MAIS MATERIAL PARA ESTUDO RÁPIDO ESPLANCNO
3 pág.

MAIS MATERIAL PARA ESTUDO RÁPIDO ESPLANCNO


DisciplinaAnatomia II2.423 materiais33.246 seguidores
Pré-visualização2 páginas
MAIS MATERIAL PARA ESTUDO RÁPIDO
BLOCO 1
1) A MAIOR CARTILAGEM DA LARINGE É A TIREÓIDE
2) SUA PROEMINÊNCIA É CONHECIDA POR PROEMINÊNCIA LARINGEA
3) A LARINGE POSSUI NOVE CARTILAGENS, SENDO TRÊS PARES E TRÊS ÍMPARES
4) NEM TODAS AS CARTILAGENS LARINGEAS SÃO ELÁSTICAS
5) A CAVIDADE INFRAGLÓTICA É A REGIÃO LOGO ABAIXO DA GLOTE, QUER DIZER, ABAIXO DA PREGA VOCAL E VENTRÍCULO.
6) O PERICÁRIO SEROSO POSSUI UMA LÂMINA VISCERAL ADERIDA AO MIOCÁRDIO. TAMBÉM CONHECIDA COMO EPICÁRDIO.
7) A ARTÉRIA INTERVENTRICULAR ANTERIOR, TAMBÉM CHAMADA DESCENDÊNCIA ANTERIOR, É UM IMPORTANTE RAMO DA CORONÁRIA ESQUERDA. 
8) A MITRAL PREENCHE O ÓSTIO ATRIO-VENTRICULAR ESQUERDO.
9) NORMALMENTE EXISTEM TRÊS MÚSCULOS PAPILARES NO VENTRÍCULO DIREITO.
10) OS PRIMEIROS RAMOS DA ARTÉRIA AORTA SÃO AS AA.CORONÁRIAS. 
11) O CORAÇÃO FICA LOCALIZADO NO MEDIASTINO MÉDIO.
12) A AORTA ASCENDENTE FICA LOCALIZADA NO MEDIASTINO MÉDIO.
13) O ESÔFAGO TORÁCICO POSSUI UM TRAJETO PELO MEDIASTINO SUPERIOR E MAIS INFERIORMENTE PASSA PELO MEDIASTINO POSTERIOR.
14) NA REALIDADE EXISTEM QUATRO DIVISÕES DO MEDIASTINO: O SUPERIOR, O ANTERIOR, O MÉDIO E O POSTERIOR.
15) LEMBRE QUE O MEDIASTINO INFERIOR É FORMADO PELAS DIVISÕES ANTERIOR, MÉDIA E POSTERIOR.
16) O MÚSCULO DIAFRAGMA É O PRINCIPAL MÚSCULO INSPIRATÓRIO.
17) A ARTÉRIA AORTA PASSA A SER DENOMINADA ABDOMINAL QUANDO ATRAVESSA POSTERIORMENTE OS PILARES DO MÚSCULO DIAFRAGAMA.
18) AS ARTÉRIAS INTERCOSTAIS POSTERIORES SÃO RAMOS DIRETOS DA AORTA TORÁCICA.
19) A ARTÉRIA TORÁCICA INTERNA, QUE É UM RAMO DA ARTÉRIA SUBCLÁVIA, DA ORIGEM AS ARTÉRIAS INTERCOSTAIS ANTERIORES.
20) EXISTEM QUATRO VEIAS PULMONARES QUE TRAZEM O SANGUE OXIGENADO NOS ALVÉOLOS ATÉ O ÁTRIO ESQUERDO. 
21) O CORAÇÃO POSSUI QUATRO CAVIDADES, SENDO DOIS ÁTRIOS E DOIS VENTRÍCULOS.
22) NO LADO ESQUERDO DO CORAÇÃO CIRCULA O SANGUE OXIGENADO.
23) O MEATO MÉDIO RECEBE A DRENAGEM DOS SEIOS FRONTAL, MAXILAR E ETMOIDAIS ANTERIORES E MÉDIOS.
24) O MEATO SUPERIOR RECEBE A DRENAGEM DAS CÉLULAS ETMOIDAIS POSTERIORES.
25) O SEIO ESFENOIDAL DRENA PARA O RECESSO ESFENO-ETMOIDAL, BEM NO CANTINHO, LÁ EM CIMA DA CONCHA SUPERIOR.
26) O MEATO INFERIOR RECEBE A DRENAGEM DO DUCTO NASO-LACRIMAL.
27) O SEPTO NASAL É FORMADO POR CARTILAGEM E PELOS OSSOS VÔMER E ETMOIDE, ATRAVÉS DE UMA LÂMINA PERPENDICULAR DESCENDENTE.
28) NA NASOFARINGE ENCONTRAMOS UMA ABERTURA EM FENDA CHAMADA ÓSTIO FARINGICO DA TUBA AUDITIVA.
29) O OSSO DA LARINGE É CHAMADO HIÓIDE.
30) ACIMA DAS PREGAS VOCAIS VERDADEIRAS E DO VENTRICULO, EXISTEM AS PREGAS VESTIBULARES, QUE CONFEREM ALGUMA PROTEÇÃO AO APARELHO FONADOR.
31) AS ARTÉRIAS QUE IRRIGAM O ESÔFAGO, EM SEU MAIOR TRAJETO PELO TÓRAX, SÃO ARTÉRIAS ESOFAGIANAS, RAMOS DA ARTÉRIA AORTA TORÁCICA.
32) O NERVO VAGO ESQUERDO TOMA UMA TRAJETO ANTERIOR AO ESÔFAGO, NO MEDIASTINO POSTERIOR, E PASSA PARA A CAVIDADE ABDOMINAL COMO NERVO VAGO ANTERIOR.
33) O NERVO VAGO DIREITO TOMA UM TRAJETO POSTERIOR AO ESÔFAGO, NO MEDIASTINO POSTERIOR, E PASSA PARA A CAVIDADE ABDOMINAL COMO NERVO VAGO POSTERIOR.
34) OS NERVOS VAGOS CHEGAM A CAVIDADE ABDOMINAL PELO HIATO ESOFÁGICO.
35) A VEIA CAVA INFERIOR ATRAVESSA O MÚSCULO DIAFRAGMA, NUM ÓSTIO PRÓPRIO PARA VEIA CAVA.
36) OS TRÊS RAMOS DA CURVATURA DA AORTA, NA ORDEM DE ORIGEM, SÃO O TRONCO BRAQUIOCEFÁLICO, A ARTÉRIA CARÓTIDA COMUM ESQUERDA E A ARTÉRIA SUBCLÁVIA ESQUERDA.
37) O LIMITE LATERAL DO MEDIASTINO SÃO AS PLEURAS MEDIASTINAIS (VOLTADAS PARA O MEDIASTINO)
38) O HILO PULMONAR DIREITO, RECEBE MAIS SUPERIORMENTE O BRÔNQUIO.
39) O HILO PULMONAR ESQUERDO, RECEBE MAIS SUPERIORMENTE A ARTÉRIA PULMONAR.
40) NOS DOIS HILOS AS VEIAS NORMALMENTE SÃO AS ESTRUTURAS MAIS INFERIORES. 
Parte superior do formulário
41) O BRONQUIO FONTE DIREITO É MAIS CURTO, VERTICAL E CALIBROSO.
42) O BRONQUIO FONTE ESQUERDO É MAIS HORIZONTALIZADO E FINO.
43) A FISSURA HORIZONTAL SEPARA O LOBO SUPERIOR DO LOBO MÉDIO NO PULMÃO DIREITO.
44) A FISSURA OBLÍQUA SEPARA OS DOIS LOBOS DO PULMÃO ESQUERDO.
45) A CAVIDADE PLEURAL FICA ENTRE AS PLEURAS PARIETAL E VISCERAL.
46) A CAVIDADE PERICÁRDICA FICA ENTRE OS DOIS FOLHETOS DO PERICÁRIDO SEROSO.
47) LEMBRE QUE O PERICÁRIDO É DIVIDIDO EM FIBROSO E SEROSO.
48) OS NERVOS FRÊNICOS INERVAM O MÚSCULO DIAFRAGMA, A PARTIR DAS RAÍZES DE C3, C4 E C5.
49) O LIMITE INFERIOR DO MEDIASTINO SUPERIOR É UMA LINHA IMAGINÁRIA QUE UNE O ÂNGULO MANÚBRIO-ESTERNAL E A BASE DO CORPO DE T4.
50) A LÍNGULA E A IMPRESSÃO CARDÍACA SÃO VISUALIZADAS NO PULMÃO ESQUERDO, NO LOBO SUPERIOR 
Parte superior do formulário
51) NA SAÍDA DA ARTÉRIA AORTA E DO TRONCO PULMONAR, EXISTEM DISPOSITIVOS VALVULARES QUE IMPEDEM O RETORNO DO SANGUE AO VENTRÍCULO, QUANDO DO SEU ENCHIMENTO. ESSAS VALVULAS SÃO DENOMINADAS AÓRTICA E PULMONAR.
52) A TRICÚSPIDE PREENCHE O ÓSTIO ÁTRIO-VENTRICULAR DIREITO.
53) AS CORDAS TENDÍNEAS PRENDEM OS FOLHETOS DAS VÁLVULAS ÁTRIO-VENTRICULARES AOS MÚSCULOS PAPILARES NOS VENTRÍCULOS.
54) A GRANDE CIRCULAÇÃO TEM INÍCIO ATRAVÉS DA ARTÉRIA AORTA, A PARTIR DO VENTRÍCULO ESQUERDO, EM DIREÇÃO AOS TECIDOS CORPÓREOS, E RETORNANDO O SANGUE DESOXIGENADO AO ÁTRIO DIREITO PELAS VEIAS CAVAS.
55) ALÉM DOS ÓSTIOS DAS VEIAS CAVAS SUPERIOR E INFERIOR NO ÁTRIO DIREITO, TAMBÉM ENCONTRAMOS O ÓSTIO DO SEIO CORONÁRIO, ESTRUTURA QUE DRENA GRANDE PARTE DO MÚSCULO CARDÍACO.
56) LEMBREM QUE ARTÉRIA IRRIGA E VEIA DRENA.
57) O SISTEMA DE CONDUÇÃO É RESPONSÁVEL PELO RITMO CARDÍACO.
58) O LIMITE ENTRE A CAVIDADE ORAL E A FARINGE É O ISTMO DAS FAUCES.
59) A FARINGE É DIVIDIDA EM TRÊS PARTES: A NASOFARINGE, A OROFARINGE E A LARINGOFARINGE.
60) FUNCIONALMENTE A CAVIDADE NASAL POSSUI UMA PORÇÃO DE CONDUÇÃO AERÍFERA E UMA PORÇÃO OLFATÓRIA. 
61) A LOJA TONSILAR, FICA ENTRE OS ARCOS PALATOGLOSSO E PALATOFARÍNGEO.
62) O LIMITE DA CAVIDADE NASAL E DA CAVIDADE ORAL É O PALATO.
63) EXISTE UMA PEQUENA PORÇÃO DO ESÔFAGO NA REGIÃO SUPRA-MESOCÓLICA, QUE FICA INFRA-ABDOMINAL.
64) NO PESCOÇO A LARINGE É ANTERIOR AO ESÔFAGO.
65) A TRAQUÉIA É INFERIOR A LARINGE.
66) A COLUNA VERTEBRAL É POSTERIOR AO ESÔFAGO.
67) A LARINGE É O ÓRGÃO DE FONAÇÃO.
68) OS ÓRGÃOS QUE SÃO PURAMENTE CONDUTORES DE AR(AERÍFEROS) SÃO A TRAQUÉIA E OS BRÔNQUIOS.
69) A BIFURCAÇÃO DA TRAQUÉIA EM BRONQUIOS DE PRIMEIRA ORDEM (FONTES) É CHAMADA DE CARINA.
70) NO LADO DIREITO EXISTEM TRÊS BRÔNQUIOS DE SEGUNDA ORDEM (LOBARES) 
71) O MEDIASTINO ANTERIOR NO ADULTO É PREENCHIDO POR TECIDO CONJUNTIVO E ALGUNS LINFONODOS.
72) O CRITÉRIO PARA DIVISÃO DO MEDIASTINO INFERIOR EM TRÊS PARTES É O PERICÁRDIO FIBROSO.
73) AS ARTÉRIAS PULMONARES NÃO NUTREM O PARÊNQUIMA DO PULMÃO. ELAS LEVAM O SANGUE PARA A PEQUENA CIRCULAÇÃO. O SANGUE OXIGENADO NOS ALVÉOLOS RETORNA AO ÁTRIO ESQUERDO, NO CORAÇÃO, ATRAVÉS DE QUATRO VEIAS PULMONARES.
74) SÃO AS ARTÉRIAS BRONQUICAS QUE IRRIGAM AS ESTRUTURAS PULMONARES.
75) A CAVIDADE NASAL POSSUI UM VESTÍBULO.
76) A GLÂNDULA PARÓTIDA DRENA PARA A CAVIDADE ORAL, ATRAVÉS DO DUCTO PAROTÍDEO DE STENOM, PASSANDO POR CIMA DO MASSETER E PERFURANDO O MÚSCULO BUCINADOR.
77) O PRINCIPAL MÚSCULO DA MASTIGAÇÃO É O MASSETER.
78) AS CARTILAGENS PARES DA LARINGE SÃO AS CUNEIFORMES, AS CORNICULADAS E AS ARITNÓIDES.
79) AS ÍMPARES SÃO A EPIGLOTE, A TIREÓIDE E A CRICÓIDE.
80) O MÚSCULO TRAQUEAL FECHA A TRAQUÉIA POSTERIORMENTE, POIS ELA É FORMADA POR ANEIS CARTILAGINOSOS INCOMPLETOS EM FORMA DE C. 
81) OS MÚSCULOS INTERCOSTAIS SÃO IMPORTANTES NA INSPIRAÇÃO.
82) A PAREDE TORÁCICA É FORMADA POR 24 COSTELAS, UM OSSO ANTERIOR E MEDIAL CHAMADO ESTERNO E 12 VÉRTEBRAS TORÁCICAS, POSTERIORES E MEDIAIS.
83) ENTRANDO NA LARINGE, A PARTIR DE SEU ÁDITO (ABERTURA), ENCONTRAMOS AS SEGUINTES ESTRUTURAS OU REGIÕES: VESTÍBULO DA LARINGE, PREGA VESTIBULAR, VENTRÍCULO, PREGA VOCAL, CAVIDADE INFRA-GLÓTICA.
84) O MIOCÁRDIO É A CAMADA MÉDIA DO CORAÇÃO.
85) EXISTE UM SEPTO INTER-VENTRICULAR ENTRE OS VENTRÍCULOS CARDÍACOS. EM SUA MAIOR EXTENSÃO ELE É FORMADO POR MIOCÁRDIO.
86) AURÍCULAS NÃO SÃO A MESMA COISA QUE ÁTRIOS.
87) A ARTÉRIA INTERVENTRICULAR POSTERIOR É RAMO DA ARTÉRIA CORONÁRIA DIREITA.
88) A ARTÉRIA PARA O NODO SINU-ATRIAL É RAMO DA CORONÁRIA DIREITA.
89) EXISTEM RAMOS DIAGONAIS QUE PARTEM DA ARTÉRIA INTERVENTICULAR