Buscar

8 SIMULADO 1 FASE XXXII EXAME DE ORDEM

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 27 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 27 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 27 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

1 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
 
 
2 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
8º SIMULADO 1ª FASE 
XXXII EXAME DE ORDEM 
 
O Gabarito deste Simulado estará disponível 
em breve na área de Materiais no app do OAB de Bolso. 
 
Acesse www.oabdebolso.com.br/download no seu celular ou tablet para baixar o 
aplicativo. 
 
QUESTÃO 1 
Sobre as competências dos Conselhos Seccionais da 
OAB, assinale a afirmativa correta. 
a) Ajuizar, após deliberação, ação direta de 
inconstitucionalidade de leis estaduais em face da 
Constituição Estadual e ação direta de 
inconstitucionalidade de leis federais em face da 
Constituição Federal. 
b) Ajuizar, após deliberação, mandado de segurança 
coletivo em defesa de seus inscritos, 
independentemente de autorização pessoal dos 
interessados. 
c) Ajuizar, independentemente de deliberação, 
ações de indenização contra todos aqueles que 
ofenderem seus inscritos, em razão do exercício da 
profissão. 
d) Ajuizar, após deliberação, mandado de injunção, 
em face da Constituição Estadual ou em face da 
Constituição Federal. 
QUESTÃO 2 
Os sócios Antônio, Daniel e Marcos constituíram a 
sociedade Antônio, Daniel & Marcos Advogados 
Associados, com sede em São Paulo e filial em 
Brasília. Após desentendimentos entre eles, 
Antônio constitui sociedade unipessoal de 
advocacia, com sede no Rio de Janeiro. Marcos, por 
sua vez, retira-se da sociedade Antônio, Daniel & 
Marcos Advogados Associados. Sobre a situação 
apresentada, assinale a afirmativa correta. 
a) Daniel não está obrigado a manter inscrição 
suplementar em Brasília, já que a sociedade 
Antônio, Daniel & Marcos Advogados Associados 
tem sede em São Paulo. 
b) Antônio deverá retirar-se da Antônio, Daniel & 
Marcos Advogados Associados, já que não pode 
integrar, simultaneamente, uma sociedade de 
advogados e uma sociedade unipessoal de 
advocacia. 
c) Mesmo após Marcos se retirar da sociedade 
Antônio, Daniel & Marcos Advogados Associados 
permanece o impedimento para que ele e Antônio 
representem em juízo clientes com interesses 
opostos. 
d) Caso Antônio também se retire da Antônio, 
Daniel & Marcos Advogados Associados, a 
sociedade deverá passar a ser denominada Daniel 
Sociedade Individual de Advocacia. 
QUESTÃO 3 
O advogado João, conselheiro em certo Conselho 
Seccional da OAB, foi condenado, pelo 
cometimento de crime de tráfico de influência, a 
uma pena privativa de liberdade. João respondeu ao 
processo todo em liberdade, apenas tendo sido 
decretada a prisão após o trânsito em julgado da 
sentença condenatória. Quanto aos direitos de João, 
considerando o disposto no Estatuto da Advocacia e 
da OAB, assinale a afirmativa correta. 
a) João tem direito à prisão domiliciar em razão de 
http://www.oabdebolso.com/download/d/PDF_1o_Simulado_1afase_XXIV
 
3 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
suas atividades profissionais, ou à prisão em sala de 
Estado Maior, durante todo o cumprimento da pena 
que se inicia, a critério do juiz competente. 
b) João tem direito a ser preso em sala de Estado 
Maior durante o cumprimento integral da pena que 
se inicia. Apenas na falta desta, em razão de suas 
atividades profissionais, terá direito à prisão 
domiciliar. 
c) João não tem direito a ser preso em sala de 
Estado Maior em nenhum momento do 
cumprimento da pena que se inicia, nem terá 
direito, em decorrência de suas atividades 
profissionais, à prisão domiliciar. 
d) João tem direito a ser preso em sala de Estado 
Maior apenas durante o transcurso de seu mandato 
como conselheiro, mas não terá direito, em 
decorrência de suas atividades profissionais, à 
prisão domiciliar. 
QUESTÃO 4 
Os advogados Raimundo da Silva, Severino da 
Silva e Juscelino da Silva constituíram sociedade 
simples de prestação de serviços de advocacia, 
denominada Silva Advogados, com o registro 
aprovado dos seus atos constitutivos no Conselho 
Seccional da OAB pertinente ao local da sede. 
Severino figura como sócio-gerente. Além dos três 
advogados, não há outros sócios ou associados. 
Considerando a situação narrada e a disciplina do 
Regulamento Geral do Estatuto da Advocacia e da 
OAB, assinale a afirmativa correta. 
a) Os atos indispensáveis à satisfação das 
finalidades da pessoa jurídica apenas podem ser 
praticados por Raimundo, Severino ou Juscelino, 
sendo vedada a prática de atos por Silva 
Advogados, uma vez que as atividades necessárias 
ao desempenho da advocacia devem ser exercidas 
individualmente, ainda que revertam à sociedade os 
proveitos. 
b) Os atos indispensáveis à satisfação das 
finalidades da pessoa jurídica podem ser praticados 
por Silva Advogados; porém, os atos privativos de 
advogado devem ser praticados por Raimundo, 
Severino ou Juscelino. 
c) Os atos indispensáveis à satisfação das 
finalidades da pessoa jurídica e os atos privativos de 
advogado podem ser praticados por Silva 
Advogados. 
d) Os atos destinados à satisfação das finalidades da 
pessoa jurídica apenas devem ser praticados por 
Severino, sendo vedada a prática de atos por Silva 
Advogados, uma vez que as atividades necessárias 
ao desempenho da advocacia devem ser exercidas 
individualmente, ainda que revertam à sociedade os 
proveitos. Os atos também não podem ser 
praticados pelos demais sócios, já que Severino 
figura como sócio-gerente. 
QUESTÃO 5 
Juan e Pablo, ambos advogados, atuaram 
conjuntamente patrocinando uma demanda 
trabalhista em favor de certo trabalhador 
empregado. Tiveram bastante sucesso no exercício 
dessa função, tendo se valido de teses jurídicas 
notórias. Em razão disso, após o fim desse 
processo, duas pessoas jurídicas contrataram, 
respectivamente, Juan e Pablo, como integrantes de 
seus departamentos jurídicos, em relação 
empregatícia. A sociedade que empregou Juan 
determinou que ele atue de forma consultiva, 
emitindo parecer sobre a mesma questão jurídica 
tratada naquele primeiro processo, embora adotando 
orientação diversa, desta feita favorável aos 
empregadores. A pessoa jurídica que emprega Pablo 
pretende que ele realize sua defesa, em juízo, em 
processos nos quais ela é ré, sobre a mesma 
questão, também sustentando o posicionamento 
favorável aos empregadores. Considerando o caso 
narrado, assinale a afirmativa correta. 
a) Juan e Pablo podem, de maneira legítima, recusar 
a atuação consultiva e o patrocínio das demandas 
judiciais, respectivamente, sem que isso implique 
violação aos seus deveres profissionais. 
b) Apenas Juan pode, de maneira legítima, recusar a 
atuação consultiva sem que isso implique violação 
aos seus deveres profissionais. 
c) Apenas Pablo pode, de maneira legítima, recusar 
o patrocínio das demandas judiciais sem que isso 
 
4 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
implique violação aos seus deveres profissionais. 
d) As recusas quanto à atuação consultiva e ao 
patrocínio das demandas judiciais, por Juan e Pablo, 
respectivamente, implicam violações aos seus 
deveres profissionais. 
QUESTÃO 6 
O advogado Armando alterou o endereço de seu 
escritório e, para comunicar tal alteração, enviou 
correspondência a grande número de pessoas, 
notadamente, seus clientes e outros advogados. 
Observadas as regras do Estatuto da OAB e do 
Código de Ética e Disciplina da OAB/2015, 
Armando realizou publicidade irregular? 
a) Sim. Considera-se imoderado qualquer anúncio 
profissional mediante remessa de correspondência a 
uma coletividade. 
b) Sim. Ao advogado é vedado o envio de 
correspondência a clientes, salvo para tratar de 
temas que sejam de interesse desses últimos. 
c) Não. Armando poderia ter enviado a 
correspondência em questão, pois estava apenas 
comunicando a alteração de seu endereço. 
d) Não. A publicidade por meio de correspondência 
é permitida em qualquer caso e para comunicar 
qualquer tipo de informação. 
QUESTÃO 7 
Enzo, regularmente inscrito juntoà OAB, foi 
contratado como empregado de determinada 
sociedade limitada, a fim de exercer atividades 
privativas de advogado. Foi celebrado, por escrito, 
contrato individual de trabalho, o qual estabelece 
que Enzo se sujeitará a regime de dedicação 
exclusiva. A jornada de trabalho acordada de Enzo 
é de oito horas diárias. Frequentemente, porém, é 
combinado que Enzo não compareça à sede da 
empresa pela manhã, durante a qual deve ficar, por 
três horas, �de plantão�, ou seja, à disposição do 
empregador, aguardando ordens. Nesses dias, 
posteriormente, no período da tarde, dirige-se à 
sede, a fim de exercer atividades no local, pelo 
período contínuo de seis horas. Considerando o 
caso narrado e a disciplina do Estatuto da 
Advocacia e da OAB, bem como do seu 
Regulamento Geral, assinale a afirmativa correta. 
a) É vedada a pactuação de dedicação exclusiva. 
Deverão ser remuneradas como extraordinárias as 
horas diárias excedentes a quatro horas contínuas, 
incluindo-se as horas cumpridas por Enzo na sede 
da empresa, bem como as horas que ele permanece 
em sede externa, executando tarefas ou meramente 
aguardando ordens do empregador. 
b) É autorizada a pactuação do regime de dedicação 
exclusiva. Deverão ser remuneradas como 
extraordinárias as horas que excederem a jornada de 
oito horas diárias, o que inclui as horas cumpridas 
por Enzo na sede da empresa ou efetivamente 
executando atividades externas ordenadas pelo 
empregador. As horas em que Enzo apenas aguarda 
as ordens fora da sede são consideradas somente 
para efeito de compensação de horas. 
c) É autorizada a pactuação do regime de dedicação 
exclusiva. Deverão ser remuneradas como 
extraordinárias as horas que excederem a jornada de 
oito horas diárias, o que inclui tanto as horas 
cumpridas por Enzo na sede da empresa como as 
horas em que ele permanece em sede externa, 
executando tarefas ou meramente aguardando 
ordens do empregador. 
d) É autorizada a pactuação do regime de dedicação 
exclusiva. Deverão ser remuneradas como 
extraordinárias as horas que excederem a jornada de 
nove horas diárias, o que inclui as horas cumpridas 
por Enzo na sede da empresa ou efetivamente 
executando atividades externas ordenadas pelo 
empregador. As horas em que Enzo apenas aguarda 
as ordens fora da sede são consideradas somente 
para efeito de compensação de horas. 
QUESTÃO 8 
Cláudio, advogado inscrito na Seccional da OAB do 
Estado do Rio de Janeiro, praticou infração 
disciplinar em território abrangido pela Seccional 
da OAB do Estado da São Paulo. Após 
representação do interessado, o Conselho de Ética e 
Disciplina da Seccional da OAB do Estado do Rio 
 
5 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
de Janeiro instaurou processo disciplinar para 
apuração da infração. Sobre o caso, de acordo com 
o Estatuto da OAB, o Conselho de Ética e 
Disciplina da Seccional da OAB do Estado do Rio 
de Janeiro 
a) não tem competência para punir disciplinarmente 
Cláudio, pois a competência é exclusivamente do 
Conselho Seccional em cuja base territorial tenha 
ocorrido a infração, salvo se a falta for cometida 
perante o Conselho Federal. 
b) tem competência para punir disciplinarmente 
Cláudio, pois a competência é exclusivamente do 
Conselho Seccional em que o advogado se encontra 
inscrito, salvo se a falta for cometida perante o 
Conselho Federal. 
c) tem competência para punir disciplinarmente 
Cláudio, pois a competência é concorrente entre o 
Conselho Seccional em que o advogado se encontra 
inscrito e o Conselho Seccional em cuja base 
territorial tenha ocorrido a infração, salvo se a falta 
for cometida perante o Conselho Federal. 
d) não tem competência para punir disciplinarmente 
Cláudio, pois a competência é exclusivamente do 
Conselho Federal, ainda que a falta não tenha sido 
cometida perante este, quando o advogado for 
inscrito em uma Seccional e a infração tiver 
ocorrido na base territorial de outra. 
QUESTÃO 9 
"O direito não é uma simples ideia, é uma força 
viva."(Rudolf von Ihering) Em seu texto "A Luta 
pelo Direito", o jurista alemão Rudolf von Ihering 
apresenta o conceito de direito a partir da ideia de 
luta social. Assinale a afirmativa que expressa o 
sentido que, no trecho citado, Ihering confere ao 
direito. 
a) Trabalho incessante e uma luta sem tréguas nos 
quais participam o Poder Público e toda a 
população, isto é, qualquer pessoa que se veja na 
contingência de ter de afirmar seu direito. 
b) Uma luta permanente que é travada por 
parlamentares no âmbito da arena legislativa, que o 
fazem em nome da população a partir das eleições 
que configuram o processo democrático de 
legitimação popular. 
c) O resultado dinâmico da jurisprudência que cria e 
recria o direito a partir das demandas de cada caso 
concreto, adaptando a lei ao mundo real. 
d) O produto das relações industriais e comerciais 
que são livremente travadas por agentes 
econômicos, trabalhadores e empregadores e que 
definem, no contexto de uma luta concreta, o 
sentido próprio das leis. 
QUESTÃO 10 
O utilitarismo é uma filosofia moderna que 
conquistou muitos adeptos nos séculos XIX e XX, 
inclusive no pensamento jurídico. As principais 
características do utilitarismo são: 
a) convencionalismo, consequencialismo e 
antifundacionalismo. 
b) consequencialismo, transcendentalismo e 
fundacionalismo. 
c) convencionalismo,materialismo e fatalismo. 
d) mecanicismo, fatalismo e antifundacionalismo. 
QUESTÃO 11 
Ao constatar que numerosas tribos indígenas, que 
ocupam determinadas áreas em caráter permanente, 
estão sendo fortemente atingidas por uma epidemia 
de febre amarela, o Governador do Estado Alfa 
remove-as da localidade de maneira forçada. Dada a 
repercussão do caso, logo após a efetivação da 
remoção, submete suas justificativas à Assembleia 
Legislativa do Estado Alfa, informando que o 
deslocamento das tribos será temporário e que 
ocorreu em defesa dos interesses das populações 
indígenas da região. A Assembleia Legislativa do 
Estado Alfa termina por referendar a ação do Chefe 
do Poder Executivo estadual. Sobre o ato do 
Governador, com base no quadro acima 
apresentado, assinale a afirmativa correta. 
a) Agiu em consonância com o sistema jurídico-
constitucional brasileiro, pois é de competência 
exclusiva do Chefe do Poder Executivo decidir 
quais as medidas a serem tomadas nos casos que 
envolvam perigo de epidemia. 
 
6 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
b) Não agiu em consonância com o sistema 
jurídico-constitucional brasileiro, pois o princípio 
da irremovibilidade dos índios de suas terras é 
absoluto e, por essa razão, torna ilegítima a ação de 
remoção das tribos. 
c) Agiu em consonância com a CRFB/88, pois, 
como o seu ato foi referendado pelo Poder 
Legislativo do Estado Alfa, respeitou os ditames 
estabelecidos pelo sistema jurídico-constitucional 
brasileiro. 
d) Não agiu em consonância com o sistema 
jurídico-constitucional brasileiro, posto que, no 
caso concreto, as autoridades estaduais não 
poderiam ter decidido, de modo conclusivo, pela 
remoção das tribos. 
QUESTÃO 12 
José é cidadão do município W, onde está 
localizado o distrito de B. Após consultas 
informais, José verifica o desejo da população 
distrital de obter a emancipação do distrito em 
relação ao município de origem. De acordo com as 
normas constitucionais federais, dentre outros 
requisitos para legitimar a criação de um novo 
Município, são indispensáveis: 
a) lei estadual e referendo. 
b) lei municipal e plebiscito. 
c) lei municipal e referendo. 
d) lei estadual e plebiscito. 
QUESTÃO 13 
Sob a alegação de que o Projeto de Lei nº 1234, 
aprovado pelo Congresso Nacional, viola a 
CRFB/88, o Presidente da República o veta. 
Insatisfeitas, as lideranças políticas da oposição 
afirmam que a justificativa presidencial não se 
sustenta em argumentação jurídicaplausível. As 
lideranças partidárias, por considerarem que o 
projeto de lei, nos termos aprovados pelo Poder 
Legislativo, é fundamental para o processo de 
recuperação econômica do país, reúnem-se e 
sugerem várias ações para que as propostas 
constantes do projeto possam se converter em lei. 
Assinale a ação que, com embasamento 
constitucional, as lideranças partidárias devem 
adotar. 
a) Formar uma base de apoio que contasse com a 
maioria simples dos membros de uma das casas 
legislativas, para apresentar, na mesma sessão 
legislativa, projeto de lei de idêntico teor. 
b) Recorrer ao Poder Judiciário contra o ato do 
Presidente da República, que, valendo-se de 
instrumento arbitrário e antidemocrático (o veto), 
impediu o Legislativo de exercer sua função típica. 
c) Formar maioria absoluta no Congresso 
Nacional(senadores e deputados federais) que, em 
sessão conjunta, votasse pela derrubada do veto 
imposto pelo Presidente da República. 
d) Entender-se políticamente com o Presidente da 
República, de maneira que este último viesse a 
desistir do veto por intermédio da figura jurídica da 
retratação de veto presidencial. 
QUESTÃO 14 
Os produtores rurais do Município X organizaram 
uma associação civil sem fins lucrativos para 
dinamizar a exploração de atividade econômica 
pelos associados, bem como para fins de representá-
los nas demandas de caráter administrativo e 
judicial. Anderson, proprietário de uma fazenda na 
região, passa a receber, mensalmente, carnê 
contendo a cobrança de uma taxa associativa, 
embora nunca tivesse manifestado qualquer 
interesse em ingressar na referida entidade 
associativa. Em consulta junto aos órgãos 
municipais, Anderson descobre que a associação de 
produtores rurais, embora tenha sido criada na 
forma da lei, jamais obteve autorização estatal para 
funcionar. Diante disso, procura um escritório de 
advocacia especializado, para pleitear, 
judicialmente, a interrupção da cobrança e a 
suspensão das atividades associativas. Sobre a 
questão em comento, assinale a afirmativa correta. 
a) Anderson pode pleitear judicialmente a 
interrupção da cobrança, a qual revela-se indevida, 
pois ninguém pode ser compelido a associar-se ou a 
permanecer associado, ressaltando-se que a falta de 
 
7 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
autorização estatal não configura motivo idôneo 
para a suspensão das atividades da associação. 
b) As associações representativas de classes gozam 
de proteção absoluta na ordem constitucional, de 
modo que podem ser instituídas independentemente 
de autorização estatal e apenas terão suas atividades 
suspensas quando houver decisão judicial com 
trânsito em julgado. 
c) A Constituição de 1988 assegura a plena 
liberdade de associação para fins lícitos, vedando 
apenas aquelas de caráter paramilitar, de modo que 
Anderson não pode insurgir-se contra a cobrança, 
vez que desempenha atividade de produção e deve 
associar-se compulsoriamente. 
d) A liberdade associativa, tendo em vista sua 
natureza de direito fundamental, não pode ser 
objeto de qualquer intervenção do Poder Judiciário, 
de modo que Anderson apenas poderia pleitear 
administrativamente a interrupção da cobrança dos 
valores que entende indevidos. 
QUESTÃO 15 
Parlamentar brasileiro, em viagem oficial, visita o 
Tribunal Constitucional Federal da Alemanha, 
recebendo numerosas informações acerca do seu 
funcionamento e de sua área de atuação. Uma, 
todavia, chamou especialmente sua atenção: a 
referida Corte Constitucional reconhecia a 
possibilidade de alteração da Constituição material - 
ou seja, de suas normas - sem qualquer mudança no 
texto formal. Surpreendido com essa possibilidade, 
procura sua assessoria jurídica a fim de saber se o 
Supremo Tribunal Federal fazia uso de técnica 
semelhante no âmbito da ordem jurídica brasileira. 
A partir da hipótese apresentada, assinale a opção 
que apresenta a informação dada pela assessoria 
jurídica. 
a) Não. O Supremo Tribunal Federal somente pode 
reconhecer nova norma no sistema jurídico 
constitucional a partir de emenda à constituição 
produzida pelo poder constituinte derivado 
reformador. 
b) Sim. O Supremo Tribunal Federal, reconhecendo 
o fenômeno da mutação constitucional, pode 
atribuir ao texto inalterado uma nova interpretação, 
que expressa, assim, uma nova norma. 
c) Não. O surgimento de novas normas 
constitucionais somente pode ser admitido por 
intermédio das vias formais de alteração, todas 
expressamente previstas no próprio texto da 
Constituição. 
d) Sim. O sistema jurídico-constitucional brasileiro, 
seguindo linhas interpretativas contemporâneas, 
admite, como regra, a interpretação da Constituição 
independentemente de limites semânticos 
concedidos pelo texto. 
QUESTÃO 16 
Afonso, nascido em Portugal e filho de pais 
portugueses, mudou-se para o Brasil ao completar 
25 anos, com a intenção de advogar no estado da 
Bahia, local onde moram seus avós paternos. Após 
cumprir todos os requisitos exigidos e ser 
regularmente inscrito nos quadros da OAB local, 
Afonso permanece, por 13 (treze) anos 
ininterruptos, laborando e residindo em Salvador. 
Com base na hipótese narrada, sobre os direitos 
políticos e de nacionalidade de Afonso, assinale a 
afirmativa correta. 
a) Afonso somente poderá se tornar cidadão 
brasileiro quando completar 15 (quinze) anos 
ininterruptos de residência na República Federativa 
do Brasil, devendo, ainda, demonstrar que não 
sofreu qualquer condenação penal e requerer a 
nacionalidade brasileira. 
b) Uma vez comprovada sua idoneidade moral, 
Afonso poderá, na forma da lei, adquirir a qualidade 
de brasileiro naturalizado e, nessa condição, desde 
que preenchidos os demais pressupostos legais, 
candidatar-se ao cargo de prefeito da cidade de 
Salvador. 
c) Afonso poderá se naturalizar brasileiro caso 
demonstre ser moralmente idôneo, mas não poderá 
alistar-se como eleitor ou exercer quaisquer dos 
direitos políticos elencados na Constituição da 
República Federativa do Brasil. 
d) Afonso, por ser originário de país de língua 
portuguesa, adquirirá a qualidade de brasileiro nato 
 
8 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
ao demonstrar, na forma da lei, residência 
ininterrupta por 1 (um) ano em solo pátrio e 
idoneidade moral. 
QUESTÃO 17 
O Presidente da República, cumprido todos os 
pressupostos constitucionais exigíveis, decreta 
estado de defesa no Estado membro Alfa, que foi 
atingido por calamidades naturais de grandes 
proporções, o que causou tumulto e invasões a 
supermercados, farmácias e outros 
estabelecimentos, com atingimento à ordem pública 
e à paz social. Mesmo após o prazo inicial de 30 
dias ter sido prorrogado por igual período (mais 30 
dias), ainda restava evidente a ineficácia das 
medidas tomadas no decorrer do citado estado de 
defesa. Sem saber como proceder, a Presidência da 
República recorre ao seu corpo de assessoramento 
jurídico que, de acordo com a CRFB/88, informa 
que 
a) será possível, cumpridas as exigências formais, 
uma nova prorrogação de, no máximo, 30 dias do 
estado de defesa. 
b) será possível, cumpridas as exigências formais, 
prorrogar o estado de defesa até que seja a crise 
completamente debelada. 
c) será possível, cumpridas as exigências formais, 
decretar o estado de sítio, já que vedada nova 
prorrogação do estado de defesa. 
d) será obrigatoriamente decretada a intervenção 
federal no Estado Alfa, que possibilita a utilização 
de meios de ação mais contundentes do que os 
previstos no estado de defesa. 
QUESTÃO 18 
O sistema global de Direitos Humanos foi pensado 
para proteger as vítimas de violações ou ameaças de 
violações dos direitos humanos. Daí os variados 
mecanismos que buscam proteção ou reparações em 
face de diferentes violências. Contudo, dentro do 
sistema global há um tratado internacional que 
instituiu um órgãode caráter permanente e 
independente voltado especificamente para o 
julgamento e a punição de indivíduos agressores e 
não diretamente para a proteção das vítimas. 
Assinale a opção que indica esse órgão. 
a) Corte Internacional de Justiça - Corte de Haia - 
instituída pela Carta das Nações Unidas. 
b) Conselho de Segurança da ONU, instituído pela 
Carta das Nações Unidas. 
c) Tribunal Penal Internacional, instituído pelo 
Estatuto de Roma. 
d) Corte Europeia dos Direitos dos Homens, 
instituída pela Convenção Europeia dos Direitos do 
Homem. 
QUESTÃO 19 
Um advogado é procurado por um grupo de 
familiares que narraram a ocorrência de tortura e 
tratamento degradante num presídio estadual. Após 
constatar a denúncia in loco, o advogado levou a 
situação ao conhecimento das autoridades 
administrativas competentes que, entretanto, não 
deram a atenção devida ao caso. Em razão disso, o 
advogado admitiu recorrer à Comissão 
Interamericana de Direitos Humanos. A respeito do 
caso narrado, assinale a afirmativa correta. 
a) A Comissão apenas receberá a denúncia se ficar 
comprovado prévio esgotamento dos recursos 
internos. 
b) A competência para a análise desse caso não é da 
Comissão Interamericana de Direitos Humanos e, 
sim, da Corte Interamericana de Direitos Humanos. 
c) A Comissão é competente para receber a 
denúncia, mas apenas por meio de petições 
individualizadas, a fim de proferir decisões 
mediante o devido processo legal. 
d) Por se tratar de caso grave e urgente, a Comissão 
pode receber a denúncia e expedir medida cautelar 
para obrigar o Estado a fazer cessar a violação 
ocorrente no presídio. 
QUESTÃO 20 
Sobre o sistema de regulação de investimentos e 
fluxo de capital estrangeiro no atual ordenamento 
jurídico da República Federativa do Brasil, assinale 
 
9 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
a afirmativa incorreta. 
a) É vedada a participação de capital estrangeiro 
nas empresas jornalísticas e de radiodifusão sonora 
e de sons e imagens, uma vez que sua propriedade é 
privativa de brasileiros natos. 
b) É vedada a participação direta ou indireta de 
empresas ou capitais estrangeiros na assistência à 
saúde no país, salvo nos casos previstos em lei. 
c) O sistema financeiro nacional será regulado por 
leis complementares que disporão, inclusive, sobre 
a participação do capital estrangeiro nas instituições 
que o integram. 
d) Os investimentos de capital estrangeiro, o 
incentivo aos reinvestimentos e a regulação à 
remessa de lucros serão disciplinados em lei, tendo 
por base o interesse nacional. 
QUESTÃO 21 
Em 22 de julho de 1997, foi promulgada a Lei nº 
9.474, que define os mecanismos para 
implementação da Convenção das Nações Unidas 
sobre o Estatuto dos Refugiados, da qual o Brasil é 
signatário. A respeito dos mecanismos, termos e 
condições nela previstos, assinale a afirmativa 
correta. 
a) Para que possa solicitar refúgio, o indivíduo deve 
ter ingressado no Brasil de maneira regular. 
b) Compete ao Ministério da Justiça declarar o 
reconhecimento, em primeira instância, da condição 
de refugiado. 
c) O refugiado poderá exercer atividade remunerada 
no Brasil, ainda que pendente o processo de refúgio. 
d) Na hipótese de decisão negativa no curso do 
processo de refúgio, é cabível a interposição de 
recurso pelo refugiado perante o Supremo Tribunal 
Federal. 
QUESTÃO 22 
Um empresário consulta um escritório de advocacia 
sobre a possibilidade de a sociedade da qual é 
administrador participar de uma licitação, sendo 
certo que, para tal, terá que apresentar uma certidão 
demonstrando a inexistência de débitos fiscais com 
o governo federal. Ele informa que a sociedade foi 
autuada pelo não recolhimento do Imposto sobre a 
Renda e Proventos de Qualquer Natureza (IR), e a 
defesa administrativa, apresentada no prazo, ainda 
não foi apreciada pelo órgão competente. 
Considerando apenas os dados apresentados, é 
correto afirmar que a sociedade 
a) não poderá participar da licitação, pela existência 
de crédito tributário vencido e não pago. 
b) poderá participar da licitação, pois o crédito 
tributário está com a exigibilidade suspensa. 
c) poderá participar da licitação somente após a 
defesa administrativa ser analisada. 
d) somente poderá participar da licitação se 
depositar o valor do crédito tributário. 
QUESTÃO 23 
A pessoa jurídica XYZ, prestadora de serviços 
contábeis, é devedora de Imposto sobre a Renda 
Pessoa Jurídica (IRPJ), além de multa moratória e 
punitiva, dos anos-calendário de 2014 e 2015. No 
ano de 2016, a pessoa jurídica XYZ foi incorporada 
pela pessoa jurídica ABC, também prestadora de 
serviços contábeis. Sobre a responsabilidade 
tributária da pessoa jurídica ABC, assinale a 
afirmativa correta. 
a) Ela é responsável apenas pelo IRPJ devido, não 
sendo responsável pelo pagamento das multas 
moratória e punitiva. 
b) Ela é responsável integral, tanto pelo pagamento 
do IRPJ devido quanto pelas multas moratória e 
punitiva. 
c) Ela não é responsável pelo pagamento do IRPJ e 
das multas moratória e punitiva, uma vez que não 
praticou o fato gerador do tributo. 
d) Ela é responsável apenas pelo IRPJ e pela multa 
moratória, não sendo responsável pelo pagamento 
da multa punitiva. 
QUESTÃO 24 
A União concedeu isenção de Imposto sobre a 
Renda aos portadores da doença Beta. João e Maria 
são portadores da referida doença, sendo João 
 
10 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
servidor público do Estado ABC e Maria, servidora 
pública do Município XYZ. Em razão de retenção 
indevida do tributo, João e Maria desejam propor 
ação de restituição de Imposto sobre a Renda retido 
na fonte. Com base nesse relato, assinale a 
afirmativa correta. 
a) João e Maria devem ajuizar ação em face da 
União, sendo a competência da Justiça Federal. 
b) João deve ajuizar ação em face do Estado ABC, 
enquanto Maria deve ajuizar ação em face do 
Município XYZ, sendo a competência da Justiça 
Estadual. 
c) João deve ajuizar ação em face da União e do 
Estado ABC e Maria, em face da União e do 
Município XYZ, sendo a competência da Justiça 
Federal. 
d) João e Maria devem ajuizar ação em face do 
respectivo ente empregador, sendo a competência 
da Justiça Federal, tendo em vista o interesse da 
União. 
QUESTÃO 25 
O laboratório de análises clínicas X realizou a 
importação de equipamento eletrônico necessário 
para a realização de alguns exames. Por ocasião do 
desembaraço aduaneiro, foi-lhe exigido o 
pagamento de Imposto sobre Produtos 
Industrializados (IPI), cuja base de cálculo 
correspondia a 150% do preço corrente do 
equipamento no mercado atacadista da praça do 
remetente, acrescido do Imposto de Importação (II), 
das taxas exigidas para a entrada do produto no país 
e dos encargos cambiais efetivamente pagos pelo 
laboratório. Sobre a exigência feita, assinale a 
afirmativa correta. 
a) É ilegal, pois, além dos acréscimos, a base de 
cálculo está sendo de 150% do preço corrente do 
equipamento no mercado atacadista da praça do 
remetente. 
b) É ilegal, pois a base de cálculo está incluindo o 
montante correspondente ao imposto de importação. 
c) É ilegal, pois a base de cálculo está incluindo o 
montante correspondente às taxas exigidas para a 
entrada do produto no país. 
d) É ilegal, pois a base de cálculo está incluindo o 
montante correspondente aos encargos cambiais 
efetivamente pagos pelo laboratório. 
QUESTÃO 26 
Segundo o entendimento do STF, a taxa cobrada 
exclusivamente em razão dos serviços públicos de 
coleta, remoção e tratamento ou destinação de lixo 
ou resíduos provenientes de imóveis, é 
a) constitucional, por não violar o conceito 
constitucional de taxa. 
b) inconstitucional, por violar o conceito 
constitucional de taxa. 
c) constitucional, por não violar o conceito 
constitucional de taxa, mas ilegal por violar a 
definição de taxacontida no Código Tributário 
Nacional. 
d) inconstitucional, por violar o conceito 
constitucional de taxa, além de ilegal, por violar a 
definição de taxa contida no Código Tributário 
Nacional. 
QUESTÃO 27 
Caio, chefe de gabinete do prefeito do município X, 
ocupante exclusivamente de cargo em comissão, 
conhecendo os planos concretos da prefeitura para 
levar asfaltamento, saneamento e outras 
intervenções urbanísticas a um bairro mais distante, 
revela a alguns construtores tal fato, levando-os a 
adquirir numerosos terrenos naquela localidade 
antes que ocorresse sua valorização imobiliária. 
Caio recusa, expressamente, todos os presentes 
enviados pelos construtores. Sobre a situação 
hipotética descrita acima, assinale a opção correta. 
a) O ato de improbidade pode estar configurado 
com a mera comunicação, antes da divulgação 
oficial, da medida a ser adotada pela prefeitura, que 
valorizará determinados imóveis, ainda que não 
tenha havido qualquer vantagem para Caio. 
b) A configuração da improbidade administrativa 
depende, sempre, da existência de enriquecimento 
ilícito por parte de Caio ou de lesão ao erário, 
requisitos ausentes no caso concreto. 
 
11 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
c) Caio, caso venha a ser condenado criminalmente 
pela prática das condutas acima descritas, não 
poderá responder por improbidade administrativa, 
sob pena de haver bis in idem. 
d) Caio não responde por ato de improbidade, por 
não ser servidor de carreira; responde, todavia, por 
crime de responsabilidade, na qualidade de agente 
político, ocupante de cargo em comissão. 
QUESTÃO 28 
Fernando, servidor público de uma autarquia federal 
há nove anos, foi acusado de participar de um 
esquema para favorecer determinada empresa em 
uma dispensa de licitação, razão pela qual foi 
instaurado processo administrativo disciplinar, que 
resultou na aplicação da penalidade de demissão. 
Sobre a situação apresentada, considerando que 
Fernando é ocupante de cargo efetivo, por 
investidura após prévia aprovação em concurso, 
assinale a afirmativa correta. 
a) Fernando não pode ser demitido do serviço 
público federal, uma vez que é servidor público 
estável. 
b) Fernando somente pode ser demitido mediante 
sentença judicial transitada em julgado, uma vez 
que a vitaliciedade é garantida aos servidores 
públicos. 
c) É possível a aplicação de penalidade de demissão 
a Fernando, servidor estável, mediante processo 
administrativo em que lhe seja assegurada ampla 
defesa. 
d) A aplicação de penalidade de demissão ao 
servidor público que pratica ato de improbidade 
independe de processo administrativo ou de 
sentença judicial. 
QUESTÃO 29 
O Estado Alfa e os Municípios Beta e Gama, 
localizados naquele Estado, celebraram protocolo 
de intenções para a constituição de consórcio 
público para atuação na área de saneamento, 
dispondo que o consórcio teria personalidade 
jurídica de direito público. No protocolo de 
intenções está prevista a outorga de concessão, 
permissão e autorização de serviços públicos pelo 
consórcio, além da possibilidade de promover 
desapropriações e instituir servidões. Sobre a 
hipótese apresentada, assinale a afirmativa correta. 
a) O consórcio é ente desprovido de personalidade 
e, portanto, não é válida a previsão contida no 
protocolo de intenções. 
b) O consórcio em referência não poderá ser 
constituído sem a obrigatória participação da União 
entre os seus consorciados. 
c) Após a constituição do consórcio, poderá ele 
promover desapropriação, pois prevista no 
protocolo, mas a declaração de utilidade pública 
não pode ser feita pelo consórcio. 
d) Com a assinatura do protocolo de intenções por 
todos os entes participantes, estará constituído o 
consórcio em referência. 
QUESTÃO 30 
Determinado Município fez publicar decreto de 
desapropriação por utilidade pública de determinada 
área, com o objetivo de construir um hospital, o que 
incluiu o imóvel de Ana. A proprietária aceitou o 
valor oferecido pelo ente federativo, de modo que a 
desapropriação se consumou na via administrativa. 
Após o início das obras, foi constatada a 
necessidade, de maior urgência, da instalação de 
uma creche na mesma localidade, de modo que o 
Município alterou a destinação a ser conferida à 
edificação que estava sendo erigida. Ana se 
arrependeu do acordo firmado com o poder público. 
Diante dessa situação hipotética, na qualidade de 
advogado(a) de Ana, assinale a afirmativa correta. 
a) Ana deverá ajuizar ação de retrocessão do 
imóvel, considerando que o Município não possui 
competência para atuar na educação infantil, de 
modo que não poderia alterar a destinação do bem 
expropriado para esta finalidade. 
b) Cabe a Ana buscar a anulação do acordo firmado 
com o Município, que deveria ter ajuizado a 
indispensável ação de desapropriação para 
consumar tal modalidade de intervenção do estado 
na propriedade. 
 
12 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
c) O ordenamento jurídico não autoriza que Ana 
impugne a desapropriação amigável acordada com 
o Município, porque a nova destinação conferida ao 
imóvel atende ao interesse público, a caracterizar a 
chamada tredestinação lícita. 
d) Ana deverá ajuizar ação indenizatória em face do 
ente federativo, com base na desapropriação 
indireta, considerando que o Município não pode 
conferir finalidade diversa da constante no decreto 
expropriatório. 
QUESTÃO 31 
Desde 1980, Jorge é docente em determinada 
universidade federal, ocupando o cargo efetivo de 
professor titular na Faculdade de Direito. No início 
do ano 2000, foi designado para ocupar a chefia de 
patrimônio da mesma instituição de ensino, cargo 
comissionado que exerce cumulativamente com o 
de professor. Mesmo tendo cumprido os requisitos 
para a aposentadoria voluntária do cargo efetivo, 
decide permanecer em atividade, até atingir a idade-
limite para a aposentadoria compulsória. Com base 
na situação narrada, assinale a afirmativa correta. 
a) A aposentadoria compulsória, que ocorrerá aos 
70 (setenta) anos de idade, só atingirá o cargo de 
professor. Neste caso, inexistindo impedimentos 
infraconstitucionais, Jorge poderá continuar 
exercendo a chefia de patrimônio. 
b) A aposentadoria compulsória, que ocorrerá aos 
75 (setenta e cinco) anos de idade, só atingirá o 
cargo de professor. Neste caso, inexistindo 
impedimentos infraconstitucionais, Jorge poderá 
continuar exercendo a chefia de patrimônio. 
c) Não cabe ao Tribunal de Contas da União 
apreciar, para fins de registro, a legalidade da(s) 
aposentadoria(s) compulsória(s) concedida(s), tendo 
em vista que a atribuição constitucional somente diz 
respeito às aposentadorias voluntárias ou por 
invalidez permanente. 
d) Cabe ao Tribunal de Contas da União apreciar, 
para fins de registro, a legalidade das admissões de 
pessoal, tanto as que envolvem provimento de cargo 
efetivo quanto as que dizem respeito a provimento 
de cargo em comissão. 
QUESTÃO 32 
A Administração Pública estadual pretende realizar 
uma licitação em modalidade não prevista na 
legislação federal.Nesse caso, é correto afirmar que 
a) a intenção é viável, pois o Estado tem ampla 
competência para legislar sobre licitações. 
b) a intenção somente é viável caso seja realizada a 
combinação de modalidades de licitação já previstas 
na Lei n. 8.666/93. 
c) a intenção não é viável por expressa vedação da 
Lei n. 8.666/93. 
d) a intenção é viável por expressa autorização da 
Lei n. 8.666/93. 
QUESTÃO 33 
Tendo em vista a elevação da temperatura do meio 
ambiente urbano, bem como a elevação do nível dos 
oceanos, a União deverá implementar e estruturar 
um mercado de carbono, em que serão negociados 
títulos mobiliários representativos de emissões de 
gases de efeito estufa evitadas. Sobre o caso, 
assinale a afirmativa correta. 
a) É possível a criação de mercado decarbono, 
tendo como atores, exclusivamente, a União, os 
Estados, os Municípios e o Distrito Federal. 
b) Não é constitucional a criação de mercado de 
carbono no Brasil, tendo em vista a natureza 
indisponível e inalienável de bens ambientais. 
c) A criação de mercado de carbono é válida, 
inclusive sendo operacionalizado em bolsa de 
valores aberta a atores privados. 
d) A implementação de mercado de carbono pela 
União é cogente, tendo o Brasil a obrigação de 
reduzir a emissão de gases de efeito estufa, 
estabelecida em compromissos internacionais. 
QUESTÃO 34 
Em decorrência de grave dano ambiental em uma 
Unidade de Conservação, devido ao rompimento de 
barragem de contenção de sedimentos minerais, a 
Defensoria Pública estadual ingressa com Ação 
Civil Pública em face do causador do dano. Sobre a 
 
13 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
hipótese, assinale a afirmativa correta. 
a) A Ação Civil Pública não deve prosseguir, uma 
vez que a Defensoria Pública não é legitimada a 
propor a referida ação judicial. 
b) A Defensoria Pública pode pedir a recomposição 
do meio ambiente cumulativamente ao pedido de 
indenizar, sem que isso configure bis in idem. 
c) Tendo em vista que a conduta configura crime 
ambiental, a ação penal deve anteceder a Ação Civil 
Pública, vinculando o resultado desta. 
d) A Ação Civil Pública não deve prosseguir, uma 
vez que apenas o IBAMA possui competência para 
propor Ação Civil Pública quando o dano ambiental 
é causado em Unidade de Conservação. 
QUESTÃO 35 
Manoel, em processo judicial, conseguiu impedir 
que fosse penhorado seu único imóvel, sob a 
alegação de que este seria bem de família. O 
exequente, então, pugna pela penhora da vaga de 
garagem de Manoel. A esse respeito, assinale a 
afirmativa correta. 
a) A vaga de garagem não é considerada bem de 
família em nenhuma hipótese; portanto, sempre 
pode ser penhorada. 
b) A vaga de garagem que possui matrícula própria 
no registro de imóveis não pode ser penhorada, por 
ser acessória ao bem principal impenhorável. 
c) A vaga de garagem só poderá ser penhorada se 
existir matrícula própria no Registro de Imóveis. 
d) A vaga de garagem que não possui matrícula 
própria no registro de imóveis não constitui bem de 
família para efeito de penhora. 
QUESTÃO 36 
Pedro, dezessete anos de idade, mora com seus pais 
no edifício Clareira do Bosque e, certa manhã, se 
desentendeu com seu vizinho Manoel, dezoito anos. 
O desentendimento ocorreu logo após Manoel, por 
equívoco do porteiro, ter recebido e lido o jornal 
pertencente aos pais do adolescente. Manoel, 
percebido o equívoco, promoveu a imediata 
devolução do periódico, momento no qual foi 
surpreendido com atitude inesperada de Pedro que, 
revoltado com o desalinho das páginas, o agrediu 
com um soco no rosto, provocando a quebra de três 
dentes. Como Manoel é modelo profissional, 
pretende ser indenizado pelos custos com implantes 
dentários, bem como pelo cancelamento de sua 
participação em um comercial de televisão. Tendo 
em conta o regramento da responsabilidade civil por 
fato de outrem, assinale a afirmativa correta. 
a) Pedro responderá solidariamente com seus pais 
pelos danos causados a Manoel, inclusive com 
indenização pela perda de uma chance, decorrente 
do cancelamento da participação da vítima no 
comercial de televisão. 
b) Somente os pais de Pedro terão responsabilidade 
objetiva pelos danos causados pelo filho, mas detêm 
o direito de reaver de Pedro, posteriormente, os 
danos indenizáveis a Manoel. 
c) Se os pais de Pedro não dispuserem de recursos 
suficientes para pagar a indenização, e Pedro tiver 
recursos, este responderá subsidiária e 
equitativamente pelos danos causados a Manoel. 
d) Os pais de Pedro terão responsabilidade 
subjetiva pelos danos causados pelo filho a Manoel, 
devendo, para tanto, ser comprovada a culpa in 
vigilando dos genitores. 
QUESTÃO 37 
José, brasileiro, casado no regime da separação 
absoluta de bens, professor universitário e 
plenamente capaz para os atos da vida civil, 
desapareceu de seu domicílio, estando em local 
incerto e não sabido, não havendo indícios ou 
notícias das razões de seu desaparecimento, não 
existindo, também, outorga de poderes a nenhum 
mandatário, nem feitura de testamento. Vera 
(esposa) e Cássia (filha de José e Vera, maior e 
capaz) pretendem a declaração de sua morte 
presumida, ajuizando ação pertinente, diante do 
juízo competente.De acordo com as regras 
concernentes ao instituto jurídico da morte 
presumida com declaração de ausência, assinale a 
opção correta. 
a) Na fase de curadoria dos bens do ausente, diante 
 
14 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
da ausência de representante ou mandatário, o juiz 
nomeará como sua curadora legítima Cássia, pois 
apenas na falta de descendentes, tal curadoria 
caberá ao cônjuge supérstite, casado no regime da 
separação absoluta de bens. 
b) Na fase de sucessão provisória, mesmo que 
comprovada a qualidade de herdeiras de Vera e 
Cássia, estas, para se imitirem na posse dos bens do 
ausente, terão que dar garantias da restituição deles, 
mediante penhores ou hipotecas equivalentes aos 
quinhões respectivos. 
c) Na fase de sucessão definitiva, regressando José 
dentro dos dez anos seguintes à abertura da 
sucessão definitiva, terá ele direito aos bens ainda 
existentes, no estado em que se encontrarem, mas 
não aos bens que foram comprados com a venda 
dos bens que lhe pertenciam. 
d) Quanto ao casamento de José e Vera, o Código 
Civil atual reconhece efeitos pessoais e não apenas 
patrimoniais ao instituto da ausência, possibilitando 
que a sociedade conjugal seja dissolvida como 
decorrência da morte presumida do ausente. 
QUESTÃO 38 
Paulo, viúvo, tinha dois filhos: Mário e Roberta. 
Em 2016, Mário, que estava muito endividado, 
cedeu para seu amigo Francisco a quota-parte da 
herança a que fará jus quando seu pai falecer, pelo 
valor de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais), 
pago à vista. Paulo falece, sem testamento, em 
2017, deixando herança líquida no valor de R$ 
3.000.000,00 (três milhões de reais). Sobre a 
partilha da herança de Paulo, assinale a afirmativa 
correta. 
a) Francisco não será contemplado na partilha 
porque a cessão feita por Mário é nula, razão pela 
qual Mário e Roberta receberão, cada um, R$ 
1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais). 
b) Francisco receberá, por força da partilha, R$ 
1.000.000,00 (um milhão de reais), Mário ficará 
com R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) e 
Roberta com R$ 1.500.000,00 (um milhão e 
quinhentos mil reais). 
c) Francisco e Roberta receberão, cada um, por 
força da partilha, R$ 1.500.000,00 (um milhão e 
quinhentos mil reais) e Mário nada receberá. 
d) Francisco receberá, por força da partilha, R$ 
1.000.000,00 (um milhão de reais), Roberta ficará 
com R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais) e 
Mário nada receberá. 
QUESTÃO 39 
Felipe e Ana, casal de namorados, celebraram 
contrato de compra e venda com Armando, 
vendedor, cujo objeto era um carro no valor de R$ 
30.000,00, a ser pago em 10 parcelas de R$ 
3.000,00, a partir de 1º de agosto de 2016.Em 
outubro de 2016, Felipe terminou o namoro com 
Ana. Em novembro, nem Felipe nem Ana 
realizaram o pagamento da parcela do carro 
adquirido de Armando. Felipe achava que a 
responsabilidade era de Ana, pois o carro tinha sido 
presente pelo seu aniversário. Ana, por sua vez, 
acreditava que, como Felipe ficou com o carro, não 
estava mais obrigada a pagar nada, já que ele 
terminara o relacionamento.Armando procura 
seu(sua) advogado(a), que o orienta a cobrar 
a) a totalidade da dívida de Ana. 
b) a integralidade do débito de Felipe. 
c) metade de cada comprador. 
d) a dívida de Felipe ou de Ana, pois há 
solidariedade passiva. 
QUESTÃO 40 
Alexandre, pai de Bruno, celebrou contrato com 
Carlos, o qual lhe concedeu o direitode superfície 
para realizar construção de um albergue em seu 
terreno e explorá-lo por 10 anos, mediante o 
pagamento da quantia de R$100.000,00. Passados 
quatro anos, Alexandre veio a falecer. Diante do 
negócio jurídico celebrado, assinale a afirmativa 
INCORRETA. 
a) O superficiário pode realizar obra no subsolo, de 
modo a ampliar sua atividade. 
b) O superficiário responde pelos encargos e 
tributos que incidirem sobre o imóvel. 
c) O direito de superfície será transferido a Bruno, 
 
15 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
em razão da morte de Alexandre. 
d) O superficiário terá direito de preferência, caso 
Carlos decida vender o imóvel. 
QUESTÃO 41 
Em 05 de dezembro de 2016, Sérgio, mediante 
contrato de compra e venda, adquiriu de Fernando 
um computador seminovo (ano 2014) da marca 
Massa pelo valor de R$ 5.000,00. O pagamento foi 
integralizado à vista, no mesmo dia, e foi previsto 
no contrato que o bem seria entregue em até um 
mês, devendo Fernando contatar Sérgio, por 
telefone, para que este buscasse o computador em 
sua casa. No contrato, também foi prevista multa de 
R$ 500,00 caso o bem não fosse entregue no prazo 
combinado. Em 06 de janeiro de 2017, Sérgio, 
muito ansioso, ligou para Fernando perguntando 
pelo computador, mas teve como resposta que o 
atraso na entrega se deu porque a irmã de Fernando, 
Ana, que iria trazer um computador novo para ele 
do exterior, tinha perdido o voo e só chegaria após 
uma semana. Por tal razão, Fernando ainda 
dependia do computador antigo para trabalhar e não 
poderia entregá-lo de imediato a Sérgio. Acerca dos 
fatos narrados, assinale a afirmativa correta. 
a) Sérgio poderá exigir de Fernando a execução 
específica da obrigação (entrega do bem) ou a 
cláusula penal de R$ 500,00, não podendo ser 
cumulada a multa com a obrigação principal. 
b) Sérgio poderá exigir de Fernando a execução 
específica da obrigação (entrega do bem) 
simultaneamente à multa de R$ 500,00, tendo em 
vista ser cláusula penal moratória. 
c) Sérgio somente poderá exigir de Fernando a 
execução específica da obrigação (entrega do bem), 
não a multa, pois o atraso foi por culpa de terceiro 
(Ana), e não de Fernando. 
d) Sérgio somente poderá exigir de Fernando a 
cláusula penal de R$ 500,00, não a execução 
específica da obrigação (entrega do bem), que 
depende de terceiro (Ana). 
QUESTÃO 42 
J., com 11 anos, L., com 12 anos, e M., com 13 
anos de idade, são alunos do 8º ano do ensino 
fundamental de uma conceituada escola particular. 
Os três, desde que foram estudar na mesma turma, 
passaram a causar diversos problemas para o 
transcurso normal das aulas, tais como: escutar 
música; conversar; dormir; colocar os pés nas mesas 
e não desligar o aparelho celular. O professor de 
matemática, inconformado com a conduta 
desrespeitosa dos alunos, repreende-os, avisando 
que os encaminhará para a direção da escola. Ato 
contínuo, os alunos reagem da seguinte forma: J. 
chama o professor de "velho idiota"; L. levanta e sai 
da sala no meio da aula; e M. ameaça matá-
lo.Diante dos atos de indisciplina dos três alunos, a 
direção da escola entra em contato com o seu 
departamento jurídico para, com base no Estatuto 
da Criança e do Adolescente, receber a orientação 
de como proceder. Com base na hipótese 
apresentada, assinale a opção que apresenta a 
orientação recebida pela direção escolar. 
a) Os atos de indisciplina praticados por J., L. e M. 
deverão ser coibidos pela própria direção escolar. 
b) J. e M. praticaram atos infracionais. J. deverá ser 
encaminhado ao Conselho Tutelar e M. para a 
autoridade policial. A indisciplina de L. deverá ser 
coibida pela própria direção escolar. 
c) J., L. e M. praticaram atos infracionais e deverão 
ser encaminhados para a autoridade policial. 
d) J. e M. praticaram atos infracionais. Ambos 
deverão ser encaminhados para a autoridade 
policial. A indisciplina de L. deverá ser coibida pela 
própria direção escolar. 
QUESTÃO 43 
João e Joana são pais de Mila, 9 anos, e de Letícia, 
8 anos. João mudou-se para Maringá depois do 
divórcio, e levou sua filha mais nova para morar 
com ele. Nas férias escolares, Letícia quer ir ao Rio 
de Janeiro visitar sua mãe, enquanto Mila deseja 
passar seus dias livres com seu pai em Maringá. 
Avalie as situações apresentadas a seguir e, de 
acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente, 
assinale a afirmativa correta. 
 
16 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
a) Letícia poderá viajar sem autorização judicial se 
a sua prima, Olívia, que tem 19 anos, aceitar 
acompanhá-la. Mila poderá viajar sem autorização, 
se a sua avó, Filomena, a acompanhar. 
b) Se houver prévia e expressa autorização dos pais 
ou responsáveis, Letícia e Mila ficam dispensadas 
da autorização judicial e poderão viajar 
desacompanhadas dentro do território nacional. 
c) Letícia poderá viajar desacompanhada dos pais 
por todo território nacional se houver autorização 
judicial, que poderá ser concedida pelo prazo de 
dois anos. Mila não precisará de autorização 
judicial para ir a Maringá se seu tio José aceitar 
acompanhá-la. 
d) Mila poderia aproveitar a ida de sua vizinha 
Maria, de 23 anos, para acompanhá-la, desde que 
devidamente autorizada por seus pais, enquanto 
Letícia não precisaria de autorização judicial se seu 
padrinho, Ricardo, primo do seu pai, a 
acompanhasse. 
QUESTÃO 44 
Antônio é deficiente visual e precisa do auxílio de 
amigos ou familiares para compreender diversas 
questões da vida cotidiana, como as contas de 
despesas da casa e outras questões de rotina. 
Pensando nessa dificuldade, Antônio procura você, 
como advogado(a), para orientá-lo a respeito dos 
direitos dos deficientes visuais nas relações de 
consumo. Nesse sentido, assinale a afirmativa 
correta. 
a) O consumidor poderá solicitar às fornecedoras de 
serviços, em razão de sua deficiência visual, o envio 
das faturas das contas detalhadas em Braille. 
b) As informações sobre os riscos que o produto 
apresenta, por sua própria natureza, devem ser 
prestadas em formatos acessíveis somente às 
pessoas que apresentem deficiência visual. 
c) A impossibilidade operacional impede que a 
informação de serviços seja ofertada em formatos 
acessíveis, considerando a diversidade de 
deficiências, o que justifica a dispensa de tal 
obrigatoriedade por expressa determinação legal. 
d) O consumidor poderá solicitar as faturas em 
Braille, mas bastará ser indicado o preço, 
dispensando-se outras informações, por expressa 
disposição legal. 
QUESTÃO 45 
Mauro adquiriu um veículo zero quilômetro da 
fabricante brasileira Surreal, na concessionária 
Possante Ltda., revendedora de automóveis que 
comercializa habitualmente diversas marcas 
nacionais e estrangeiras. Na época em que Mauro 
efetuou a compra, o modelo adquirido ainda não era 
produzido com o opcional de freio ABS, o que só 
veio a ocorrer seis meses após a aquisição feita por 
Mauro. Tal sistema de frenagem (travagem) evita 
que a roda do veículo bloqueie quando o pedal do 
freio é pisado fortemente, impedindo com isso o 
descontrole e a derrapagem do veículo. Mauro, 
inconformado, aciona a concessionária postulando a 
substituição do seu veículo, pelo novo modelo com 
freio ABS. Diante do caso narrado e das regras 
atinentes ao Direito do Consumidor, assinale a 
afirmativa correta. 
a) Mauro tem direito à substituição, pois o fato de o 
novo modelo ter sido oferecido com o opcional do 
freio ABS, de melhor qualidade, configura defeito 
do modelo anterior por ele adquirido. 
b) Se o veículo adquirido por Mauro apresentar 
futuro defeito no freio dentro do prazo de garantia, 
a concessionária Possante Ltda. é obrigada a 
assegurar a oferta de peças de reposição originais 
enquanto não cessar a fabricação do veículo. 
c) Somente quando cessada a produção no país do 
veículo adquirido por Mauro, a fabricanteSurreal 
ficará exonerada do dever legal de assegurar o 
oferecimento de componentes e peças de reposição 
para o automóvel. 
d) Havendo necessidade de reposição de peças ou 
componentes no veículo de Mauro, a fabricante 
Surreal deverá, ainda que cessada a fabricação no 
país, efetuar o reparo com peças originais por um 
período razoável de tempo, fixado por lei. A 
reposição com peças usadas só é admitida pelo 
Código do Consumidor quando houver autorização 
do consumidor. 
 
17 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
QUESTÃO 46 
Uma das obrigações da sociedade empresária é 
seguir um sistema de contabilidade, mecanizado ou 
não, com base na escrituração uniforme de seus 
livros, em correspondência com a documentação 
respectiva, e levantar anualmente o balanço 
patrimonial e o de resultado econômico. A partir do 
exposto, assinale a afirmativa correta. 
a) A ausência de autenticação dos instrumentos de 
escrituração na Junta Comercial não impede que os 
livros da sociedade empresária sejam utilizados em 
juízo como prova documental a seu favor. 
b) Em razão da evolução tecnológica, passou a ser 
vedada a escrituração manual do Livro Diário, 
devendo a sociedade empresária adotar livros 
digitais para a escrituração de suas operações. 
c) O balanço patrimonial deverá exprimir, com 
fidelidade e clareza, a situação real da empresa e 
indicará o ativo e o passivo distintamente. 
d) Os assentos lançados nos livros da sociedade 
empresária, por qualquer dos contabilistas 
encarregados de sua escrituração, não obrigam a 
pessoa jurídica, se tais livros não estiverem 
autenticados na Junta Comercial. 
QUESTÃO 47 
Na sociedade Apuí Veículos Ltda., a sócia Eva foi 
eleita administradora, pela unanimidade dos sócios, 
para um mandato de três anos. Em razão de 
insuperáveis divergências com os demais 
administradores sobre a condução dos negócios, 
Eva renunciou ao cargo após um ano de sua 
investidura. A eficácia da renúncia de Eva se dará, 
em relação à sociedade, desde o momento em que 
a) a assembleia de sócios ratifica o ato de Eva; e, 
em relação a terceiros, após a averbação da 
renúncia. 
b) é designado novo administrador para substituir 
Eva; e, em relação a terceiros, após a averbação ou 
publicação da renúncia. 
c) esta toma conhecimento da comunicação escrita 
de Eva; e, em relação a terceiros, após a averbação 
e publicação da renúncia. 
d) o termo de renúncia de Eva é lavrado no livro de 
atas da administração; e, em relação a terceiros, 
após a publicação da renúncia. 
QUESTÃO 48 
Glória vendeu um automóvel a prazo para Valente. 
O pagamento foi realizado em quatro notas 
promissórias, com vencimentos em 30, 60, 90 e 120 
dias da data de emissão. Os títulos foram 
endossados em branco para Paulo Afonso, mas 
foram extraviados antes dos respectivos 
vencimentos. Sobre a responsabilidade do emitente 
e do endossante das notas promissórias, assinale a 
afirmativa correta. 
a) Apenas o emitente responde pelo pagamento dos 
títulos porque o endossante não é coobrigado, salvo 
cláusula em contrário inserida na nota promissória. 
b) A responsabilidade do emitente e do endossante 
perante o portador subsiste ainda que os títulos 
tenham sido perdidos ou extraviados 
involuntariamente. 
c) O endossante e o emitente não respondem 
perante o portador pelo pagamento das notas 
promissórias em razão do desapossamento 
involuntário. 
d) O emitente e o endossante não respondem pelo 
pagamento dos títulos porque só é permitido ao 
vendedor sacar duplicata em uma compra e venda. 
QUESTÃO 49 
Madeireira Juína Ltda. requereu a homologação de 
plano de recuperação extrajudicial em Juara/MT, 
lugar de seu principal estabelecimento. Após o 
pedido de homologação e antes da publicação do 
edital para apresentação de impugnação ao plano, 
um dos credores com privilégio geral que haviam 
assinado o plano pretende desistir unilateralmente 
da adesão. Tal credor possui um terço dos créditos 
de sua classe submetidos ao plano. Com relação ao 
credor com privilégio geral, após a distribuição do 
pedido de homologação, assinale a afirmativa 
correta. 
a) Não poderá desistir da adesão ao plano, mesmo 
 
18 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
com a anuência expressa dos demais signatários. 
b) Poderá desistir da adesão em razão da natureza 
contratual do plano, que permite, a qualquer tempo, 
sua denúncia. 
c) Não poderá desistir da adesão ao plano, salvo 
com a anuência expressa dos demais signatários. 
d) Poderá desistir da adesão ao plano, desde que 
seja titular de mais de 1/4 do total dos créditos de 
sua classe. 
QUESTÃO 50 
Assinale a alternativa correta em relação aos 
conceitos de empresa e empresário no Direito 
Empresarial. 
a) Empresa é a sociedade com ou sem 
personalidade jurídica; empresário é o sócio da 
empresa, pessoa natural ou jurídica com 
responsabilidade limitada ao valor das quotas 
integralizadas. 
b) Empresa é qualquer atividade econômica 
destinada à produção de bens; empresário é a 
pessoa natural que exerce profissionalmente a 
empresa e tenha receita bruta anual de até R$ 
100.000,00 (cem mil reais). 
c) Empresa é a atividade econômica organizada 
para a produção e/ou a circulação de bens e de 
serviços; empresário é o titular da empresa, quem a 
exerce em caráter profissional. 
d) Empresa é a repetição profissional dos atos de 
comércio ou mercancia; empresário é a pessoa 
natural ou jurídica que pratica de modo habitual tais 
atos de comércio. 
QUESTÃO 51 
Nos Juízos de Direito da capital do Estado X 
tramitavam centenas de demandas semelhantes, 
ajuizadas por servidores públicos vinculados ao 
Município Y discutindo a constitucionalidade de lei 
ordinária municipal que tratava do plano de cargos 
e salários da categoria. Antevendo risco de ofensa à 
isonomia, com a possibilidade de decisões 
contraditórias, o advogado de uma das partes 
resolve adotar medida judicial para uniformizar o 
entendimento da questão jurídica. Nessa hipótese, o 
advogado deve peticionar 
a) ao Juízo de Direito no qual tramita a demanda 
por ele ajuizada, requerendo a instauração de 
incidente de assunção de competência. 
b) ao Presidente do Tribunal ao qual está vinculado 
o Juízo de Direito, requerendo a instauração de 
incidente de resolução de demandas repetitivas. 
c) ao Presidente do Tribunal ao qual está vinculado 
o Juízo de Direito, requerendo a instauração de 
incidente de arguição de inconstitucionalidade. 
d) ao Juízo de Direito no qual tramita a demanda 
por ele ajuizada, requerendo a intimação do 
Ministério Público para conversão da demanda 
individual em coletiva. 
QUESTÃO 52 
(ADAPTADA CPC-2015) Os irmãos Rafael e 
Daniela são proprietários de um imóvel na Av. São 
Sebastião, n. 20. Eles realizaram um contrato de 
locação com Joana, estudante, por prazo 
indeterminado. Após três anos de vigência de 
contrato, devido aos grandes eventos internacionais 
na cidade, os irmãos propuseram uma ação 
revisional de aluguel, tendo em vista a valorização 
constatada na área em que fica o imóvel.A partir da 
hipótese sugerida, assinale a opção correta. 
a) Trata-se de litisconsórcio ativo facultativo 
unitário, uma vez que há solidariedade entre os 
irmãos, o que faz com que um deles, sozinho, possa 
ajuizar a ação, tendo a decisão efeito para ambos. 
b) Trata-se de litisconsórcio passivo multitudinário, 
pois a ação revisional, se procedente, alterará o 
valor da locação para todo e qualquer candidato à 
locação. 
c) Trata-se de litisconsórcio ativo facultativo 
simples, pois no lugar de uma única ação, cada 
irmão pode entrar com uma ação revisional 
diferente para atualizar o valor do imóvel, e as duas 
correrão normalmente, em separado. 
d) Trata-se de litisconsórcio ativo necessário 
unitário, uma vez que a lei assim o exige e a decisão 
do juiz será a mesma para os dois irmãos. 
 
19 
7º Simulado 1ªFase XXXII Exame de Ordem 
QUESTÃO 53 
Maria comprou um apartamento da empresa 
Moradia S/A e constatou, logo após sua mudança, 
que havia algumas infiltrações e problemas nas 
instalações elétricas. Maria consultou seu advogado, 
que sugeriu o ajuizamento de ação de produção 
antecipada de prova, com o objetivo de realizar uma 
perícia no imóvel, inclusive com o objetivo de 
decidir se ajuizaria, posteriormente, ação para 
reparação dos prejuízos. Diante desse contexto, 
assinale a afirmativa correta. 
a) A produção antecipada de provas é cabível, 
porque visa a obter prévio conhecimento dos fatos e 
da situação do imóvel, para justificar ou evitar o 
ajuizamento de ação de reparação dos prejuízos. 
b) A produção antecipada de provas é obrigatória, 
uma vez que Maria não poderia ingressar 
diretamente com ação para reparação dos prejuízos. 
c) A produção antecipada de provas é incabível, 
porque apenas pode ser ajuizada quando há 
urgência ou risco de que a verificação dos fatos 
venha a se tornar impossível posteriormente, o que 
não foi demonstrado na hipótese concreta. 
d) A produção antecipada de provas é incabível, vez 
que o seu ajuizamento apenas pode ocorrer 
mediante pedido conjunto de Maria e da empresa 
Moradia S/A. 
QUESTÃO 54 
Jorge administra cinco apartamentos de Marina. Ele 
recebe os valores relativos à locação dos referidos 
bens, realiza os pagamentos inerentes aos imóveis 
(condomínio, IPTU), abate o valor pela prestação de 
serviços e repassa o saldo residual a Marina, 
mediante depósito em conta corrente, titularizada 
pela contratante. Contudo, nos últimos dez meses, 
Jorge tem deixado de fornecer os relatórios mensais 
acerca da despesa e receita. Incomodada, Marina o 
questiona acerca da omissão, que nada faz. Diante 
desse cenário, Marina procura um advogado, que, 
com o objetivo de obter os relatórios, deve ajuizar 
a) Ação de Execução, fundada em título 
extrajudicial consubstanciado no acerto verbal 
havido entre as partes. 
b) Ação de Reintegração de Posse dos imóveis 
administrados por Jorge. 
c) Ação de Exigir Contas, para que Jorge forneça os 
relatórios. 
d) Ação de Consignação de Pagamento, 
objetivando que Jorge consigne os relatórios em 
Juízo. 
QUESTÃO 55 
(ADAPTADA CPC-2015) Maria, representando 
sua filha Cláudia, ajuizou demanda em face de 
Pedro, objetivando o reconhecimento de 
paternidade da menina e a condenação do suposto 
pai ao pagamento de alimentos. Após todo o trâmite 
processual regularmente decorrido, na sentença, o 
Juiz decidiu pela procedência do pedido, 
reconhecendo a paternidade e condenando Pedro à 
prestação de alimentos. O réu, por sua vez, interpôs 
apelação, apresentando laudo de laboratório 
notoriamente conhecido com resultado diverso 
daquele que fundamentara a decisão. A apelação foi 
recebida em seu duplo efeito. A partir do exposto, 
como advogado de Cláudia, você adotaria o 
procedimento de 
a) não interpor recurso, porque a decisão do juiz 
dando procedência ao pedido faz com que Maria 
não tenha interesse em recorrer. 
b) interpor agravo retido, pois o recebimento da 
apelação é decisão interlocutória e o CPC afirma 
que deve ser ele o recurso interposto de decisões 
interlocutórias. 
c) interpor agravo interno, pois é o recurso cabível 
em face de decisão do relator que defere o 
recebimento da apelação e os seus efeitos. 
d) interpor embargo de declaração, já que se trata 
de decisão interlocutória e contraditória, pois 
recebeu a apelação com duplo efeito, impedindo 
que a prestação de alimentos se iniciasse. 
QUESTÃO 56 
(ADAPTADA CPC-2015) A citação é capaz de 
gerar efeitos processuais e materiais, consoante o 
 
20 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
que preceitua o art. 240 do Código de Processo 
Civil de 2015. Sobre os efeitos da citação, assinale 
afirmativa correta. 
a) Realizada a citação, induz-se a litispendência. 
Todavia, continua sendo possível a propositura de 
nova ação idêntica, pois a inafastabilidade da tutela 
jurisdicional é corolário do Estado Democrático de 
Direito, devendo-se viabilizar o acesso à justiça. 
b) A citação válida, por si só, não é capaz de tornar 
a coisa ou o direito litigioso, ou seja, estes não 
passam a estar vinculados ao resultado do processo. 
Sendo assim, em caso de alienação do bem, será 
possível, a qualquer tempo, a alteração da 
legitimidade das partes. 
c) A citação válida não é capaz de interromper a 
prescrição. Sendo assim, somente poderá falar-se 
em interrupção se a parte assim o requerer ao juiz, 
devendo este, antes de decidir, possibilitar o 
contraditório por parte do réu. 
d) Em regra, a citação constitui o devedor em mora. 
Nada obstante, nos casos em que as obrigações não 
possuam termo certo, é possível constituir o 
devedor em mora por intermédio do envio de 
notificação judicial ou extrajudicial. 
QUESTÃO 57 
Ricardo ajuizou ação de execução por título 
extrajudicial em face de Fábio, objetivando o 
pagamento de cheque que fora devolvido por 
insuficiência de fundos, no valor de R$ 1.000,00. 
Após Fábio ser regularmente citado, Ricardo 
requereu ao juiz a desistência do processo. Dessa 
forma, assinale a afirmativa correta. 
a) O juiz deverá homologar a desistência, 
independentemente da concordância do executado, 
caso não tenham sido apresentados embargos 
versando sobre questões de direito material. 
b) O juiz somente poderá homologar a desistência 
após a anuência do executado. 
c) O juiz não homologará a desistência, já que o 
credor tem a faculdade de desistir apenas de 
algumas medidas executivas. 
d) O juiz não homologará a desistência caso o 
devedor, citado, ofereça embargos que versem 
apenas sobre questões processuais. 
QUESTÃO 58 
Enquanto assistia a um jogo de futebol em um bar, 
Francisco começou a provocar Raul, dizendo que 
seu clube, que perdia a partida, seria rebaixado. 
Inconformado com a indevida provocação, Raul, 
que estava acompanhado de um cachorro de grande 
porte, atiça o animal a atacar Francisco, o que 
efetivamente acontece. Na tentativa de se defender, 
Francisco desfere uma facada no cachorro de Raul, 
o qual vem a falecer. O fato foi levado à autoridade 
policial, que instaurou inquérito para apuração. 
Francisco, então, contrata você, na condição de 
advogado(a), para patrocinar seus interesses. 
Considerando os fatos narrados, com relação à 
conduta praticada por Francisco, você, como 
advogado(a), deverá esclarecer que seu cliente 
a) não poderá alegar qualquer excludente de 
ilicitude, em razão de sua provocação anterior. 
b) atuou escorado na excludente de ilicitude da 
legítima defesa. 
c) praticou conduta atípica, pois a vida do animal 
não é protegida penalmente. 
d) atuou escorado na excludente de ilicitude do 
estado de necessidade. 
QUESTÃO 59 
Eslow, holandês e usuário de maconha, que nunca 
antes havia feito uma viagem internacional, veio ao 
Brasil para a Copa do Mundo.Assistindo ao jogo 
Holanda x Brasil decidiu, diante da tensão, fumar 
um cigarro de maconha nas arquibancadas do 
estádio. Imediatamente, os policiais militares de 
plantão o prenderam e o conduziram à Delegacia de 
Polícia. Diante do Delegado de Polícia, Eslow, 
completamente assustado, afirma que não sabia que 
no Brasil a utilização de pequena quantidade de 
maconha era proibida, pois, no seu país, é um 
habito assistir a jogos de futebol fumando maconha. 
Sobre a hipótese apresentada, assinale a opção que 
apresenta a principal tese defensiva. 
 
21 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
a) Eslow está em erro de tipo essencial escusável, 
razão pela qual deve ser absolvido. 
b) Eslow está em erro de proibição direto 
inevitável, razão pela qual deve ser isento de pena. 
c) Eslow está em erro de tipo permissivo escusável, 
razão pela qual deve ser punido pelo crime culposo. 
d) Eslow está em erro de proibição, que importa em 
crime impossível,razão pela qual deve ser 
absolvido. 
QUESTÃO 60 
Durante uma operação em favela do Rio de Janeiro, 
policiais militares conseguem deter um jovem da 
comunidade portando um rádio transmissor. 
Acreditando ser o mesmo integrante do tráfico da 
comunidade, mediante violência física, os policiais 
exigem que ele indique o local onde as drogas e as 
armas estavam guardadas. Em razão das lesões 
sofridas, o jovem vem a falecer. O fato foi 
descoberto e os policiais disseram que ocorreu um 
acidente, porquanto não queriam a morte do rapaz 
por eles detido, apesar de confirmarem que davam 
choques elétricos em seu corpo molhado com o fim 
de descobrir o esconderijo das drogas.Diante desse 
quadro, que restou integralmente provado, os 
policiais deverão responder pelo crime de 
a) lesão corporal seguida de morte. 
b) tortura qualificada pela morte com causa de 
aumento. 
c) homicídio qualificado pela tortura. 
d) abuso de autoridade. 
QUESTÃO 61 
Roberto estava dirigindo seu automóvel quando 
perdeu o controle da direção e subiu a calçada, 
atropelando dois pedestres que estavam parados 
num ponto de ônibus. Nesse contexto, levando-se 
em consideração o concurso de crimes, assinale a 
opção correta, que contempla a espécie em análise: 
a) concurso material. 
b) concurso formal próprio ou perfeito. 
c) concurso formal impróprio ou imperfeito. 
d) crime continuado. 
QUESTÃO 62 
Paloma, sob o efeito do estado puerperal, logo após 
o parto, durante a madrugada, vai até o berçário 
onde acredita encontrar-se seu filho recém-nascido 
e o sufoca até a morte, retornando ao local de 
origem sem ser notada. No dia seguinte, foi 
descoberta a morte da criança e, pelo circuito 
interno do hospital, é verificado que Paloma foi a 
autora do crime. Todavia, constatou-se que a 
criança morta não era o seu filho, que se encontrava 
no berçário ao lado, tendo ela se equivocado quanto 
à vítima desejada. Diante desse quadro, Paloma 
deverá responder pelo crime de 
a) homicídio culposo. 
b) homicídio doloso simples. 
c) infanticídio. 
d) homicídio doloso qualificado. 
QUESTÃO 63 
No dia 05/03/2015, Vinícius, 71 anos, insatisfeito e 
com ciúmes em relação à forma de dançar de sua 
esposa, Clara, 30 anos mais nova, efetua disparos de 
arma de fogo contra ela, com a intenção de matar. 
Arrependido, após acertar dois disparos no peito da 
esposa, Vinícius a leva para o hospital, onde ela 
ficou em coma por uma semana. No dia 
12/03/2015, porém, Clara veio a falecer, em razão 
das lesões causadas pelos disparos da arma de fogo. 
Ao tomar conhecimento dos fatos, o Ministério 
Público ofereceu denúncia em face de Vinícius, 
imputando-lhe a prática do crime previsto no Art. 
121, § 2º, inciso VI, do Código Penal, uma vez que, 
em 09/03/2015, foi publicada a Lei nº 13.104, que 
previu a qualificadora antes mencionada, pelo fato 
de o crime ter sido praticado contra a mulher por 
razão de ser ela do gênero feminino. Durante a 
instrução da 1ª fase do procedimento do Tribunal do 
Júri, antes da pronúncia, todos os fatos são 
confirmados, pugnando o Ministério Público pela 
pronúncia nos termos da denúncia. Em seguida, os 
autos são encaminhados ao(a) advogado(a) de 
Vinícius para manifestação. Considerando apenas 
as informações narradas, o(a) advogado(a) de 
 
22 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
Vinicius poderá, no momento da manifestação para 
a qual foi intimado, pugnar pelo imediato 
a) reconhecimento do arrependimento eficaz. 
b) afastamento da qualificadora do homicídio. 
c) reconhecimento da desistência voluntária. 
d) reconhecimento da causa de diminuição de pena 
da tentativa. 
QUESTÃO 64 
O Ministério Público ofereceu denúncia em face de 
Matheus, não plenamente identificado, a partir de 
inquérito policial que apurava a prática de crime de 
estupro. O endereço constante do inquérito foi 
diligenciado para citação do réu, mas foi informado 
que este estava em local incerto e não sabido. 
Diante disso, foi publicado edital para sua citação. 
Considerando apenas as informações narradas, 
assinale a afirmativa correta. 
a) É válido o edital que identifica o réu por suas 
características, ainda que desconhecida sua 
qualificação completa. 
b) O réu que, citado por edital, não comparecer nem 
constituir advogado poderá ter seu processo e o 
curso do prazo prescricional suspensos por tempo 
indefinido. 
c) Ainda que Matheus esteja preso na mesma 
unidade da Federação em que foi oferecida a 
denúncia, a citação por edital será válida. 
d) Não existe citação por hora certa no âmbito do 
Processo Penal brasileiro. 
QUESTÃO 65 
João, no dia 2 de janeiro de 2015, praticou um 
crime de apropriação indébita majorada. Foi, então, 
denunciado como incurso nas sanções penais do 
Art. 168, §1º, inciso III, do Código Penal. No curso 
do processo, mas antes de ser proferida sentença 
condenatória, dispositivos do Código de Processo 
Penal de natureza exclusivamente processual 
sofrem uma reforma legislativa, de modo que o rito 
a ser seguido no recurso de apelação é modificado. 
O advogado de João entende que a mudança foi 
prejudicial, pois é possível que haja uma demora no 
julgamento dos recursos.Nesse caso, após a 
sentença condenatória, é correto afirmar que o 
advogado de João 
a) deverá respeitar o novo rito do recurso de 
apelação, pois se aplica ao caso o princípio da 
imediata aplicação da nova lei. 
b) não deverá respeitar o novo rito do recurso de 
apelação, em razão do princípio da irretroatividade 
da lei prejudicial e de o fato ter sido praticado antes 
da inovação. 
c) não deverá respeitar o novo rito do recurso de 
apelação, em razão do princípio da ultratividade da 
lei. 
d) deverá respeitar o novo rito do recurso de 
apelação, pois se aplica ao caso o princípio da 
extratividade. 
QUESTÃO 66 
Marcelo foi denunciado pela prática de um crime de 
furto. Entendendo que não haveria justa causa, antes 
mesmo de citar o acusado, o magistrado não 
recebeu a denúncia. Diante disso, o Ministério 
Público interpôs o recurso adequado. Analisando a 
hipótese, é correto afirmar que 
a) o recurso apresentado pelo Ministério Público foi 
de apelação. 
b) apesar de ainda não ter sido citado, Marcelo deve 
ser intimado para apresentar contrarrazões ao 
recurso, sob pena de nulidade. 
c) mantida a decisão do magistrado pelo Tribunal, 
não poderá o Ministério Público oferecer nova 
denúncia pelo mesmo fato, ainda que surjam provas 
novas. 
d) antes da rejeição da denúncia, deveria o 
magistrado ter citado o réu para apresentar resposta 
à acusação. 
QUESTÃO 67 
Adolfo e Arnaldo são irmãos e existe a informação 
de que estão envolvidos na prática de crimes. 
Durante investigação da suposta prática de crime de 
tráfico de drogas, foi deferida busca e apreensão na 
residência de Adolfo, em busca de instrumentos 
 
23 
7º Simulado 1ª Fase XXXII Exame de Ordem 
utilizados na prática delitiva. O oficial de justiça, 
com mandado regularmente expedido, compareceu 
à residência de Adolfo às 03.00h, por ter 
informações de que às 07.00h ele deixaria o local. 
Apesar da não autorização para ingresso na 
residência por parte do proprietário, ingressou no 
local para cumprimento do mandado de busca e 
apreensão, efetivamente apreendendo um caderno 
com anotações que indicavam a prática do crime 
investigado. Quando deixavam o local, os policiais 
e o oficial de justiça se depararam, na rua ao lado, 
com Arnaldo, sendo que imediatamente uma 
senhora o apontou como autor de um crime de 
roubo majorado pelo emprego de arma, que teria 
ocorrido momentos antes. Diante disso, os policiais 
realizaram busca pessoal em Arnaldo, localizando 
um celular, que era produto do crime de acordo com 
a vítima, razão pela qual efetuaram a apreensão 
desse bem. Ao tomar conhecimento dos fatos, a 
mãe de Adolfo e Arnaldo procurou você, como 
advogado(a), para a adoção das medidas

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes