissionais envolvem-se desde o planejamento e organiza-
ção de um sistema de informação como cuidam do processamento, do armazenamento e da
disponibilização das informações aos usuários. Eles também se responsabilizam pelos pro-
gramas, bancos de dados, fluxo de informações na empresa e home pages.
EaD Si kberto Renaldo Marks
56
Um bom profissional deve entender as características do
negócio das empresas, as especificidades das demandas sociais
das organizações públicas, suas questões estratégicas, seus desa-