manual_mercado_virtual
31 pág.

manual_mercado_virtual


DisciplinaIntrodução à Sist. de Inform. Integ.-erp7 materiais167 seguidores
Pré-visualização9 páginas
Vendidas de P1 nos Últimos 12
 
Gráfico 2. Quantidades Médias Vendidas de P2 nos Últimos 12 Meses
 
 
Quantidades Médias Vendidas de P1 nos Últimos 12 Meses 
Quantidades Médias Vendidas de P2 nos Últimos 12 Meses 
 
21
 
 
 
 
 
Gráfico 3. Quantidades Médias Vendidas de P3 nos Últimos 12 Meses
 
 
 
Gráfico 4. Quantidades Médias Vendidas de P4 nos Últimos 12 Meses
 
\ufffd A empresa poderá utilizar até 4 horas diárias como hora
os custos de salários e encargos sobem 100%. 
 
\ufffd O cálculo do tempo médio disponível foi feito considerando
de 11 a 12 feriados nacionais por ano, sendo que 
este total, o feriado municipal local (aniversário do município). Considerando
recentes na legislação com a criação e reconhecim
empresas compensem os feriados prolongados, ou seja, havendo folga no sistema produtivo a 
empresa concede o feriado com a condição de integrar estas horas de trabalho ao banco de 
horas. 
\ufffd Feitas estas considerações, 
número de semanas anual, ou seja, 365/7=52,14 semanas/ano. Transformadas em horas 
trabalhadas esperadas tem-
horas por feriado, ou seja, 8*13=144 horas devido a feriados nacionais, tem
trabalhadas brutas/ano. Considerando que em média 10% dessas horas são perdidas com 
necessidade fisiológicas dos funcionários, paradas programadas e não programadas, entre 
Quantidades Médias Vendidas de P3 nos Últimos 12 Meses 
Médias Vendidas de P4 nos Últimos 12 Meses 
A empresa poderá utilizar até 4 horas diárias como hora-extra, de segunda a sábado, sendo que 
os custos de salários e encargos sobem 100%. 
O cálculo do tempo médio disponível foi feito considerando-se que no 
de 11 a 12 feriados nacionais por ano, sendo que se pode acrescentar pelo menos mais um a 
este total, o feriado municipal local (aniversário do município). Considerando
recentes na legislação com a criação e reconhecimento do banco de horas, é possível 
os feriados prolongados, ou seja, havendo folga no sistema produtivo a 
empresa concede o feriado com a condição de integrar estas horas de trabalho ao banco de 
Feitas estas considerações, calcula-se o número de horas programável mensal utilizando
número de semanas anual, ou seja, 365/7=52,14 semanas/ano. Transformadas em horas 
-se: 52,14*44=2.294 horas trabalhadas brutas/ano. Descontando
ou seja, 8*13=144 horas devido a feriados nacionais, tem
trabalhadas brutas/ano. Considerando que em média 10% dessas horas são perdidas com 
necessidade fisiológicas dos funcionários, paradas programadas e não programadas, entre 
22
 
 
 
 
extra, de segunda a sábado, sendo que 
o Brasil tem-se em média 
acrescentar pelo menos mais um a 
este total, o feriado municipal local (aniversário do município). Considerando-se as mudanças 
ento do banco de horas, é possível que as 
os feriados prolongados, ou seja, havendo folga no sistema produtivo a 
empresa concede o feriado com a condição de integrar estas horas de trabalho ao banco de 
se o número de horas programável mensal utilizando-se o 
número de semanas anual, ou seja, 365/7=52,14 semanas/ano. Transformadas em horas 
se: 52,14*44=2.294 horas trabalhadas brutas/ano. Descontando-se 8 
ou seja, 8*13=144 horas devido a feriados nacionais, tem-se: 2.150 horas 
trabalhadas brutas/ano. Considerando que em média 10% dessas horas são perdidas com 
necessidade fisiológicas dos funcionários, paradas programadas e não programadas, entre 
 23
outros motivos, tem-se o seguinte número de horas líquidas anuais: 1.935, que leva ao valor de 
horas trabalhadas líquidas mensais: 161,25h. Em minutos: 9.675. 
\ufffd Da mesma forma, considerando-se que para as horas-extras seja possível alocar até 4 horas 
diárias de segunda à sábado, tem-se: (365/7)*24=1.251,42 horas-extras. Descontando-se as 
horas-extras perdidas com feriados, 4*13=72 horas, chega-se ao valor de 1.179,42h. 
Considerando que há implicações jurídicas neste assunto, será tomado este valor como a 
quantidade aceitável de horas-extras no ano, com a ressalva de que há perdas adicionais com 
as horas-extras, como perda de desempenho, de qualidade, de eficiência, entre outras, devido 
ao cansaço dos funcionários da ordem de 12%. O tempo líquido programável, neste caso, 
passa a ser 0,88*1.179,42=1.037,89h por ano e, mensalmente, 86,49 horas/mês. Em minutos: 
5.189. 
 
 Entretanto, não está descartada a possibilidade de algum evento alterar significativamente 
estes números, para mais ou para menos. No mundo dos negócios as informações que servem de 
base para a tomada de decisão têm, em sua maioria, comportamento probabilístico e, portanto, são 
tomadas como fatos que têm alta ou baixa probabilidade de ocorrer. Outros fatores como custo da 
mão-de-obra, oferta de matéria-prima, tecnologia e concorrência podem afetar o mercado 
existente. 
 
 
5. CIÊNCIAS BÁSICAS DO JOGO. 
 
CONTABILIDADE 
 
ADMINISTRAÇÃO 
 
PLANEJAMENTO DA PRODUÇÃO 
 
MATEMÁTICA FINANCEIRA 
 
ENENHARIA ECONÔMICA 
 
-Depreciação: refere-se ao desgaste de capital e não é necessariamente coincidente com o desgaste 
físico e tecnológico. Portanto, um bem está sujeito a desgaste físico, que leva à obsolescência por 
condições físicas, desgaste tecnológico, que leva à obsolescência por condições técnicas, desgaste 
financeiro, que leva à redução de seu valor contábil, ou exaustão. 
Exemplos: 
 
Obsolescência técnica: Um computador PC-486 DX em perfeitas condições de 
funcionamento é obsoleto tecnicamente, ou seja, existem máquinas mais potentes e mais 
econômicas para rodar os softwares que exigem maior capacidade de processamento. 
 
Obsolescência física: Uma fresadora que esteja com seu eixo flambado, mancais 
desgastados, cheia de folgas e incapaz de atingir a precisão operacional para a qual foi 
projetada é um equipamento fisicamente obsoleto, ou seja, não opera adequadamente 
devido a limitações de seus componentes internos, desgastados e flambados, mesmo que 
tenha sido projetada para trabalhar com a precisão adequada a muitos processos atuais. 
 
 24
Depreciação: Refere-se à perda de valor do bem com o tempo. A depreciação tem 
legislação própria e leva em consideração duração média de um bem e nem sempre 
coincide com a sua \u201cvida física\u201d. Um imóvel adquirido por $ 10.000,00 após 40 anos teria 
valor nulo contabilmente, embora pudesse estar valendo $ 1.000.000,00. 
 
Exaustão: Refere-se ao esgotamento de recursos não renováveis, como fontes de minério, 
gás e petróleo. 
 
Contabilidade: Ciência dedicada ao estudo e elaboração de metodologias para o registro e 
movimentações financeiras e econômicas, bem como de avaliação de ativos. 
Além dos princípios que norteiam o agir do profissional da área, é responsável pela formatação e 
diversos relatórios, entre os quais se destacam a DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS (DRE), 
DEMONSTRAÇÃO DE ORIGENS E APLICAÇÕES e o BALANÇO GERAL PATRIMONIAL. 
 
-Fluxo de caixa: Refere-se ao registro e acompanhamento das entradas e saídas no caixa da 
empresa. Em seu sentido gerencial envolve também estudos prospectivos com a finalidade de 
detectar possíveis faltas ou excedentes, para que as providências adequadas possam ser tomadas 
sempre ao menor custo. 
 
-Demonstração de Resultados: É um relatório contábil que discrimina as origens e as aplicações de 
recursos no período considerado. Em nosso caso, jogada (mês). 
 
-Balanço Geral: É um relatório contábil que tem como finalidade mostrar as origens dos recursos 
da empresa (passivo) e como eles estão aplicados (ativo) em um período definido. 
 
-Lucro: resultado financeiro das operações da organização, quando positivo ou nulo, do contrário, 
é chamado de prejuízo. O lucro resulta do total financeiro operacional (quando a organização está 
dedicando-se à sua atividade fim) e não-operacional (quando a organização provê receitas 
oriundas de atividades que não são o seu fim - descartando-se as operações ilegais) apurado ao fim 
de um período determinado. 
 
-Carga de máquina: É o impacto que a previsão de fabricação causa em cada equipamento 
particular e corresponde, portanto, ao