livroatencaoacrianca
200 pág.

livroatencaoacrianca

Pré-visualização50 páginas
deixar secar naturalmente. 
\u2022 Não usar medicamentos tópicos. 
A mãe deve ser incentivada a relatar imediatamente qualquer sinal ou sintoma de mastite 
para os profissionais de saúde que a acompanham, além de manter a lactação18 [C]. 
Caso a mãe perceba uma insuficiente produção do leite materno, a técnica de aleitamento 
materno e a saúde do bebê devem ser avaliadas, e a mulher deve ser apoiada para ganhar 
confiança na sua capacidade de produzir leite suficiente para seu bebê18 [C]. 
A descrição da técnica adequada e os benefícios do aleitamento materno devem ser 
apresentados aos pais18 [D]. 
Técnica de Amamentação 
A técnica de amamentação está adequada quando21: 
ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL 
 
APOIO TÉCNICO EM MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DE AÇÕES DE SAÚDE DO SERVIÇO DE SAÚDE COMUNITÁRIA 
 
79 
\u2022 A cabeça do bebê está no mesmo nível da mama da mãe, e o queixo tocando-a. 
\u2022 A boca está bem aberta. 
\u2022 O lábio inferior está virado para fora. 
\u2022 As bochechas estão arredondadas (não encovadas) ou achatadas contra a mama, 
\u2022 Vê-se pouco a aréola durante a mamada, mais a porção da aréola superior do que a inferior. 
\u2022 A mama parece arredondada, não repuxada. 
\u2022 Sucções são lentas e profundas: o bebê suga, dá uma pausa e suga novamente (sucção, 
deglutição e respiração). 
\u2022 A mãe pode ouvir o bebê deglutindo. 
\u2022 O corpo do bebê está totalmente voltado para o corpo da mãe (posição barriga com barriga), e 
um dos braços está ao redor do corpo da mãe. 
\u2022 A cabeça e o corpo do bebê estão alinhados. 
\u2022 A mãe está sentada de forma confortável e relaxada. 
\u2022 Não é necessário limpar a aréola. Banho diário e uso de um sutiã limpo são suficientes. 
 
Caso se observe alguma das situações abaixo, faz-se necessária reavaliação da técnica de 
amamentação22: 
\u2022 O bebê apresenta as bochechas encovadas durante a sucção ou realiza ruídos audíveis da 
língua. 
\u2022 A mama da mãe está esticada/deformada durante a mamada ou mamilos com estrias 
vermelhas ou áreas esbranquiçadas ou achatadas quando o bebê larga a mama. 
\u2022 A mãe apresenta dor durante a amamentação. 
9.1.2 Benefícios do aleitamento materno exclusivo 
A criança que é alimentada somente com leite materno até os 6 meses de vida apresenta 
menor morbidade, e maiores são os efeitos benéficos à sua saúde18 [B]. Existem evidências de 
que não há vantagens em se iniciar os alimentos complementares antes dos seis meses (salvo em 
alguns casos individuais), podendo, inclusivamente, haver prejuízos à saúde da criança22 [B]. 
Benefícios para o bebê: 
\u2022 Diminuição de morbidade18 [B], especificamente relacionada a infecções como 23 [B]: 
meningite bacteriana, bacteremia, diarréia22 [C], infecção no trato respiratório22 [B], 
enterocolite necrozante, otite média22 [B], infecção do trato urinário, sepse de início tardio em 
pré-termos. 
\u2022 Alguns estudos sugerem diminuição das taxas de morte súbita do lactente18, 23 [B]. 
\u2022 Redução de hospitalizações: aleitamento materno reduz risco de hospitalização por VSR 
(vírus sincicial respiratório)24 [C]. Estudo de Pelotas mostrou risco de hospitalização por 
bronquiolite 7 vezes maior em crianças amamentadas por menos de um mês. E as crianças 
não amamentadas nos primeiros 3 meses tiveram chance de hospitalização 61 vezes maior 
do que as crianças amamentadas exclusivamente22 [B]. 
\u2022 Redução de Alergias22 [B]: 
Juju
Realce
Juju
Realce
Juju
Realce
Juju
Realce
Juju
Realce
ATENÇÃO À SAÚDE DA CRIANÇA DE 0 A 12 ANOS 
 
APOIO TÉCNICO EM MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DE AÇÕES DE SAÚDE DO SERVIÇO DE SAÚDE COMUNITÁRIA 
 
80 
o O aleitamento materno exclusivo reduz o risco de asma e de sibilos recorrentes. 
o O aleitamento materno protege contra o desenvolvimento de dermatite atópica; 
o A exposição a pequenas doses de leite de vaca durante os primeiros dias de vida parece 
aumentar o risco de alergia ao leite de vaca, mas não afeta a incidência de doenças 
atópicas no futuro; 
o Os efeitos benéficos do aleitamento materno observados em todas as crianças são 
particularmente evidentes em crianças com história familiar de doenças atópicas. 
\u2022 Redução da Obesidade22 [B]. 
\u2022 O aleitamento materno sem restrições diminui a perda de peso inicial do recém-nascido22 [B], 
favorece a recuperação mais rápida do peso de nascimento22 [B], promove uma \u201cdescida do 
leite\u201d mais rápida22 [B], aumenta a duração do aleitamento materno, estabiliza os níveis de 
glicose do recém-nascido22 [C], diminui a incidência de hiperbilirrubinemia22 [D] e previne 
ingurgitamento mamário22 [D]. 
Benefícios para a mãe: 
\u2022 Involução uterina mais rápida e redução na hemorragia uterina pós-parto, devido ao aumento 
da ocitocina23 [B]. 
\u2022 Retorno ao peso anterior mais rápido23 [B]. 
\u2022 Auxílio no aumento do intervalo entre as gestações25 [B]. 
\u2022 Maior interação mãe-bebê26. 
\u2022 Aspectos econômicos: leite materno não tem custos27 [D]. 
\u2022 Praticidade: leite materno está sempre pronto para servir. 
\u2022 Diminuição do risco de câncer de mama e ovário23 [B]. 
9.1.3 Tipos de leite materno 
Colostro: Secretado até 7 dias após o parto. É adequado ao recém-nascido, pois 
apresenta maiores quantidades de fatores imunológicos, minerais, vitamina E e vitamina A 
comparados ao leite de transição e ao leite maduro. O colostro é rico em proteínas, contém baixo 
teor de lipídios e calorias. Apresenta um efeito laxante que favorece o estabelecimento da flora 
bífida no sistema digestivo e a expulsão do mecônio21. 
Leite de transição: Secretado entre o 7º dia e o 14º dia. É o leite intermediário entre o 
colostro e o maduro. 
Leite de maduro: Secretado após o 15º dia. É um leite completo e o mais adequado para a 
criança. Apresenta quantidade suficiente de água, lactose e aminoácidos essenciais (cistina e 
taurina). Contém fatores de proteção (anticorpos, leucócitos, lactoferrina, fator bífido) e enzimas 
(lípase). Tem distribuição de macronutrientes adequada: 1% de proteínas (fácil digestão) e 4% de 
gorduras (ácidos graxos essenciais - ácido graxo linoleico e linolenico e colesterol). E apresenta 
vitaminas e minerais na quantidade adequada21. 
Juju
Realce
Juju
Realce
ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL 
 
APOIO TÉCNICO EM MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO DE AÇÕES DE SAÚDE DO SERVIÇO DE SAÚDE COMUNITÁRIA 
 
81 
9.1.4 Definição de práticas de alimentação infantil28: 
Amamentação exclusiva: A criança recebe leite materno (incluindo leite ordenhado). 
Permite que a criança receba: soro oral, vitaminas, minerais e medicamentos. Não permite que a 
criança receba qualquer outro líquido ou alimento. 
Amamentação predominante: A criança recebe leite materno (incluindo leite ordenhado) 
como fonte predominante de nutrição. Permite que a criança receba: certos líquidos (água, chá, 
suco de fruta), soro oral, vitaminas, minerais e medicamentos. Não permite que a criança receba 
nada mais (especialmente outros leites). 
Amamentação complementar: A criança recebe leite materno (incluindo leite ordenhado) e 
alimentos semi-sólidos e sólidos. Permite que a criança receba: qualquer outro líquido ou alimento 
incluindo outros leites e fórmulas infantis. 
Amamentação: A criança recebe leite materno (incluindo leite ordenhado). Permite que a 
criança receba: qualquer outro líquido ou alimento incluindo outros leites e fórmulas infantis. 
Alimentação com mamadeira: A criança recebe qualquer líquido (incluindo leite materno) 
ou alimentos semi-sólidos oferecidos em mamadeira. Permite que a criança receba: qualquer 
outro líquido ou alimento incluindo leite materno, outros leites e fórmulas infantis. 
9.1.5 Contra indicações para a amamentação30 
Condições maternas infecciosas que contra-indicam o aleitamento materno (AM): 
\u2022 Mães portadoras do HIV ou HTLV (vírus linfotrófico humano de células). 
Condições maternas infecciosas que contra-indicam temporariamente o AM: 
\u2022 Infecção materna pelo citomegalovírus (CMV) contra-indica o AM em prematuros com menos 
de 32 semanas. 
\u2022 Infecção pelo vírus herpes zoster e herpes simples, nos casos de lesão da mama; 
\u2022 Infecção pelo vírus da varicela, se