A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
54 pág.
aula 2

Pré-visualização | Página 2 de 2

de uma onda
Q anormal.
,
Avaliação diagnóstica do IAM
Exames laboratoriais:
- Creatina cinase e suas isoenzimas: CK-MM (músculo
esquelético); CK-MB (músculo cardíaco); CK-BB (tecido
cerebral)
CK-MB (músculo cardíaco): isoenzima específica para o
diagnóstico de IAM – níveis aumentando quando ocorre lesão
nestas células
Avaliação diagnóstica do IAM
Exames laboratoriais:
- Mioglobina: encontrada no músculo cardíaco e esquelético;
um aumento na mioglobina não é muito específico na
indicação de um evento cardíaco agudo, entretanto os
resultados negativos representa parâmetro excelente para
excluir o IAM
Avaliação diagnóstica do IAM
Exames laboratoriais:
- Troponina: proteína encontrada no miocárdio responsável
por regular o processo contrátil do miocárdio.
Existem três isômeros: T, C e I
Tratamento do IAM
Objetivos: 
- minimizar a lesão miocárdica
- preservar a função miocárdica
- evitar as complicações
Terapia 
farmacológica
Controle dos 
fatores de risco
Tratamento do IAM
- Nitroglicerina: agente vasodilatador
- Agentes bloqueadores beta-adrenérgicos: redução da
contratilidade miocárdica
- Bloqueadores dos canais de cálcio
- Agentes antiplaquetários: evitar agregação plaquetária
- Oxigenoterapia: aumentar a quantidade de oxigênio para o
miocárdio e reduzir a dor
- Analgésicos: a morfina é o de escolha → reduz a
dor/ansiedade
Tratamento do IAM
- Trombolíticos: dissolver e romper o trombo em uma artéria
coronária (trombólise) permitindo que o sangue flua
novamente através da artéria coronária (reperfusão) –
minimiza o tamanho do infarto e preserva a função cardíaca
ATENTAR AO RISCO DE HEMORRAGIA: minimizar número 
de punções, evitar injeções via intramuscular, trauma tissular 
e aplicar pressão por mais tempo que o usual ao término da 
punção venosa 
SAE ao paciente com IAM
Histórico de Enfermagem
- História clínica: dor, dispnéia, ansiedade ... Avaliar quanto
a duração, fatores que precipitam/aliviam
- Garantir que o acesso venoso esteja disponível para
administração de medicamentos de emergência
- Evitar uso de injeção IM
Diagnósticos de Enfermagem
- Perfusão ineficaz do tecido relacionado ao fluxo sanguíneo
coronário reduzido a partir do trombo coronário e placa
aterosclerótica
- Potencial para a troca gasosa prejudicada relacionado a
sobrecarga hídrica em razão da disfunção ventricular
esquerda
- Potencial para perfusão tissular periférica alterada
relacionada com o débito cardíaco reduzido em razão da
disfunção ventricular esquerda
Diagnósticos de Enfermagem
- Ansiedade relacionada com o medo da morte
- Conhecimento deficiente sobre o autocuidado após o IAM
Planejamento de Enfermagem
- Metas:
- Melhora da dor e dos outros sinais/sintomas isquêmicos
- Melhora da função respiratória
- Promoção da perfusão tissular adequada
- Redução da ansiedade
- Promoção do cuidado domiciliar
Planejamento de Enfermagem
- Melhora da dor e dos outros sinais/sintomas isquêmicos
- observar as características da dor (localização, intensidade,
irradiação, duração e fatores que o afetam)
- verificar a presença de outros sinais/sintomas (náuseas,
sudorese, dispnéia, etc.)
- obter um ECG e realizar avaliação
- administrar oxigênio se necessário (finalidade: aumentar
suprimento de O2 para o miocárdio caso a Sat O2 esteja baixa)
- administrar a terapia medicamentosa conforme a prescrição
e avaliar continuamente a resposta do paciente
- garantir o repouso no leito com a cabeceira elevada
Planejamento de Enfermagem
- Melhora da função respiratória
- observar desconforto torácico (FC) e investigar sons
respiratórios anormais
- encorajar o paciente a respirar profundamente e a mudar de
posição com frequência a fim de impedir que o liquido se acumule
nas bases dos pulmões
Planejamento de Enfermagem
- Promoção da perfusão tissular adequada
- limitar o paciente ao repouso no leito ou cadeira durante a
fase inicial do tratamento → redução do consumo de O2 pelo
miocárdio → prosseguir com esta limitação até que o paciente esteja
sem dor e hemodinamicamente estável
- verificar a temperatura e os pulsos periféricos com
frequência a fim de garantir perfusão tissular adequada
Planejamento de Enfermagem
- Redução da ansiedade
- avaliar o nível de ansiedade e os mecanismos de
enfrentamento do paciente/família
- permitir que o paciente/familiares expresse a
ansiedade/medo
- desenvolver relação de confiança/carinho com o paciente
- aliviar a ansiedade e medos
- aplicar técnicas de relaxamento, musicoterapia
Planejamento de Enfermagem
- Promoção do cuidado domiciliar
- fornecer educação adequada sobre a vida saudável para o
coração
- facilitar o envolvimento do paciente em um programa d
reabilitação cardíaca
- encorajar o paciente a optar por estilo de vida compatível
com as recomendações saudáveis para o coração.
Avaliação de Enfermagem
- Alivio da dor
- Ausência de dificuldade respiratória
- Perfusão tissular adequada
- Ansiedade reduzida
- Adesão a um programa de autocuidado
OBRIGADA!

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.