A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Transferencia De Calor Por Conducao

Pré-visualização | Página 1 de 1

r
Queima
:☒g•pa,•ima Ñ••
•
inerae madeira ( ① / I 1) ( ft ( ) cover are metal
do &
A transf
. de É ! das particular + emerge: Essa eq . e- Asada nos Casas de paredes
ticas pl as - energeticas de Wma substantia planar
devido 'as interacts entre particular
• 0 fwxo térmioo g- I é a taxa de transf. de
D transfer
.
ocoooe de mole! em mohéaela Q ! ma diregéo x por Unidode de area perpendicular
'
a diregéo da transferrincia e ele é proportional a
gradiente de To dt / die , nesta diregéo.
• 0 simal -0 é una consequoincia do fate do
calor ser transf
.
ma diregéo da -1° decrescent , o
cake étrooado no sientido contraries do gradient
taxa de calor
, 9- (W ) 9-✗
= off . A
T To + altas
,
esta associadas
'
as E! Mo-
lewlahes + altas e quando mole! vizinhas se↳
A parte do lado de fera esta
'
a coma To til 0h00am , uma transfer de E ! das mole! tener -
+
"
que a parte de dentro Ita) . As mole: da es géticas pl as memos energeticas deve ocoooe .
qverda vat batendo mas da direita e transmi -
tindo sua energia .
b É passive quantified processes de trans.
de Q ! em terms de eqvagois ale taxa apropriados
Lei de Fourier : modela • flute de Calor
por condugéo térmica
n
0 piano Xo e- atravessado por mole! vimdas
9-
✗
=
- K dingy = Ta - Ti de Cima e de baixo , divide a movi. abeatério
L dessas mole! Pouém
,
mdé
.
vindas de Cima es
,
9- ? = k Ti -ya = k
.¥
[q? ] . (w/my
too associadas a T Superiores
'
ague /as windas de
baixo e deve existir uma transf. liquida de E!
ma direct ④ de × .
↳ Podemos favor da transf
. liquida de energia
k= condutividadet-eirmioalwllm.nl do Meio pelo movi . molecular aleatoric como coma difusao
lsélido
, liquid oh gasosol no qual o calor se de energia
propoga , a copacidode de iondurir calor quando
svbmetidoavmadeterminadadistoin.TT e geometric A sitvagoo é sensethante nos liquids , pocém
IT > -12 E espessura por onda o flux,
as mole! esta + prétimas e as intercepts we
headares sesam + fortes e t frequenter
passa
Em sélidos
, a condugéo poole atribuidea levando as limiter quando bx → 0 , obtemos
'
a atividades atomica ma forma de vibragois a taxa de transference'a de calor
de reticules
.
9-✗ = - KA d¥
A EQVAGÑO DA TAXA DE CONDVGÑO
ou pl o floxo de Calor lfluxo térmico) que
é una grandeca directional
Lei de Fourier i e
'
fenomenolégica = Foi desee
v01vida a partie de fengmemos observables as in- off = 9 = - KDI
vés deter side derivada a partir de principia dx
fundamentalist A diregéo do escoameento do Calor sera'
sempre normal a coma superfia:c de To const.
Inamada superfine isotérmica
↳ sat planes normais
'
a di
regio do eixo ✗
Imaginando , initial
"
, as valour de
AT e DX seam mantids constantes , enquae
to 0 valor de A vahie.com isso vorificamos
que g- ✗ e- diretale proportional a A.
Amatogate , Mantondo AT e A constant ,
Vernor que qx varia
inversa dsx .
Mantondo A e Ax constant tomos que
qx é dirotate proprocional
'
a AT . 0 efeito
conjunto é :
9.x 9 A %, Emumciado
+ geral pl a eq . da taxa de
condoeat 1 Lei de Fourier ) :
T Ao mudanimas o material , observariamos q
"
= - KIT = - k fi ¥× + j¥y -1k 2¥ )
que a proportionalidade anterior permaneoe
voiIida
.
↳ Pouém tbm veniamor que pi valour T
=
operadoe
"
grad
"
tridimensional
identities die A , DX e AT , o valor de qx se. Tlx , girl
= éo uampo escolar de temperatures
via menor pro plastic do que pl o metal .
↳ Issa sugere que a proportionalidade → a vetor fwxo térmico encontra - se em uma
pode Ser convertida em uma igualdade peta diregéo perpendicular
'
as superficies isotérmicas
introduce de um coeficiente que é una Medi -
da do comportarmento do material : → O Meio ahravés do quad a conduit.at oaovoe
e- isotropic
qx
= KA
×
Dutra forma alternativa da ki e
'
:
9- I = - k GIN gun = fwxotérmico em anna
diregion , que e
'
normal
a wma isoterma
0 veto fwxo térmico poole ser decompost
em components , de tal forma que , em canoe
.
madas cartesianas , a expressat geral pi q
"
of = iq ? +
jqj-kq.iq?=-k2T
I
9- y
"
= - k 2--1
ay
9- i = - k agg
Cada uma dessas expression relationa 0 flu-
xo térmico atrave's de Wma superficies agradientde To em uma direction perpendicular 'a
superficie .
b A wide Fourier se aplioa a toda materia ,
independente do seu estado f.isico .
g- 4 AT q 4 AreaOf ✗ {
espessora
I f. I
Juntando as 3 proportionalidadcs terms
9- 0 A → pl passan pligualdadepreci -
Somos por Wma Constante
de proportionalidade
g-
= KAIF a
transferrincia de Q ! : é a É! térmioa
em transit deviate a coma diferenga de TE
no espaso
t sempre que haver una t de Fcs em
um meio ou entre meine havera
'
transferrin
.
de Q !
[ Meoanismos de transference.az
condwgéo tonvecgéo raaiqcéo
Quando exist um ggadiente de temperature
em um Meio estacionario
, que pode see solids
ou am fluid , usamos o tormo condugto pl
'
a transference
-
a de calor que oaoooeroi através do
Meio
Conveccgi se referee
'
a transf. de Q! que
ocoooeroi entire wmasoperfia.ee um fluido em
movimento quando des estiverem a f- Tcs
Radia.cat téhmiaa: Todas as superficies CI
Toc Ñ mula emitem E ! ma forma de Ondas
electromagneticas . Sessa forma , ma ausincia
de am meioimterpos.to paraatte , ha
'
transfer
de Q ! liquida , por radioago , entire 2 superfi.
a f- Fcs

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.