Vantilação Mecânica_520674
25 pág.

Vantilação Mecânica_520674


DisciplinaFisioterapia13.120 materiais50.960 seguidores
Pré-visualização9 páginas
www.pneumoatual.com.br 
21 - Como ajustar a PEEP (pressão expiratória final positiva, do inglês positive end 
expiratory pressure)? 
Todo paciente em ventilação mecânica deve ser mantido com uma PEEP mínima (entre 3 e 5 
cmH2O), visando restaurar a capacidade residual funcional (volume de ar que permanece 
dentro dos pulmões após uma expiração normal), a qual está reduzida pela insuficiência 
respiratória aguda e pela intubação traqueal. 
Nos pacientes com insuficiência respiratória por doenças que acometem o parênquima 
pulmonar (ex: pneumonia, edema agudo de pulmão), elevações progressivas da PEEP podem 
ser necessárias para melhorar a oxigenação e permitir a utilização de menores FIO2. O 
exemplo clássico de condição clínica em que ajustes de maiores valores de PEEP são 
necessários é a síndrome do desconforto respiratório agudo (SDRA) (veja no tema SDRA). 
Nos pacientes com doenças obstrutivas a necessidade da PEEP é discutível. Na asma, o uso 
da PEEP além de valores mínimos (3-5 cmH2O) não é habitual, embora seja recomendada por 
alguns autores com o objetivo de manter as vias aéreas abertas mecanicamente e, assim, 
reduzir a hiperinsuflação. Na DPOC, sobretudo em pacientes com ciclos assistidos, pode-se 
empregar a PEEP no valor de 80% da PEEP-intrínseca (ou auto-PEEP), com o objetivo de 
reduzir o trabalho para disparar o ventilador. Nessas duas condições obstrutivas, o uso da 
PEEP pode, em alguns casos, piorar a hiperinsuflação que, portanto, deve ser rigorosamente 
monitorada. 
22 - O que é a pausa inspiratória e qual o objetivo de seu ajuste? 
A pausa inspiratória é um intervalo de tempo, ajustado pelo operador, durante o qual o não há 
fluxo, nem inspiratório e nem expiratório, e o volume corrente que foi ofertado ao paciente é 
mantido no interior dos pulmões. A pausa inspiratória é fundamental na medida da mecânica 
respiratória, pois é ao final dela que se mede a pressão de platô, usada no cálculo da 
complacência e da resistência do sistema respiratório. A pausa pode ainda ser usada como 
medida de prolongamento do tempo inspiratório e, assim, de melhora da oxigenação. Com a 
utilização de grandes valores de PEEP, esse segundo papel da pausa inspiratória tem sido 
pouco aplicado. 
23 - Como podem ser resumidos os ajustes iniciais da ventilação volume-controlada 
(VVC)? 
Os parâmetros iniciais da VVC, em linhas gerais, são: 
\u2022 Fração inspirada de oxigênio: 100% 
\u2022 Freqüência respiratória: 12-16 irpm 
\u2022 Volume corrente: 10 ml/kg 
\u2022 Fluxo inspiratório: 50-60 l/min 
\u2022 PEEP: 5 cmH2O 
\u2022 Sensibilidade: -1 cmH2O 
Os ajustes posteriores dependerão das condições do paciente. 
24 - Após os ajustes iniciais da ventilação volume-controlada, em se baseiam as 
alterações subseqüentes? 
Os ajustes dos parâmetros do ventilador durante a ventilação mecânica decorrem de uma série 
de fatores, que podem ser resumidos em três grupos: 
\u2022 Ajustes das trocas gasosas 
o Adequação da oxigenação \u2013 monitorada pela PaO2 e pela SaO2 
o Adequação da ventilação \u2013 monitorada pela PaCO2 e pelo pH 
\u2022 Adaptação do paciente à ventilação mecânica 
\u2022 Proteção pulmonar da lesão induzida pela ventilação mecânica 
25 - Como ajustar os parâmetros ventilatórios para melhorar a oxigenação? 
Ajustes para adequação da oxigenação 
Quase que a totalidade do oxigênio transportado no sangue encontra-se ligado à hemoglobina. 
Portanto, a manutenção da SaO2 acima de 90% garante níveis adequados de oxigênio para os 
tecidos. Por medida de segurança, para se evitar quedas bruscas na SaO2, recomenda-se, 
 
 
www.pneumoatual.com.br 
sempre que possível, a manutenção de seus níveis ao redor de 95%, o que equivale a uma 
PaO2 entre 70-80 mmHg. 
Para melhorar a oxigenação do paciente, os parâmetros a serem ajustados são: 
Fração inspirada de oxigênio (FIO2) 
Aumentos na FIO2, exceto em situações de grande shunt pulmonar, melhoram a oxigenação. 
Há indícios de que altas FIO2 podem ser lesivas para os pulmões e devem ser evitadas. 
PEEP 
É a manutenção de pressão positiva (acima da atmosférica) no sistema respiratório durante a 
expiração. Essa pressão previne o colapso de alvéolos durante a expiração, reduzindo as 
áreas de baixa V/Q e shunt, melhorando a oxigenação. Maiores detalhes sobre seus ajustes 
com o objetivo de melhorar a oxigenação estão descritos no tema SDRA. 
Prolongamento do tempo inspiratório 
Parece haver uma relação entre a pressão média a que o sistema respiratório está exposto e a 
oxigenação, ou seja, quanto maior esta pressão, que é a média aritmética das pressões ao 
longo de todo ciclo respiratório, maior a oxigenação. Assim, ao se prolongar o tempo 
inspiratório, quando as pressões são maiores, melhora-se a oxigenação. As formas de se 
prolongar o tempo inspiratório são ajustando-se um tempo de pausa inspiratória ou reduzindo-
se o fluxo inspiratório. Com a utilização de valores cada vez maiores de PEEP, ajustes no 
tempo inspiratório para melhorar a oxigenação são cada vez menos necessários. 
26 - Como ajustar os parâmetros ventilatórios para melhorar a ventilação? 
Os parâmetros correlacionados com a ventilação são a freqüência respiratória e o volume 
corrente. A ventilação adequada é caracterizada pelos valores normais de PaCO2, entre 35 e 
45 mmHg. A PaCO2 acima de 45 mmHg indica hipoventilação e pode ser corrigida por 
aumentos na freqüência respiratória ou no volume corrente. Os ajustes podem ser tentados a 
partir de uma fórmula simples, conforme ilustrado no exemplo a seguir. 
PaCO2(atual) x FR(atual) x VC(atual) = PaCO2(desejada) x FR(necessário) x VC(necesserário) 
Ex: parâmetros atuais 
PaCO2 = 55 mmHg 
FR = 15 irpm 
VC = 350 ml 
PaCO2 desejada = 40 mmHg 
Pela fórmula, o ajuste pode ser feito na FR e/ou na PaCO2. Considerando-se que a FR de 15 é 
adequada e deve ser mantida, o volume corrente necessário será obtido pela fórmula. 
55 x 15 x 350 = 40 x 15 x VC(necessário) 
VC necessário = 480 ml 
A mesma fórmula pode ser usada quando se tem hiperventilação, evidenciada pela PaCO2 
baixa. Entretanto, se a causa da hiperventilação for a taquipnéia por ciclos desencadeados 
pelo paciente, reduções na FR ou no VC não serão efetivas. Nesse caso, caberá ao operador 
detectar o motivo pelo qual o paciente está taquipneico e corrigi-lo. 
27 - O que é a ventilação mecânica pressão-controlada (VPC)? 
É um modo ventilatório em que uma pressão constante, pré-determinada pelo operador, é 
mantida na via aérea durante todo o tempo inspiratório, cuja duração também é determinada 
pelo operador e se constitui no parâmetro de ciclagem. 
A VPC é caracterizada por um alto fluxo inspiratório inicial, que eleva a pressão nas vias 
aéreas para um platô pré-estabelecido. Essa pressão será mantida durante a inspiração, cujo 
 
 
www.pneumoatual.com.br 
término é determinado pelo tempo inspiratório, outro parâmetro pré-estabelecido (ventilação 
mecânica com pressão positiva, limitada a pressão e ciclada a tempo). A manutenção da 
pressão das vias aéreas no platô pré-estabelecido implica em um fluxo de padrão 
desacelerado, característica desta modalidade, pois à medida em que o pulmão é insuflado, há 
aumento na pressão alveolar, diminuindo progressivamente o fluxo necessário para que se 
mantenha a pressão nas vias aéreas no nível estabelecido (figura 5). 
 
»» Figura 5 
 
Figura 5. Curvas pressão e fluxo ao longo do tempo, durante a ventilação pressão-controlada. 
A pressão nas vias aéreas é mantida constante durante toda a inspiraçao. O fluxo inicial é 
máximo, para rapidamente a gerar a pressão escolhida nas vias aéreas. Com a elevação 
progressiva da pressão alveolar (linha tracejada), o fluxo se desacelera para manter a pressão 
nas vias aéreas constante. Neste exemplo o ciclo é controlado não havendo participação do 
paciente no seu disparo (não há deflexão negativa na pressão precedendo o ciclo). 
28 - Na ventilação pressão-controlada (VPC), quais são os parâmetros ajustados pelo 
operador e quais são os decorrentes destes ajustes? 
A tabela 2 mostra os parâmetros ajustados