SEMANA 7 - PODER EXECUTIVO

SEMANA 7 - PODER EXECUTIVO


DisciplinaDireito Constitucional I76.558 materiais1.772.901 seguidores
Pré-visualização2 páginas
contra o Presidente e o Vice-Presidente da República e os Ministros de Estado;
Art. 86. Admitida a acusação contra o Presidente da República, por dois terços da Câmara dos Deputados, será ele submetido a julgamento perante o Supremo Tribunal Federal, nas infrações penais comuns, ou perante o Senado Federal, nos crimes de responsabilidade.
*
Infração penal comum
O STF não estará vinculado à Câmara dos Deputados
No caso de infração penal comum de competência do STF, o juízo de admissibilidade proferido pela Câmara dos Deputados não vincula o juízo prévio que é feito pela Corte quanto ao teor da denúncia ou da queixa-crime.
São dois momentos:
a admissão política realizada pela Câmara dos Deputados
A análise jurídica da peça que inicia o processo criminal.
*
Prazo para o término do julgamento
§ 2º - Se, decorrido o prazo de cento e oitenta dias, o julgamento não estiver concluído, cessará o afastamento do Presidente, sem prejuízo do regular prosseguimento do processo.
NOTA \u2013 Art. 86, § 3º - Enquanto não sobrevier sentença condenatória, nas infrações comuns, o Presidente da República não estará sujeito a prisão.
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*