A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
64 pág.
Economia e mercado

Pré-visualização | Página 1 de 26

Escola CETEB de Jovens e Adultos
Brasília-DF, 2011.
Economia e Mercados
Elaboração: Angela Roncisvalle Gonçalves
e Equipe Técnica do CETEB
CURSO: TÉCNICO EM 
TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS
Eixo Tecnológico:
Gestão e Negócios
DOCUMENTO DE PROPRIEDADE DO CETEB
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Nos termos da legislação sobre direitos autorais, é proibida a reprodução total ou parcial deste 
documento, por qualquer forma ou meio – eletrônico ou mecânico, inclusive por processos xerográficos 
de fotocópia e de gravação – sem a permissão expressa e por escrito do CETEB.
Sumário 
UNIDADE 1 – CIÊNCIA ECONÔMICA
•	 INTRODUÇÃO À ECONOMIA _____________________________________________________________ 5
UNIDADE 2 – SISTEMA ECONÔMICO
•	 ECONOMIA DE UM PAÍS ________________________________________________________________ 11
•	 FLUXOS DO SISTEMA ECONÔMICO ______________________________________________________ 13
•	 CONTABILIDADE SOCIAL _______________________________________________________________ 16
•	 OS PRINCIPAIS AGREGADOS MACROECONÔMICOS _________________________________________ 17
•	 CONSUMO E POUPANÇA _______________________________________________________________ 19
UNIDADE 3 – MICROECONOMIA
•	 ECONOMIA DO CONSUMIDOR, DA EMPRESA E DO MERCADO _______________________________ 21
•	 TEORIA ELEMENTAR DA PRODUÇÃO _____________________________________________________ 26
•	 MERCADO: DETERMINAÇÃO DO PREÇO DE EQUILÍBRIO _____________________________________ 28
•	 CLASSIFICAÇÃO DOS MERCADOS _______________________________________________________ 30
UNIDADE 4 – ECONOMIA MONETÁRIA
•	 A MOEDA ____________________________________________________________________________ 33
•	 MERCADO MONETÁRIO ________________________________________________________________ 35
•	 INFLAÇÃO: DEFINIÇÃO, CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS _______________________________________ 37
UNIDADE 5 – SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL
•	 O SISTEMA FINANCEIRO _______________________________________________________________ 41
•	 NOÇÕES DE MERCADOS FINANCEIROS___________________________________________________ 44
UNIDADE 6 – COMÉRCIO EXTERNO
•	 SETOR EXTERNO ______________________________________________________________________ 49
UNIDADE 7 – SETOR PÚBLICO
•	 FUNÇÕES ECONÔMICAS _______________________________________________________________ 53
•	 CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO ________________________________________ 55
•	 POLÍTICAS MACROECONÔMICAS ________________________________________________________ 57
•	 GLOBALIZAÇÃO E ECONOMIA ___________________________________________________________ 60
REFERÊNCIAS _________________________________________________________________________ 64
Ciência Econômica
Unidade 1
Técnico em Transações Imobiliárias
Objetivos: 
•	 Conceituar Ciência Econômica.
•	 Identificar fatores de produção.
iNTroDuÇÃo À ECoNomiA
Em qualquer estágio da evolução econômica 
de uma sociedade, os indivíduos têm muitas 
necessidades. Algumas são comuns a todos, 
como se alimentar, se vestir ou residir em 
lugares seguros. Essas necessidades vitais são 
consideradas primárias. Com a evolução da 
sociedade e o consequente crescimento das 
cidades, surgem outras necessidades. Para 
satisfazê-las, os indivíduos passam a demandar 
produtos e serviços cada vez mais especializados, 
nas áreas de Educação, Saúde, Transporte, 
Saneamento Básico, Comunicação e até mesmo 
Lazer. Por exemplo, o crescimento desordenado 
das cidades e suas consequências sobre o 
equilíbrio ecológico do meio ambiente têm 
motivado demanda por mais espaços com áreas 
verdes, bem como produtos não poluentes. E 
assim, vai-se ampliando a lista de produtos e de 
serviços cada vez mais sofisticados para satisfazer 
a demanda dos indivíduos.
Em suma, as necessidades, sejam coletivas ou 
sejam individuais, são satisfeitas com o consumo 
de bens (alimentos, roupas, casa) e com o 
consumo de serviços (segurança, serviço médico 
e todas as outras atividades prestadas).
Os fatores de produção
Os bens e os serviços são produzidos e oferecidos 
aos consumidores e, juntos, formam a produção 
econômica, que é obtida da combinação de 
recursos naturais, de equipamentos e de 
trabalho. Tais elementos são chamados fatores 
de produção. 
Os fatores de produção estão divididos em quatro 
conjuntos distintos: recursos naturais, trabalho, 
capital e tecnologia.
•	 Recursos naturais são todos os elementos 
da natureza, tais como terra, água, florestas, 
minerais e outros elementos que o homem 
utiliza na criação de bens e de serviços. Esses 
bens são manipulados e processados para 
atender às necessidades humanas.
•	 Trabalho é a participação do ser humano 
na forma de esforço físico e mental, para 
produzir bens e serviços. Os materiais 
retirados da natureza o são pela força do 
trabalho, tanto por meio de atividades físicas 
quanto empresariais. O trabalho humano é 
responsável pela transformação dos produtos.
•	 Capital é o conjunto de equipamentos, 
máquinas, instalações e quaisquer outros 
bens utilizados no processo produtivo, ou 
seja, que entram na fabricação de outros bens 
destinados ao consumo. O capital não satisfaz 
diretamente as necessidades humanas. 
Como fator de produção, ele satisfaz o 
consumo de forma indireta. Por exemplo, um 
torno mecânico, embora não satisfaça as 
necessidades das pessoas, permite que sejam 
feitos objetos que interessam ao consumidor. 
O capital pode também ser expresso como 
valor monetário, pois, além de facilitar, 
remunera o trabalho.
6Unidade 1
•	 Tecnologia é constituída pelo corpo de 
conhecimentos e de habilidades que uma 
empresa conta para produzir bens e/ou 
serviços. Envolve os conhecimentos sobre as 
fontes de energia, as formas de extração de 
reservas naturais e todo o processo para se 
chegar a um produto final e seu respectivo 
desempenho. Pode ser considerado como o 
elo entre os outros três fatores: capital, força 
de trabalho e recursos naturais. 
O problema fundamental da Economia
Por sua própria natureza, o ser humano tem 
ampliado, ao longo do tempo, suas necessidades. 
Dos nossos antepassados, que se cobriam com 
peles ou penas, ao homem moderno, elas foram 
aumentando e variaram extraordinariamente, 
dando origem a uma demanda cada vez maior e 
mais diversificada.
Por outro lado, sabemos que a capacidade 
de produzir é limitada pela disponibilidade de 
fatores de produção. Existe, então, sério dilema 
entre as necessidades que gostaríamos de 
satisfazer e a produção de bens e de serviços, 
sempre aquém do desejado. Este é o problema 
fundamental que a economia estuda e para o 
qual tenta apresentar soluções, chamado pelos 
economistas de Lei da Escassez.
Lei da Escassez é a impossibilidade de se 
produzir bens e serviços em quantidades 
ilimitadas para satisfazer as necessidades 
humanas permanentemente ampliadas, 
pois os fatores da produção existem em 
quantidades limitadas.
As afirmações anteriores mostram-nos o impasse 
criado: como conciliar o atendimento de todas as 
ilimitadas necessidades humanas com a limitada 
possibilidade de produção de bens e serviços.
As quatro questões 
econômicas fundamentais 
Diante da impossibilidade do atendimento 
pleno das necessidades humanas, em virtude 
da escassez de recursos e os limites de tempo, 
quatro questões econômicas básicas são 
levantadas, sendo que suas respostas envolvem 
o problema fundamental da economia, isto é, o 
problema da escassez.
A escassez ocorre porque os limites de tempo 
e de recursos impossibilitam a produção de 
tudo o que desejamos. Podemos ter algumas 
coisas, mas não todas. A escassez força toda a 
sociedade a fazer escolhas na tentativa de resolver 
quatro questões:
•	 O que e quanto produzir: dada a escassez 
de recursos de produção, a sociedade terá 
de escolher, entre as várias alternativas 
de produção, quais bens e serviços serão 
produzidos e as respectivas quantidades 
a serem fabricadas: automóveis X roupas, 
roupas X alimentos, mais lazer X mais saúde.
•	 Como

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.