A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
MAPA MENTAL 2

Pré-visualização | Página 1 de 1

GABRIELA CALDEIRA - MICROBIOLOGIA 
 
CONCEITOS: 
 PATOGENICIDADE: CAPACIDADE DE CAUSAR 
DOENÇA  PATOGENICIDADE = VIRULÊNCIA / 
IMUNIDADE. TOXINAS, PROTEASES E LIPOPOLISSACARÍDEOS 
 VIRULÊNCIA: MEDIDA QUANTITATIVA DA 
HABILIDADE DE CAUSAR DOENÇA. FATORES: 
ADESÃO/COLONIZAÇÃO, TOXIGENICIDADE E 
RESISTÊNCIA. CAPACIDADE DE ADERIR EM SUPERFICIES 
CELULARES (ADESINAS, CÁPSULAS) 
 INFECÇÃO: INVASÃO OU COLONIZAÇÃO DO 
CORPO POR MO PATOGÊNICOS. PODE EXISTIR NA 
AUSÊNCIA DE DOENÇA DETECTÁVEL 
 DOENÇA: OCORRE QUANDO A INFECÇÃO 
RESULTA EM QUALQUER ALTERAÇÃO DE UM ESTADO 
DE SAÚDE 
 PATOGENIA: ENVOLVE O INÍCIO DO PROCESSO 
INFECCIOSO E OS MECANISMOS QUE LEVAM AO 
DESENVOLVIMENTO DOS SINAIS E SINTOMAS DA 
DOENÇA 
 
BACTÉRIAS PATOGÊNICAS APRESENTAM 
CAPACIDADE DE: 
 ADESÃO A CÉLULAS DO HOSPEDEIRO 
 INVASÃO DAS CÉLULAS DO HOSPEDEIRO 
 TRANSMISSÃO 
 
MUITAS INFECÇÕES SÃO ASSINTOMÁTICAS, POIS 
A DOENÇA OCORRE E AS BACTÉRIAS/REAÇÕES 
IMUNOLÓGICAS AGRIDEM O HOSPEDEIRO 
 
POSTULADOS DE KOCH 
MICROBIOTA RESIDENTE: FORMADA POR 
MO COMENSAIS, PRODUZEM VITAMINAS, 
AJUDAM NA ABSORÇÃO DE NUTRIENTES, AJUDAM 
NA PROTEÇÃO DO ORGANISMO (COMPETEM 
COM PATÓGENOS POR NUTRIENTES/PRODUZEM 
METABÓLITOS TÓXICOS). PROBIÓTICOS 
RESTABELECEM A MICROBIOTA RESIDENTE, POIS 
SÃO BACTÉRIAS VIVAS QUE IRÃO COLONIZAR O 
TRATO GI 
 
 
 
 
 
 
 
RELAÇÃO ENTRE MO E HOSPEDEIRO: 
 MUTUALISMO: BENEFICIA OS DOIS ORGANISMOS 
 COMENSALISMO: APENAS 1 É BENEFICIADO, MAS O 
OUTRO NÃO É PREJUDICADO 
 PARASITISMO: APENAS 1 É BENEFICIADO E O OUTRO É 
PREJUDICADO 
 MO OPORTUNISTAS: NÃO CAUSAM DOENÇA EM 
HABITAT NORMAL, MAS EM OUTRO LOCAL PODEM 
CAUSAR INFECÇÕES 
 
 
MICROBIOTA NORMAL, 
PATOGENICIDADE E VIRULÊNCIA BACTERIANA 
BASE DA MICROBIOLOGIA: PERMITEM 
IDENTIFICAR BACTÉRIAS QUE CAUSAM DOENÇA 
BACTÉRIAS SÃO 
CLASSIFICADAS EM 
PATÓGENOS, PATÓGENOS 
OPORTUNISTAS E NÃO 
PATÓGENOS 
MICROBIOTA NORMAL É COMPOSTA POR PATÓGENOS OPORTUNISTAS E 
REFERE-SE A POPULAÇÃO DE MO QUE RESIDE NA PELE/MUCOSAS DE 
INDIVIDUOS NORMAIS. RESIDENTE & TRANSITÓRIA 
DEFINIÇÕES: 
 CONTAMINAÇÃO: PRESENÇA 
CONTÍNUA DE MO POR SEMANAS, MESES 
OU ANOS 
 COLONIZAÇÃO: PRESENÇA 
PASSAGEIRA DE MO PATÓGENOS OU 
NÃO PATÓGENOS 
 INFECÇÃO: INVASÃO, MULTIPLICAÇÃO 
E LESÃO DOS TECIDOS PROVOCADOS 
PELA PRESENÇA DE BACTÉRIAS 
GABRIELA CALDEIRA - MICROBIOLOGIA 
 
VIRULÊNCIA: 
 CAPACIDADE DE CAUSAR DOENÇA 
 É MEDIDA PELA DOSE LETAL: DOSE DE MO 
NECESSÁRIA PARA INFECTAR 50% DO HOSPEDEIRO; 
QUANTO MENOR, PIOR 
 O MO INVADE ATRAVÉS DAS JUNÇÕES 
EPITELIAIS, VAI PARA O TECIDO E 
PERMANECE ENCLAUSURADO NO 
VACÚOLO. APÓS ISSO, DISSOLVE-SE E SE 
DISPERSA PELO CITOPLASMA 
 COMO OS MO INFECTAM OS 
HOSPEDEIROS? INVASÃO DO EPITÉLIO DO 
HOSPEDEIRO E, UMA VEZ NO INTERIOR, FIXAM-SE 
NAS CÉLULAS. ESTABELECEM LOCAL PRIMÁRIO DE 
INFECÇÃO, MULTIPLICAM-SE E DISSEMINAM-SE 
ATRAVÉS DOS TECIDOS OU SISTEMA LINFÁTICO 
 
FATORES DE ADERÊNCIA: 
 APÓS A PENETRAÇÃO CELULAR, OS MO 
DEVEM ADERIR ÀS CÉLULAS, POIS, CASO 
CONTRÁTIO, SÃO ELIMINADOS PELOS 
FLUIDOS/MUCO 
 ADESINAS-BACTÉRIAS: FÍMBRIAS, FIBRILAS, 
GLICOCÁLICE, CÁPSULA 
 RECEPTORES-HOSPEDEIRO: GLICOPROTEINAS 
E GLICOLIPÍDIOS 
 ADESINAS-LIGANTES: MOLÉCULAS DE SUPERFÍCIE 
QUE SE UNEM A RECEPTORES COMPLEMENTARES DE 
SUPERFICIE NAS CÉLULAS DO HOSPEDEIRO 
 BIOFILME: FORMADO POR ALGUMAS 
ESPÉCIES DE BACTÉRIAS DIFERENTES, AS 
QUAIS FIXAM-SE EM SUPERFÍCIES E SÃO 
ENVOLTAS POR UMA MATRIZ, GERALMENTE 
POLISSACARÍDICA, QUE SE FORMAM E 
SOFREM ALTERAÇÕES AO LONGO DO 
TEMPO 
 
 
 
 
 
 
 
FATORES QUE FAVORECEM 
EVASÃO DOS MO DAS DEFESAS 
DO HOSPEDEIRO: 
CÁPSULA, COMPONENTES DA PAREDE 
CELULAR, ENZIMAS, PENETRAÇÃO NO 
CITOESQUELETO DAS CÉLULAS DO 
HOSPEDEIRO E VARIAÇÃO 
ANTIGENICA 
 
 
 
MICROBIOTA NORMAL, 
PATOGENICIDADE E VIRULÊNCIA BACTERIANA 
MECANISMOS DE SOBREVIVÊNCIA À 
FAGOCITOSE: 
 ESCAPE DI FAGISSINI ABTES DA 
FUSÃO COM LISOSSOMO 
 EMISSÃO DE PSEUDÓPODES 
 PREVENÇÃO DA FUSÃO DO 
FAGOLISOSSOMO 
 PRODUÇÃO DE ENZIMAS PARA 
COMBATER RADICAIS LIVRES 
LESÃO DAS CÉLULAS DO HOSPEDEIRO PELO 
PATÓGENO: 
 USO DE NUTRIENTES DO HOSPEDEIRO 
 LESÃO DIRETA DA CÉLULA 
 PRODUÇÃO DE TOXINAS: SÃO PRODUTOS 
BACTERIANOS QUE PROVOCAM LESÃO 
TECIDUAL DIRETA OU DISPARAM ATIVIDADES 
BIOLÓGICAS DESTRUTIVAS. CLASSIFICAÇÃO: 
- PADRÃO DE LIBERAÇÃO: ENDO & EXOTOXINA 
- ALVO CELULAR/TECIDUAL: ENTEROTOXINAS, 
NEUROTOXINAS, LEUCOTOXINAS 
- MECANISMO DE AÇÃO: ATUAM NA 
MEMBRANA CELULAR OU INTRACELULARMENTE

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.