Postagem de aula 10 - Penal I
1 pág.

Postagem de aula 10 - Penal I


DisciplinaDireito Penal I79.777 materiais1.345.657 seguidores
Pré-visualização1 página
Aluna: Edilene Araújo dos Santos \u2013 2º Período Direito \u2013 Manhã \u2013 Unidade Millôr Fernandes
PLANO DE AULA \u2013 DIREITO PENAL \u2013 SEMANA 10
1)Leia o caso concreto abaixo e responda à questão formulada.
Hélio, valendo-se da função de cozinheiro de uma grande cadeia de restaurantes, subtraiu da cozinha na qual trabalhava, 4 panelas e 2 canecos usados, tendo sido descoberto e, consequentemente, denunciado e condenado à pena de 9 meses de reclusão, a ser cumprida em  regime semi-aberto, pela prática de conduta por tentativa prevista no art. 155 do Código Penal , na forma tentada (art. 155, caput, n.f. 14, inciso II, c.c. 61, inciso I, todos do Código Penal).
        Inconformado com a decisão proferida, interpõe recurso de apelação com vistas à sua absolvição e alega, em sua defesa, atipicidade da conduta. Com base nos estudos realizados sobre os princípios norteadores de Direito Penal e Tipicidade, a tese defensiva deve prosperar?
Resposta:
Sim. A questão trata do Princípio da Bagatela, lembrando que este princípio para certos autores confunde-se com o princípio da insignificância que não é aceito no ordenamento brasileiro, o princípio da insignificância permitiria a absolvição pelo valor ínfimo da coisa furtada. O princípio da bagatela adotado no Art. 155 § 2º é aplicável com um dos três benefícios lá descritos se o réu for primário, e este princípio é extensivo ao caso em tela. O réu responderia no campo do direto civil apenas.
2)Os elementos normativos do tipo são aqueles que: (OAB/MG.AGO/2004)
a) dispensam valoração para a apreensão do seu significado;
quando inseridos no tipo, reforçam a garantia do princípio da reserva legal;
c) exigem uma especial valoração para a apreensão do seu significado;
d) não se encontram previstos na legislação penal brasileira.
 
3) Assinale a alternativa INCORRETA:
a) crime vago é aquele que tem por sujeito passivo entidade sem personalidade jurídica.
b) o crime de peculato, previsto no art.312, do CP, é considerado crime próprio.
c) crime pluriofensivo é o que lesa ou expõe a perigo de dano mais de um bem jurídico
no crime permanente, a consumação prolonga-se no tempo e, assim, o agente não pode fazer cessar a atividade delituosa.