A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
conservação de quantidade de movimento

Pré-visualização | Página 1 de 1

Conservação de Quantidade 
. de Movimento
Sistema mecanicamente isolado 
Uma partícula em equilíbrio é o caso mais 
elementar de sistema mecânico isolado. 
Estando em repouso ou em movimento 
retilíneo e uniforme, a resultante das forças 
que agem sobre ela é nula. Vejamos outro 
exemplo: admita que dois patinadores, 
inicialmente em repouso sobre uma 
plataforma plana e horizontal, se empurrem 
mutuamente, conforme sugere a figura. 
 
 
 
 
 
 
Desprezando os atritos e a influência do ar, 
os dois patinadores constituem um sistema 
mecânico isolado, pois a resultante das 
forças externas atuantes no conjunto é nula. 
De fato, as únicas forças externas que agem 
em cada patinador são a força da gravidade 
(peso) e a força de sustentação da 
plataforma (normal), que se equilibram. 
 
 
 
as forças trocadas entre eles no ato do 
empurrão não seriam resultantes, uma vez 
que cada patinador, pela ação da força 
recebida, tem seu corpo acelerado a partir 
do repouso? 
 
E a resposta é simples: sim, essas forças 
(ação e reação) são as resultantes que 
aceleram cada corpo, porém são forças 
internas ao sistema, não devendo ser 
consideradas no estudo do sistema como um 
todo. 
 
De fato, a soma dos impulsos das forças 
internas Fe −F (forças de ação e reação 
trocadas pelos patinadores no ato do mútuo 
empurrão) é nula e, por isso, essas forças 
não participam da composição do impulso 
total externo exercido sobre o sistema. 
 
O princípio da conservação da quantidade de 
movimento

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.