A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Prova I de Conservação e Gabarito Professora Flávia Rocha

Pré-visualização | Página 2 de 2

aves, incluindo 10 espécies de beija-flor. Em geral, os caçadores retiram mais mamíferos que aves e 
mais aves do que répteis. Em menos de um ano, os 230 habitantes das vilas Waorani, no Equador, mataram 
3165 mamíferos, aves e répteis. Em 1980, uma estimativa mostrou que 2 milhões de pessoas morando na área 
rural da Amazônia matavam, por ano, 14 milhões de mamíferos. Adicionando aves e répteis, este número subia 
para 19 milhões de animais. (Adaptado de Redford, 1992. The Empty Forest. BioScience.) 
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar você concorda com essas condições. Ok
https://sobreuol.noticias.uol.com.br/normas-de-seguranca-e-privacidade
Impresso por Ísis Amarante Botelho Rocha, CPF 122.286.316-20 para uso pessoal e privado. Este material pode ser protegido por
direitos autorais e não pode ser reproduzido ou repassado para terceiros. 24/08/2021 20:25:54
a) Por que dizemos que existem vários graus de subsistência? Quais são os fatores que vão 
determinar o impacto das populações sobre as espécies da fauna? 
As duas perguntas poderiam ter sido respondidas num único texto. Tamanho populacional é 
um fator crucial na determinação do “grau de subsistência”: quanto mais gente, maior a 
necessidade de recursos para suportar a população. Além disso, o consumo per capita vai ser 
igualmente determinante. População X consumo per capita serão os fatores fundamentais 
para determinar o impacto sobre as espécies da fauna. São igualmente importantes as 
tecnologias de exploração utilizadas. O aluno deveria ter explorado todos esses tópicos para 
responder a pergunta. 
 
b) Por que as estimativas de “Produção/Exploração Sustentável Máxima” não são 
totalmente confiáveis para o manejo de espécies exploradas? Que alternativa pode ser utilizada? 
 Primeiro, o aluno deveria explicar o que é a estimativa de produção sustentável máxima e o que 
ela em consideração no seu cálculo, para só a partir daí ter base para discutir a sua ineficácia e alternativa. 
Apontar todos aqueles problemas sobre os cálculos, destacados em sala de aula. Falar sobre a necessidade de se 
explorar em taxas bem abaixo das calculadas para efeito de tamponamento frente a oscilações ambientais 
aleatórias ou outro tipo de pressão que possa reduzir as populações de forma súbita. Como alternativa, falar 
sobre os estudos sobre População Mínima Viável. 
 
Questão 6 (2 pontos): Que mudança o desenvolvimento da agricultura provocou nas relações do homem com 
a natureza? Qual é a relação com a capacidade de suporte do ambiente? 
Quando o ser humano consegue produzir o próprio alimento, ele consegue aumentar virtualmente a capacidade 
de suporte do ambiente. Ele deixa de depender unicamente no que o meio oferece. Assim, o homem começa a se 
enxergar como não sendo mais parte do ambiente, mas sim como seu dominador. As populações humanas 
começam então a crescer. O aluno deveria falar também das questões sociais envolvidas, como o começo das 
desigualdades, da competição entre famílias, além do desenvolvimento de novas tecnologias e desmatamento. 
 
 
É importante salientar que os alunos haviam sido instruídos a darem respostas completas e contextualizadas. 
Então fica evidente que alunos que começaram suas respostas com “pois...”, sem contextualização do tema 
abordado não têm nenhuma chance de ganharem todos os pontos da questão. Provas discursivas exigem 
respostas com introdução, desenvolvimento e conclusão, especialmente quando as questões valem muitos 
pontos. 
 
 
 
 
 
 
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar você concorda com essas condições. Ok
https://sobreuol.noticias.uol.com.br/normas-de-seguranca-e-privacidade

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.