79_METEOROLOGIA_E_CLIMATOLOGIA_VD2_Mar_2006
1 pág.

79_METEOROLOGIA_E_CLIMATOLOGIA_VD2_Mar_2006


DisciplinaClimatologia1.972 materiais35.204 seguidores
Pré-visualização1 página
METEOROLOGIA E CLIMATOLOGIA
Mário Adelmo Varejão-Silva
Versão digital 2 \u2013 Recife, 2006
65
Em Meteorologia, ainda são usados diferentes tipos de termômetro de líquido-em-vidro,
cuja descrição sumária será abordada a seguir.
3.1.1 - Termômetros comuns.
Nos termômetros comuns, também chamados termômetros ordinários (Fig. II.1), o líqui-
do empregado é o mercúrio (Hg). Também são desse tipo os termômetros usados nos psicrô-
metros mais simples e que serão abordados no Capítulo IV.
3.1.2 - Termômetros de solo.
Termômetros de solo são termômetros comuns, que servem para a observação da tem-
peratura no interior do solo e, por essa razão, referidos na literatura especializada como geo-
termômetros (Fig. II.3),.
30 o
HASTE
SUPORTE
BULBO
Fig. II.3 - Esquema de um termômetro de solo (acima) e de um termômetro de imersão
(abaixo)
Os termômetros de solo para as profundidades de 2, 5, 10, 20, 30 e 50 cm têm a haste
longa e flexionada, permitindo que a porção enterrada fique na vertical, enquanto a parte
emergente forma com a superfície do solo um ângulo de 60o, o que facilita a realização das
leituras. O geotermômetro para 100 cm tem a haste reta, inserida em um suporte cilíndrico, que
se desloca dentro de um tubo-guia, mantido no solo. Esse termômetro é retirado do solo por
ocasião da leitura. Para evitar alteração da coluna, enquanto permanece fora do solo, o bulbo