A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
100 pág.
Curso - Sensoriamento remoto - aplicado à geologia

Pré-visualização | Página 1 de 13

18/11/2021
1
Rodrigo Amaral Lanfranchi
ELABORAÇÃO:
INTRODUÇÃO AO SENSORIAMENTO REMOTO
Aplicado à Mineração
Sensoriamento Remoto aplicado à Mineração
Apresentação
Plano de Capacitação Geo
Bibliografia
Objetivos
1. Conhecimento básico de Sensoriamento Remoto.
2. Reconhecer técnicas de sensoriamento remoto aplicado à mineração.
3. Reconhecer mapeamento mineral realizado por técnicas de processamento de imagens de satélite.
4. Discutir possíveis aplicações de sensoriamento remoto nas atividades de fiscalização da ANM.
Sensoriamento Remoto aplicado à Mineração
Conteúdo do curso:
1. Revisão teórica dos princípios do sensoriamento remoto
Princípios; Estrutura de uma imagem digital; Composições coloridas; Resoluções do SR; Tipos de Sensores, resoluções e objetivos; Download 
imagens de satélite
2. Espectroscopia e reflectância de minerais
Princípios; Comportamento espectral dos minerais; Avaliação do espectro mineral; Bibliotecas Espectrais, Métodos de Análise Espectral; Regiões 
do espectro para identificação de minerais
3. Processamento digital de imagens e mapeamento mineral
Requisitos para a escolha do sensor, Pré processamento, Histogramas e realce, Filtragem, Operações Aritméticas, Análise de Principais 
Componentes, Classificação.
4. Estudos de Casos
5. Tecnologias de sensoriamento remoto na mineração
Mapeamento Mineral; Mapeamento de Frente de Lavra; Leitura de logs de Sondagem; Análise Ambiental; Integração dos dados de sensoriamento 
remoto.
6. Detecção de mudanças
Consideração sobre o uso de imagens do Google; Detecção de Mudanças; Sistemas com Alertas
7. Possíveis aplicações nas atividades de fiscalização da ANM
Lavra ilegal e Guia de Utilização; Relatório de pesquisa; Lavra autorizada; Barragem.
Sensoriamento Remoto aplicado à Mineração
1. Revisão Teórica
1.1 Princípios do sensoriamento remoto; 
1.2 Estrutura de uma imagem digital;
1.3 Composições coloridas; 
1.4 Resoluções do sensoriamento remoto;
1.5 Tipos de sensores, resoluções e objetivos;
1.6 Download imagens de satélite.
1 2
3 4
18/11/2021
2
1. Revisão Teórica
1.1 Princípios do sensoriamento remoto
1. Revisão Teórica
1.1 Princípios do sensoriamento remoto
O Sensoriamento Remoto visa a
obtenção de imagens da superfície
terrestre por meio da detecção e
medição quantitativa das respostas das
interações da radiação eletromagnética
com os materiais terrestres.
1. Revisão Teórica
1.1 Princípios do sensoriamento remoto
1. Revisão Teórica
1.1 Princípios do sensoriamento remoto
5 6
7 8
18/11/2021
3
1. Revisão Teórica
1.1 Princípios do sensoriamento remoto
1. Revisão Teórica
1.1 Princípios do sensoriamento remoto
Absorção Atmosférica
Janela Atmosférica
1. Revisão Teórica
1.1 Princípios do sensoriamento remoto
1. Revisão Teórica
1.1 Princípios do sensoriamento remoto
9 10
11 12
18/11/2021
4
1. Revisão Teórica
1.1 Princípios do sensoriamento remoto
Espalhamento Seletivo (Rayleigh)
1. Revisão Teórica
1.1 Princípios do sensoriamento remoto
A captura de energia
eletromagnética refletida por um
determinado objeto, pode ser
captada por um sensor, o qual
transmite às estações de base, que
os transforma em produtos
gráficos, tabelas e,
principalmente, imagens.
Sensoriamento Remoto aplicado à Mineração
1. Revisão Teórica
1.1 Princípios; 
1.2 Estrutura de uma imagem digital;
1.3 Composições coloridas; 
1.4 Resoluções do sensoriamento remoto;
1.5 Tipos de sensores, resoluções e objetivos;
1.6 Download imagens de satélite.
1. Revisão Teórica
1.2 Estrutura de uma imagem digital
Pixel é o menor elemento de uma imagem. Em uma imagem em escala de cinza de 8 bits (28 = 256), o
valor do pixel varia entre 0 e 255, correspondendo à intensidade dos fótons de luz que atingem aquele
ponto. Cada pixel armazena um valor proporcional à intensidade da luz naquele local específico.
13 14
15 16
18/11/2021
5
1. Revisão Teórica
1.2 Estrutura de uma imagem digital
1. Revisão Teórica
1.2 Estrutura de uma imagem digital
1. Revisão Teórica
1.2 Estrutura de uma imagem digital
Sensoriamento Remoto aplicado à Mineração
1. Revisão Teórica
1.1 Princípios; 
1.2 Estrutura de uma imagem digital;
1.3 Composições coloridas; 
1.4 Resoluções do sensoriamento remoto;
1.5 Tipos de sensores, resoluções e objetivos;
1.6 Download imagens de satélite.
17 18
19 20
18/11/2021
6
1. Revisão Teórica
1.3 Composições coloridas
1. Revisão Teórica
1.3 Composições coloridas
1. Revisão Teórica
1.3 Composições coloridas
Real (TM 3,2,1)
1. Revisão Teórica
1.3 Composições coloridas
NIR (TM 4,3,2)
21 22
23 24
18/11/2021
7
1. Revisão Teórica
1.3 Composições coloridas
SWIR (TM 7,4,2)
1. Revisão Teórica
1.3 Composições coloridas
SWIR (TM 4,5,7)SWIR (TM 6,5,7)
• água, cobertura do solo com contraste extremo
com vegetação e plantações.
• a vegetação é relativamente fria, tons vermelhos
sobre a vegetação e as plantações.
• áreas urbanas absorvem e emitem energia com
destaque, são mostradas em tons de vermelho
Sensoriamento Remoto aplicado à Mineração
1. Revisão Teórica
1.1 Princípios; 
1.2 Estrutura de uma imagem digital;
1.3 Composições coloridas; 
1.4 Resoluções do sensoriamento remoto;
1.5 Tipos de sensores, resoluções e objetivos;
1.6 Download imagens de satélite.
1. Revisão Teórica
1.4 Resoluções do sensoriamento remoto
25 26
27 28
18/11/2021
8
1. Revisão Teórica
1.4 Resoluções do sensoriamento remoto
Resolução Espacial
1. Revisão Teórica
1.4 Resoluções do sensoriamento remoto
Resolução Espacial
1. Revisão Teórica
1.4 Resoluções do sensoriamento remoto
Resolução Temporal
1. Revisão Teórica
1.4 Resoluções do sensoriamento remoto
Resolução Temporal
29 30
31 32
18/11/2021
9
1. Revisão Teórica
1.4 Resoluções do sensoriamento remoto
Resolução Radiométrica
1. Revisão Teórica
1.4 Resoluções do sensoriamento remoto
Resolução Espectral
1. Revisão Teórica
1.4 Resoluções do sensoriamento remoto
1. Revisão Teórica
1.4 Resoluções do sensoriamento remoto
33 34
35 36
18/11/2021
10
Sensoriamento Remoto aplicado à Mineração
1. Revisão Teórica
1.1 Princípios; 
1.2 Estrutura de uma imagem digital;
1.3 Composições coloridas; 
1.4 Resoluções do sensoriamento remoto;
1.5 Tipos de sensores, resoluções e objetivos;
1.6 Download imagens de satélite.
1. Revisão Teórica
1.5 Tipos de Sensores, resoluções e objetivos
A observação da Terra por sensores remotos permite a análise e interpretação das
medições da REM refletida ou emitida por objetos que se encontram na terra, mar
ou atmosfera do nosso planeta, e adquiridas por sensores a bordo de aviões ou em
órbita (satélites).
Os sensores podem ser distinguidos e classificados de acordo com as suas
características de aquisição e registo da radiação eletromagnética, podendo ainda
apresentar diferentes tipos de resolução, consoante as características.
1. Revisão Teórica
1.5 Tipos de Sensores, resoluções e objetivos
Os sensores montados em satélites artificiais podem ser classificados de acordo com o tipo de órbita
percorrida, que pode ser alta (mais de 35.000 km de altitude), baixa (entre 180 e 2.000 km) ou intermédia
(cerca de 20.000 km de altitude).
As órbitas mais altas são utilizadas por satélites geoestacionários, que captam informação sempre no mesmo
local. São exemplos satélites com sensores meteorológicos e de telecomunicações.
Os satélites para GPS (Global Positioning System) ocupam órbitas intermédia, designando-se por órbitas
semi-síncronas.
A maioria dos satélites que transportam sensores para fins científicos percorrem órbitas circulares de baixa
altitude, variando a sua inclinação consoante o fim a que se destinam.
1. Revisão Teórica
1.5 Tipos de Sensores, resoluções e objetivos
Uma forma de distinguir os sensores entre si, diz respeito à fonte de energia que utilizam para registrar a
radiação eletromagnética.
37 38
39 40
18/11/2021
11
1. Revisão Teórica
1.5 Tipos de Sensores, resoluções e objetivos
Os sensores passivos utilizam a
energia do sol, não possuindo
nenhuma

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.