ok saude publica 01.11.11
13 pág.

ok saude publica 01.11.11


DisciplinaSaúde Pública Veterinária15 materiais369 seguidores
Pré-visualização5 páginas
muito tempo em pé, dobra o trabalho, etc.
Vamos pensar agora no animal: Corre com o animal, vc vai colocar o animal em mais atividade, ele tem que ficar mais rápido, vc pensa que ele não se estressa, mas ele estressa. Vc pensa que ele não se estressa porque ele abana o rabo. 
Pro coletivo: para uma pessoa que está doente afeta as pessoas que estão do lado. ex.: o cara fica estressado porque vc está com o som ligado.
Principalmente do ambiente.
Em algumas culturas a característica da economia informal gera riscos. Capitalismo ideológico mascarado por democracia com manipulações do consumidor.
Ex.: camelô, temos pessoas ali que precisam trabalhar, que normalmente não tem carteira assinada, começam a vender produtos que não pagaram impostos porque eles tem que ter uma margem para poder ganhar, é um que traz e o que vende. O que vcs vão observar aqui, o que pode gerar em relação a saúde? Começa a vender produtos que não pagaram impostos. São produtos que não foram fiscalizados, que geram riscos ao consumidor.
Vemos que quando ocorre a fiscalização, principalmente com brinquedos (que geralmente é muito mais barato) e vc compra, e ai a boneca solta os braços, pernas, cabeça, isso é um risco para a criança. Mas só existe esse \u201cmercado\u201d porque as pessoas compram, procuram o mais barato.
Isso é questão política. Embora agente não goste, se perguntar o que é política: é organização. Teoricamente tinha no 2º grau, e mostrava aos alunos o que é política. Agente pensa que política é aquela roubalheira, etc, mas não é, isso é politicagem. A política significa organização.
Ex. política da saúde = organização da saúde 
Ex. política econômica = organização econômica 
Isso é política. E infelizmente, a manipulação do consumidor é muito grande. É mais fácil retirar isso da cultura, da educação porque vou formar indivíduos manipulados, pois não sabe o que é política, não sabe o que é política, ele entende todo mundo roubando, etc. e quanto mais agente pensar nisso e se afastar da política, melhor para eles (políticos). 
Porque política aqui: precisamos saber o que é a política social, econômica, etc. se agente não tem noção disso, como vamos ter a sensibilidade com o proprietário? Não vai ter, vai ser difícil entender essa parte social.
Como vamos nos manter numa clinica se agente não sabe o que é política econômica do país? Ou seja, se a inflação esse mês atingiu quase próximo a inflação esperada para o resto do ano, e se essa inflação vai gerar pra gente uma diminuição no consumo. Se aumenta a inflação diminui o consumo e se diminui o consumo, o seu mercado de trabalho começa a diminuir. 
Capitalismo ideológico mascarado por democracia com manipulações do consumidor.
Estimulo ao consumo e formação de hábitos distintos do da cultura.
Bens de consumo da linha branca: tiveram a taxa de impostos reduzidos, com isso baixou o preço. Com isso a população resolveu comprar televisão, geladeira, fogão, etc. as pessoas foram comprando muito. 
Mas agora imagina todas as TVs ligadas, geladeiras, com isso o consumo de energia aumentou, com isso aumenta o desperdício. Se eu tenho e acho que um dia eu não vou deixar de ter, eu começo a consumir, com isso começa a diminuir a produção energética, começamos a ter apagão, etc. 
O meu consumo excessivo afeta toda a saúde de um sistema, o sistema de saúde (hospitais, etc.) de uma comunidade. Esse tipo de conscientização é extremamente importante.
Se eu começo a falar que o biscoito é super vitaminado, eu estou estimulando o consumo de biscoito.
Se falo \u201ctomou doril, a dor sumiu\u201d, estou estimulando a pessoa ir a farmácia sem a prescrição do médico e tomar o medicamento. Temos que saber o que é a dor de cabeça, porque ela está sendo causada. Ex. esse medicamento é contra-indicado em casos de dengue, como vou saber que estou com dengue? Etc.
O consumidor de bens, produtivos e/ou serviços pode sofrer danos a saúde e aos bens, resultantes de ilicitudes intencionais, defeitos ou falhas de fabricação, produção, diagnóstico, inadequação prescrita, decorrentes da nocividade que pode estar contida nestes produtos, bens ou atividades.
Existe a nocividade:
Nocividade: positiva = quando o produto ou atividade possui capacidade de produzir diretamente dano à saúde.
Quando é capaz de produzir diretamente o mal, diretamente o dano a saúde.
	
Nocividade negativa = quando ocorre redução do valor ou do efeito benéfico que se espera obter do bem, produto ou serviço, sem que haja perigo imediato à saúde.
Ex. alguns conservantes em alimento, o consumo direto deles não provoca nenhum dano, então ele é permitido ser vendido porque não é comprovado que ele provoque dano. Mas a partir do momento que comprova que esse conservante ao reagir com outra substância durante o processamento na indústria e com isso ele passou a ser nocivo, passo a dizer que ele tem uma nocividade negativa, porque ele vai fazer um mal quando interagir com um outro tipo de substância num método de produção, de industrialização, ai vc tem que reduzir o valor benéfico que se espera do produto. 
Nocivo positivo: quando ele age diretamente. Algumas tintas para lanternagem, para profissionais que trabalham com isso, para a produção desse tipo de tinta são utilizados alguns tipos de solventes, são liberados porque eles diretamente não provocariam nenhum dano, mas que a utilização pelo profissional sem o equipamento apropriado e com contato direto com aquele tipo de solvente, ele vai acabar sofrendo algum tipo de malefício em decorrência disso. Isso acontece muito.
Ex. comercial da tinta verde, é uma tinta ecológica a base de água, porque tem menor dano ao ambiente.
III. Grupamentos de fatores de risco em vigilância sanitária
Esses são os grupamentos que tem participação da vigilância sanitária.
Condições: relaciona-se com a ambiência interna como espaço político-administrativo, instalações, geografia, circunvizinhança, relacionamento interpessoal.
Fenômeno = temperatura, ruído, ventilação, iluminação, conforto, etc.
Isso é avaliado por um fiscal.
Ex. seu vizinho está te enchendo o saco, está usando o som muito alto, passa da hora de silêncio.
Ex. Qualquer pessoa que queira abrir qualquer tipo de estabelecimento, essa vigilância vai no local onde vc pretende ter o seu estabelecimento, ela avalia o estabelecimento, faz pesquisa com o vizinho, vê se o vizinho aceita ter aquele estabelecimento ali, perguntam para os vizinhos a cerca do estabelecimento se aquele estabelecimento vai causar algum tipo de impacto principalmente nessa relação. Avalia tudo.
Produtos: agrotóxicos, inseticidas, acaricidas, quimioterápicos, saneantes, suplementos alimentares, rações nutricionais, etc.
Fenômeno = fabricação, embalagens, conservação, transporte, armazenamento, comercialização e uso. 
Tem norma para tudo isso. Desde a fabricação, tipo de embalagem, conservação, transporte, armazenamento, comercialização e uso. Tem normas para todas essas circunstâncias.
Ex. butox vendido numa seringa plástica conservado nessa seringa plástica (que é transparente, ou seja, a ação de luz interfere diretamente na ação do acaricida), transportado numa sacola plástica até em casa, preparada num balde plástico de qualquer jeito e aplicado no ambiente. Vc cometeu falha na embalagem, na conservação, transporte, comercialização, uso, etc. ai o fiscal tenta ir onde foi vendido, e quem é o responsável técnico pelo local. 
Elementos: água, ar, poluição, primária, secundaria, terciaria, radiações ionizantes.
Fenômeno = características físico-químicas, situações, circunstâncias e outras variáveis relacionadas ao processamento, utilização, procedimentos e deposição. 
Primária: Essa poluição aqui, envolve tanto a utilização primária direta (direta do ônibus por exemplo, o quanto o ônibus está emitindo de gás para o ambiente) da produção direta.
Secundária: é a poluição visual, e também do ar. Ex.: época de eleição. Onde coloca folhetos em parede, etc. utilização de outdoor não pode ser colocado em qualquer ambiente, tudo isso é avaliado pela vigilância. Existe situação