A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
15 pág.
SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL

Pré-visualização | Página 1 de 5

Questão 1/10 - Sistema Financeiro Internacional
-Na disciplina de Sistema Financeiro Internacional foi possível perceber que a crise financeira de 2008 teve origem no estouro da bolha imobiliária norte-americana naquele mesmo ano (Hoff, 2020).
Tendo como base os conteúdos discutidos na disciplina de Sistema Financeiro Internacional, assinale a alternativa que explique, corretamente, como surgiu a bolha imobiliária norte-americana: 
Nota: 10.0
	
	A
	A especulação no mercado imobiliário e a atuação do Banco Central norte-americano ao estimular o aumento dos preços dos imóveis contribuíram para que a bolha imobiliária aumentasse e estourasse em 2008.
Você acertou!
A especulação do mercado imobiliária, o incentivo do Banco Central dos Estados Unidos em subir os preços de imóveis, assim como a ação afirmativa para empréstimo, a atuação das agências de classificação de risco e a atuação das empresas Fannie Mae e Freddie Mac estimularam o aumento da bolha imobiliária norte-americana e seu estouro em 2008, com a falência de Lehman Brothers.
Fonte: Rota de aprendizagem da aula 6. Sistema Financeiro Internacional. Tema 4: Crise de 2008.
	
	B
	A estagnação no mercado mobiliário e a atuação da OEA no incentivo à subida dos preços dos recursos naturais contribuíram para que a bolha aumentasse e estourasse em 2008.
	
	C
	O aumento da inflação no mercado imobiliário e a atuação do Banco Interamericano de Desenvolvimento, ao estimular a subida dos preços dos imóveis, contribuíram para que a bolha apenas aumentasse e estourasse em 2008.
	
	D
	A retração no mercado imobiliário e a atuação do Banco dos BRICS no incentivo à subida dos preços dos imóveis contribuíram para que a bolha aumentasse e estourasse em 2008.
	
	E
	A especulação no mercado mobiliário e a atuação do Banco Intercontinental Americano no estímulo à subida dos preços dos imóveis contribuíram para que a bolha aumentasse e estourasse em 2008.
Questão 2/10 - Sistema Financeiro Internacional
-Leia o texto a seguir:
O Consenso de Washington ficou conhecido como tal “pelo fato de que essas ideias eram partilhadas, à época, pelos círculos de poder de Washington, incluindo o congresso e a administração dos Estados Unidos da América, por um lado, e por instituições internacionais sediadas em Washington, como o FMI e o Banco Mundial, por outro”. 
Fonte: Rota de aprendizagem da aula 5. Sistema Financeiro Internacional. Tema 3: O Consenso de Washington, adaptado. 
Tendo como base os conteúdos discutidos na disciplina Sistema Financeiro Internacional, assinale a alternativa que explica corretamente um dos motivos para o fracasso do Consenso de Washington:
Nota: 0.0
	
	A
	As políticas do Consenso de Washington tiveram uma implantação muito lenta nos países latino-americanos, desgastando assim as economias financiadoras do projeto.
	
	B
	As políticas do Consenso de Washington foram rejeitadas pelos países latino-americanos por causa dos riscos de desindustrialização.
	
	C
	As políticas do Consenso de Washington foram implantadas de forma incorreta pelo governo norte-americano, gerando uma crise na sua economia.
	
	D
	As políticas do Consenso de Washington tiveram uma implantação muito morosa nos Estados Unidos, desgastando a relação entre os grupos interessados.
	
	E
	As políticas do Consenso de Washington foram implantadas excessivamente rápido nos países latino-americanos, gerando crises econômicas e sociais nos mesmos.
No decorrer da disciplina, pode-se observar que as políticas do Consenso de Washington foram implementadas de modo excessivo e rápido, o que gerou crises nos países latino-americanos.
Fonte: Rota de aprendizagem da aula 5. Sistema Financeiro Internacional. Tema 3: O Consenso de Washington, adaptado.
Questão 3/10 - Sistema Financeiro Internacional
-“Neoliberalismo e Keynesianismo são duas teorias que buscam explicar a atuação do Estado, principalmente no que diz respeito às suas funções, à sua forma de organização e até onde ele deve atuar”.
 
Fonte: Rota de aprendizagem da aula 5. Sistema Financeiro Internacional. Tema 2: Neoliberalismo x Keynesianismo.
Tendo como base os conteúdos discutidos na disciplina de Sistema Financeiro Internacional, escolha a alternativa que explique, corretamente, no que consiste o neoliberalismo.
Nota: 10.0
	
	A
	-O neoliberalismo é uma política de fechamento comercial, que está assente na construção de um Estado autoritário e políticas migratórias mais rígidas.
	
	B
	O neoliberalismo é uma política protecionista, que está assentada na forte presença estatal na economia e na socialização dos meios de produção.
	
	C
	O neoliberalismo é uma política financeira, que busca a abertura comercial, a proibição de investimento chinês e a desburocratização de processos.   
	
	D
	O neoliberalismo é uma política social, baseada na abertura migratória, na intervenção do Estado e na desregulamentação de vistos de residência
	
	E
	O neoliberalismo é uma política econômica, que se baseia na abertura comercial, no Estado mínimo e na desregulamentação.
Você acertou!
Na aula 5 foi possível observar que o neoliberalismo se apresenta fundamentalmente como uma receita de política econômica, em que, abertura comercial, Estado mínimo e desregulamentação são os principais ingredientes.
Fonte: Rota de aprendizagem da aula 5. Sistema Financeiro Internacional. Tema 2: Neoliberalismo x Keynesianismo, adaptado.
Questão 4/10 - Sistema Financeiro Internacional
-Na disciplina de Sistema Financeiro Internacional foi possível observar que a crise financeira de 2008 foi um dos eventos mais importantes do início do século XXI. A crise de 2008 atingiu diretamente os grandes centros capitalistas mundiais e trouxe à tona a discussão sobre a desregulamentação dos sistemas financeiros nacionais (Hoff, 2020).
Tendo como base os conteúdos discutidos na disciplina de Sistema Financeiro Internacional, assinale a alternativa que indica, corretamente, a origem da crise financeira de 2008:
Nota: 10.0
	
	A
	A crise de 2008 tem raízes na crise financeira norte-americana, gerada pela superprodução de commodities.
	
	B
	A crise de 2008 tem raízes na crise financeira norte-americana, gerada pela escassez de mão-de-obra no país
	
	C
	A crise de 2008 tem raízes na crise financeira norte-americana, gerada pelo impacto da falta de recursos energéticos na economia.
	
	D
	A crise de 2008 tem raízes na crise financeira norte-americana, gerada por uma bolha imobiliária. 
Você acertou!
A crise financeira americana foi gerada pelo estouro de uma grande bolha imobiliária, em 2008. Entretanto, deve-se ter em mente que o problema se iniciou na década anterior, com a intensificação de duas políticas governamentais voltadas para o setor imobiliário a fim de aumentar o número de proprietários de imóveis.
 
Fonte: Rota de aprendizagem da aula 6. Sistema Financeiro Internacional. Tema 4: Crise de 2008.
 
	
	E
	A crise de 2008 tem raízes na crise financeira norte-americana, gerada pelo excesso de capital e falta de mão de obra.
Questão 5/10 - Sistema Financeiro Internacional
-Leia o texto a seguir:
“Existem defensores e críticos à teoria neoliberal. Estes promovem grandes embates desde há muito tempo na economia, principalmente em períodos de implementação de suas bases ideológicas, como foi na década de 1990”. 
Fonte: Rota de aprendizagem da aula 5. Sistema Financeiro Internacional. Tema 5: Defensores e Críticos da Teoria Neoliberal.
Tendo como base os conteúdos discutidos na disciplina Sistema Financeiro Internacional, assinale a alternativa que aponta um dos aspectos negativos do Neoliberalismo:
Nota: 10.0
	
	A
	O neoliberalismo promove o fortalecimento da indústria em detrimento dos bancos.
	
	B
	O neoliberalismo favorece as economias em desenvolvimento.
	
	C
	O neoliberalismo conduz à financeirização da vida pública.
	
	D
	O neoliberalismo causa a dependência do capital externo.
Você acertou!
Na disciplina Sistema Financeiro Internacional observou-se que, de acordo com os críticos do neoliberalismo, os seus aspectos negativos envolvem o fato de que ele

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.