175_METEOROLOGIA_E_CLIMATOLOGIA_VD2_Mar_2006
1 pág.

175_METEOROLOGIA_E_CLIMATOLOGIA_VD2_Mar_2006


DisciplinaClimatologia2.223 materiais40.396 seguidores
Pré-visualização1 página
161
METEOROLOGIA E CLIMATOLOGIA
Mário Adelmo Varejão-Silva
Versão digital 2 \u2013 Recife, 2006
12. Sondagens atmosféricas.
As prospecções aerológicas destinam-se a obter informações sobre à distribuição verti-
cal da pressão, temperatura, umidade e vento (direção e velocidade), com o objetivo de estu-
dar as propriedades físicas da atmosfera, quanto aos aspectos dinâmico, termodinâmico etc..
Nessas sondagens são normalmente usados aparelhos denominados radiossondas .
Uma radiossonda é um pequeno transmissor de rádio, dotado de sensores de pressão,
de temperatura e de umidade, que é lançado na atmosfera, conduzido por um balão de borra-
cha, inflado com gás (hidrogênio ou hélio). A razão ascencional do balão é supostamente co-
nhecida(Fig. IV \u2013 9). 
Conectados sucessivamente, de modo automático, os sensores alteram a freqüência do
sinal emitido, em função da variação da pressão, da temperatura e da umidade relativa rei-
nantes em cada nível, à medida em que a radiossonda vai atravessando a atmosfera. Na su-
perfície, um receptor apropriado analisa continuamente os sinais recebidos e transforma aque-
las mudanças de freqüência em valores das variáveis observadas.
Fig. IV.9 - Radiossondas
É evidente que o vento desloca o balão, de modo que a radiossonda não sobe vertical-
mente. Os dados obtidos não se referem, rigorosamente falando, ao perfil da atmosfera. Caso
o vento não seja muito forte, porém, o erro cometido não deve ser significativo, já que, com a
elevação, a componente horizontal do gradiente das variáveis observadas normalmente dimi