A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
A1 MECANISMOS DE DEFESA

Pré-visualização | Página 1 de 1

Biossegurança no cenário de punção venosa para a aplicação de 
um antibiótico é de suma importância para os profissionais da saúde e 
pacientes. 
A punção venosa como atividade de risco:
Acerca da prática profissional que mais expõe ao risco de contaminação por 
materiais biológicos, a punção venosa surge como importante fator de risco 
ocupacional para a maioria dos sujeitos, percebe-se que os profissionais não 
negligenciam outros fluidos responsáveis por doenças transmissíveis, porém 
o contato com o sangue aparece como a grande preocupação.
Estudos demonstram que o material perfuro cortante é o responsável pela 
maioria dos acidentes dos serviços de saúde, sendo as agulhas as maiores 
causadoras destes acidentes, condizente com a preocupação dos 
trabalhadores.
Tal situação é preocupante considerando-se a baixa complexidade do 
procedimento em questão. Um estudo epidemiológico que analisou 616 
acidentes de trabalho típicos aponta que as agulhas hipodérmicas foram 
responsáveis pela maioria dos acidentes com perfuro cortantes. Exite 
também a negligência do trabalhador: o não uso dos EPI
Constatou-se que, mesmo com os equipamentos de proteção individual à 
disposição dos funcionários para uso, um número significativo de pessoas 
admitiu não utilizá-los quando necessário.
Quando feita corretamente evita contaminações acidentais, assim 
mantendo a saúde e integridade fica dos mesmos. Antes de qualquer 
procedimento feito dentro de um hospital, o profissional de saúde deve 
fazer a higienização correta das mãos, evitando qualquer tipo 
decontaminação e disseminação de doenças por contato.
O uso correto dos EPIS são de grande importância, para o 
profissional, ajudam agarantir a integridade da sua saúde, assim evitando 
acidentes ocupacionais; Luvas - As luvas devem ser utilizadas para 
garantir que o profissional de saúde não tenha contato diretamente 
com sangue e fluídos do paciente, evitando contaminações tanto para 
quem faz o procedimento, como para o paciente. Lembrando que as 
luvas são equipamentos descartáveis não podendo ser reutilizadas. 
Máscaras, desde o início da pandemia o uso de máscaras se fez 
obrigatório, um item indispensável para garantir que não haja 
transmissão de doenças respiratórias. As máscaras agem como 
uma barreira de proteção física, reduzindo em grande porcentagem 
a transmissão de doenças entre profissional e paciente. Toucas, as 
toucas são um equipamento de segurança e higiene, ela evita 
1
que caia cabelos acidentalmente durante a realização do 
procedimento e também protege o profissional. Jaleco deve ser u tilizado 
apenas no ambiente de trabalho, ele oferece barreira de proteção 
física contra qualquer contaminação que possa haver nas roupas do 
profissional da saúde, também pode evitar que o mesmo contamine 
suas roupas pessoais.
2

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.