CCJ0009-WL-AMMA-03-Narrativa jurídica simples e valorada [Modo de Compatibil
21 pág.

CCJ0009-WL-AMMA-03-Narrativa jurídica simples e valorada [Modo de Compatibil


DisciplinaTeoria e Prática da Narrativa Jurídica736 materiais3.492 seguidores
Pré-visualização2 páginas
AULA 3
18
8- Uma tarde, a autora foi procurada por seu então chefe, Sr.
Horácio de Melo Alencar, que lhe perguntou se ela gostaria de
ir trabalhar como administradora em um escritório de
advocacia, por um salário igual ao que então percebia como
secretária.
9- A autora, de início, manifestou surpresa, chegando a duvidar
do que julgava ser tanta sorte. O Sr. Alencar, porém,
tranqüilizou-a: tinha um amigo - o Sr. Ranulfo Azevedo -
homem sério, advogado conceituado, que procurava
justamente uma administradora profissional para seu escritório
de advocacia.
10- Como se tratava de firma ainda pequena, não fazia
questão o Sr. Ranulfo de um ou de uma profissional
experiente: queria alguém que tivesse um diploma, bom senso,
disposição para trabalhar, e, sobretudo, vontade de crescer
junto com a organização. AULA 3
19
11- Lembra-se a autora de que, já naquela ocasião, comentara
com o Sr. Alencar que \u201cpobre quando vê muita esmola,
desconfia" e que estava achando a oportunidade "boa demais
para ser \u201cverdade\u201d.
12-O Sr. Alencar disse , contudo, que já tinha conversado a
respeito com o Sr. Ranulfo e que tinha sido, aliás, o próprio Sr.
Ranulfo o primeiro a dizer que estava procurando alguém para
administrar seu escritório e que se manifestara entusiasmado,
ao saber que ela, autora, a secretária de seu amigo Alencar,
tinha recentemente se formado em administração.
13- O ex-chefe da autora chegou' até a acrescentar que fora o
próprio Sr. Ranulfo que, ao mesmo tempo em que elogiava os
atributos físicos da autora, perguntara quanto ela ganhava e
pedira permissão ao Sr. Alencar para convidá-la para trabalhar
com ele, Ranulfo.
AULA 3
20
14- Por aí já se vê, desde o primeiro momento, quais fossem
as intenções do réu, misturando indevidamente, como
qualificações para preencher o cargo vago em sua empresa,
dotes de beleza física e aptidões profissionais.
15- Permite-se a autora, nesse passo, a bem da precisão da
narrativa dos fatos, transcrever a expressão exata que teria
sido usada pelo réu: de fato, segundo o Sr. Alencar, seu amigo
Ranulfo teria dito:
\u201c_ você quer me dizer que sua secretária é formada em
administração? Mas ela é 'gostosa demais'! Você ia ficar muito
chateado se eu convidasse ela para trabalhar comigo?\u201d
16- A frase desrespeitosa foi transmitida ipsis litteris à autora
pelo Sr. Alencar. A autora, porém, infelizmente, não a tomou
devidamente em conta.
(...)
AULA 3
21
QUESTÕES
a) Resuma, em até cinco linhas, qual a versão narrada pela 
parte autora.
Sugiro que se faça o mesmo com a contestação
b) Identifique, na transcrição desse segmento, pelo menos
três informações que a parte ré não teria narrado. Justifique
por quê.
C) Identifique pelo menos dois recursos linguísticos que
visem a valorar os fatos a favor da parte autora.
AULA 3