A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
Patologia epitelial

Pré-visualização | Página 1 de 1

Amanda Mendonça
Patologia epitelial
Lesões epiteliais benignas associadas ao papilomavírus humano
- Papilomavírus humano é o HPV e há mais de 30 tipos conhecidos por infectar a mucosa oral;
- A maioria são assintomáticos e sem doença clínica evidente;
- Fatores associados: gênero masculino, aumento do número de parceiros sexuais, fumo do tabaco e infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV);
- Formas propostas de transmissão: sexual e não sexual, contato pessoal, saliva, objetos contaminados, autoinoculação, aleitamento materno, transmissão parietal, transmissão pré-natal;
- Período de incubação para a doença benigna por HPV: 3 semanas – 2 anos;
- Persistência da doença oral: sistema imune debilitado, idade avançada, sexo oral, verrugas, tabagismo.
PAPILOMA:
O que é?
- Proliferação benigna do epitélio pavimentoso estratificado induzida pelo HPV. HPV tipo 6 e 11.
Características:
- Lesão papilar ou verruciforme;
- Acomete mais pessoas dos 30 aos 50 anos;
- Nódulo de consistência amolecida, assintomático, normalmente pediculado, projeções com aparência de ‘’couve-flor’’ ou ‘’verruga’’;
- Normalmente solitário e aumenta de tamanho rapidamente chegando a 0,5cm.
Localizado:
- Lesão de tecido mole mais comum em palato mole;
- Palato, língua e lábios.
Tratamento:
- Excisão cirúrgica conservadora, incluindo a base da lesão.
VERRUGA VULGAR (VERRUGA COMUM):
O que é?
- Hiperplasia benigna e focal do epitélio pavimentoso estratificado. HPV tipo 2.
Características:
- Contagioso e pode se espalhar por outras partes do corpo por autoinoculação;
- Muito comum em pele mas pode acometer mucosa oral;
- Costuma aparecer mais em crianças;
- Pápula ou nódulo assintomático com projeções papilares ou superfície áspera e irregular, pediculada ou séssil;
- Lesões de 5mm no máximo. Lesões múltiplas são comuns;
- Há acúmulo de queratina por isso existe a aspereza das projeções superficiais.
Localizado:
- Pele e em região oral, borda do vermelhão do lábio, na mucosa labial ou parte anterior da língua.
Tratamento:
- Excisão cirúrgica em casos de apresentação clínica atípica com incerto diagnóstico;
- Pode utilizar laser, crioterapia ou eletrocirurgia também para remover.
CONDILOMA ACUMINADO (VERRUGA VENÉREA):
O que é?
- Proliferação do epitélio pavimentoso estratificado. HPV 6 e 11.
Características:
- Advém de DST e afeta cerca de 1% da população sexualmente ativa. Pode ser indicador de abuso quando diagnosticado em crianças;
- Pode ocorrer transmissão vertical das mães com infecção genital por HPV ocorrendo em período perinatal ou in útero;
- Condilomas anogenitais e orais podem apresenta-se simultaneamente;
- Lesão exofítica, séssil, rósea, bem delimitada, indolor, com projeções superficiais, de 1,0 a 1,5cm.
Localizado:
- Mucosa labial e freio lingual, palato mole.
Tratamento:
- Excisão cirúrgica conservadora ou crioterapia ou ablação a laser.
HIPERPLASia epitelial focal (doença de Heck: hiperplasia epitelial multifocal pelo papilomavírus: hiperplasia epitelial multifocal):
O que é?
- Proliferação de epitélio pavimentoso. HPV 13 e 32.
Características:
- Afeta mais crianças e costuma afetar múltiplos membros de uma mesma família;
- Em tendência familiar pode estar associado a susceptibilidade genética ou transmissão do HPV entre estes. Ademais, outros fatores associados são o baixo padrão socioeconômico, moradias superlotadas, higiene precária, má nutrição, infecção pelo HIV;
- Existem 2 variantes clínicas a papulonodular e a papilomatosa, onde a mais comum é a paplonodular que possui nódulos e pápulas róseas de superfície lisa, acometendo mais mucosas jugal e labial e comissura bucal;
- Varia de 0,1 a 1,0 cm.
Localizado:
- Mucosas labial, jugal e lingual. Também pode haver lesões gengivais em palato, assoalho e em tonsilares.
Tratamento:
- Excisão cirúrgica conservadora, crioterapia, laser de dióxido de carbono ou eletrocoagulação.
MÁCULa melanótica oral (melanose focal):
O que é?
- Pigmentação plana e castanha devido o acúmulo focal de melanina.
Sua causa é incerta.
Características:
- Esta não depende de exposição solar;
- Mácula solitária arredondada ou oval, bem delimitada, assintomática, 7mm;
- Não possui potencial de transformação em maligna.
Localizado:
- Vermelhão do lábio inferior, mucosa jugal, gengiva e palato.
Tratamento:
- Remoção pode ser desejável em casos de mácula melanótica em áreas que comprometem a estética;
- Biópsia excisional é método de tratamento. Eletrocauterização, ablação a laser ou criocirurgia são efetivas.
LEUCOPLASIA (leucoqueratose, eritroleucoplasia):
O que é?
- Mancha branca ou placa, causa por crescimento celular excessivo.
Características:
- Espessamento na camada superficial de queratina que mostra uma coloração branca quando úmida. Acantose, que mascara a vascularização normal de cor vermelha do tecido conjuntiv;
- Lesão com alto potencial para torna-se maligna;
- Leve ou delgada: aparência branca ou cina, plana ou ligeiramente elevada, fissurada ou enrugada;
- Em tabagistas, placas brancas espessas e bem delimitadas com profundas fissuras;
- Granular ou nodular: aumento de irregularidades de superfície;
- Verrucosa ou verruciforme: projeções afiadas e verruciformes;
- LPV – verrucosa proliferativa: múltiplas placas queratóticas com projeções rugosas de superfície.
Localizado:
- Vermelhão do lábio, mucosa bucal e gengiva.
Tratamento:
- Biópsia para obter correto diagnóstico. Mudanças de hábitos em tabagistas. Remoção completa por excisão cirúrgica, eletrocauterização, criocirurgia ou ablação a laser. Além de avaliação clínica de 6 em 6 meses.
LPV: 
ERITROPLASia:
O que é?
- Mancha ou placa vermelha. Sem causa óbvia, mas o fumo pode estar associado.
Características:
- Mais raro que leucoplasia;
- Mancha ou placa bem delimitada, eritematosa de consistência macia e textura aveludade.
Localizado:
- Assoalho bucal, língua e palato mole.
Tratamento:
- Biópsia. Excisão completa ou ablação.
ESTOMATITE NICOTÍNICA (nicotínica palatina; palato do tabagista):
O que é?
- Lesão hiperqueratótica associada ao fumo de tabaco.
Características:
- Se desenvolve como resposta ao calor;
- O cachimbo oferece mais calor;
- A mucosa fica cinza ou branca com numerosas pápulas elevadas com centros vermelhos puntiformes. Essas pápulas representam uma inflamação das glândulas salivares menores
Localizado:
- Palato.
Tratamento:
- Normalmente o palato volta o normal após duas semanas de cessão do tabaco.
QUEILITE ACTÍNICA (quilose actínica, queilose solar):
O que é?
- Condição potencialmente maligna em vermelhão do lábio inferior advinda da exposição crônica a luz UV.
Características:
- Acomete mais meia idade e idosos;
- Distúrbios genéticos, tabagismo e imunossupressão;
- Desenvolvimento lento;
- Áreas lisas, manchadas e pálidas com ressecamento e fissuras do vermelhão do lábio inferior com margem indefinida.
Localizado:
- Vermelhão do lábio inferior.
Tratamento:
- Reduzir exposição solar. Biópsias, ablação a laser, eletrodissecção, crioterapia, terapia fotodinâmica.
CARCINOMA EPIDERMOIDE (carcinoma espinocelular):
O que é?
- Tumor em epiderme de causas multifatoriais.
Características:
- Fatores extrínsecos: fumo, álcool, sífilis e luz solar;
Fatores intrínsecos: desnutrição geral ou anemia por deficiência de ferro;
- Dor mínima em seu crescimento;
Localizado:
- Principalmente em língua.
Tratamento:
- Excisão cirúrgica, radioterapia e quimioterapia.