A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
correção sininimos

Pré-visualização | Página 1 de 5

O crescente aumento da obesidade   além de doenças crônicas, como o diabetes e a hipertensão,  entre outras, tem ligação com o com o padrão  de dieta rica em alimentos com alta consistência energética e pouca quantidades de nutrientes,   assim como o aumento da ingestão de alimentos  processados e o uso  exagerado de nutrientes como sódio, gorduras  e açúcar (3) 
Estudos das propriedades antioxidantes  dos alimentos aumentaram consideravelmente,   o que pode ser explanado pelo  interesse  dos consumidores sobre os efeitos  benéficos a saúde, tais como  a prevenção do câncer, doenças cardiovasculares  e outras doenças de natureza inflamatória (4) 
Ocorre atualmente  o crescimento da expectativa de vida,  e também a preocupação  com os alimententos que irá assegurar ainda mais  qualidade  nesses anos a mais. É nesse cenário que a todo momento surgem “novos” alimentos e itens com supostas alegações  de efeitos benéficos à saúde. (5) 
A relação  inversamente proporcional entre   o aumento do consumo de frutas e  verduras e a redução do risco de cardiopatias e de certos tipos  de câncer foi o que provocou o  interesse  sobre os alimentos funcionais. Tais  alimentos são definidos como produtos contendo  em sua composição alguma substância biologicamente  ativa que, ao ser incluído numa dieta usual, modula  processos metabólicos ou fisiológicos,   resultando em redução do risco de  doenças e manutenção da saúde.(6) 016  
Os alimentos funcionais exercem parte de uma nova  geração de alimentos lançada na década de 80 no Japão. em 1989 foi introduzido  o “nutracêutico”, esse termo foi criado  para tentar diferenciar os alimentos funcionais dos medicamentos (6).(7) 
A semente de chia  é um alimento natural e funcional,  é consumida  há séculos pelos Maias e Astecas   como fonte importante de energia  na alimentação. Na literatura espúrio  tem-se falado até este momento que a chia tem alto teor de  cálcio, potássio,  antioxidantes, aminoácidos essenciais,  fibras e ômega 3. Atualmente seu cultivo para fins co¬merciais é realizado em vários países  da América Latina.(20 (8) 
A chia é  particularmente  curioso nessa dessa método de trocar ingredientes menos nutritivos por outros de maior valor nutricional, sem comprometer o gosto dos alimentos, é uma aplicação de importância para se obter uma dieta saudável.  (15) (9) 
A semente de chia  pode ser usada de varias maneiras na alimentação humana e animal. Vários trabalhos descrevem a utilização da chia comercialmente.   Constantemente é utilizada como salada de broto de chia, em bebidas, cereais e molho para salada a partir do óleo da semente, ou é ingerida  crua. A demanda por alimentos funcionais  é grande, principalmente por quem   tem de diabetes, distúrbios cardiovasculares, obesidade e demais doenças relacionadas a baixa ingestão de ácidos graxos poli insaturados e aumento de ingestão dos   saturados. (27) 10 
A semente de chia  foi selecionada para esse estudo por ter tido uma crescente procura  entre os alimentos funcionais e  amplo crescimento do consumo da mesma nos últimos tempos devido seus os benefícios nutricionais.  
A SEMENTE DE CHIA 
Salvia hispanica
L. mais conhecida como chia é uma  oleaginosa com potencial de uso  como alimento humano (17) 11. 
A  palavra chia deriva da palavra do nahuatl chian, que  significa “oleoso”(15) 9 
A Salvia  hispanica L., é um herbáceo pertencente  à família Lamiaceae,  originária do México e Guatemala,  que pode ser cultivada em climas áridos ou semiáridos foi utilizada como uma das principais  fontes alimentares, juntamente com  o amaranto, feijão  e milho pelos pré-colombianos, além de também ser  utilizada como medicamentos e tintas pelos astecas (8) 13 
A Chia  é uma pequena semente de forma oval e de cor acastanhada e clara.,   sua composição especial e suas propriedades benéficas para a condição física foram detectadas já há centenas de anos  e (9) 14. Ela pode  crescer de um a cinco metros de altura, com folhas que variam de oito a dez centímetros de comprimento e quatro a seis centímetros de largura, com coloração verde intensa; suas flores possuem tom azul-violeta ou branco.   A semente da chia é pequena e tem forma oval, com coloração que varia do café escuro ao bege, entretanto algumas sementes apresentam aspecto cinza  ou branco(10) 15, com bordas serrilhadas e verde brilhante As flores são hermafroditas.(11).  É uma planta anual que cresce até um metro e pode ser  cultivada em vasos. Ela não pode crescer  na sombra e exige terra mais seca  do que úmida.(12). 16 
Por ser um alimento natural e funcional é consumida  há séculos pelos Maias e Astecas ,  seus componentes auxiliam nas funções imunológicas, inibindo a reprodução de linfócitos e citocinas pró-inflamatórias, atuando na prevenção das doenças cardiovasculares e na preservação da integridade de membranas celulares e neurotransmissores.  A chia também ajuda no crescimento e na  regeneração de tecidos durante a gravidez e a lactação e contribui para a reconstrução de músculos em atletas e fisiculturistas  (9) 14 
-Proteína   
A semente de chia é uma boa fonte de proteína (19 - 27  g/100 g) O  conteúdo de proteína é mais elevado do que  alimentos de outras  culturas tradicionais, tais como milho, trigo, arroz, aveia, cevada e amaranto  (13). 17 
Embora  a chia não seja cultivada comercialmente como uma fonte de proteína, o seu  perfil de 27  aminoácidos não tem fatores limitantes na dieta do adulto (14), mas treonina, leucina e lisina são os aminoácidos limitantes na dieta de uma criança na época pré-escolar,  (15). 18 
A semente chia é composto de proteína (15-25%), as gorduras (30-33%), hidratos de carbono (26-41%), elevado teor de fibra dietética (18-30%),  cinzas (4-5%), minerais, vitaminas e matéria seca  (90-93%). Ele  também contém uma quantidade elevada de  antioxidantes. Análise de metais pesados mostrou que semente chia contém níveis seguros, e a semente também é livre  de substâncias químicas tóxicas  produzidas por fungos (micotoxinas). Outra característica-chave da semente de chia é que ele não contém glúten (16) 19 
Omega3   
A quantidade de óleo presente na chia é de três a 10 vezes superior quando comparada a outros grãos; e os ácidos graxos insaturados da chia são essenciais para o organismo, para emulsificar e absorver vitaminas lipossolúveis, como A, D, E e K, promovendo adequada respiração dos órgãos vitais, além de regular a coagulação do sangue, células da pele, membranas, mucosas e nervos  (14). 
Tabela  1 Composição química e teor de vitaminas de sementes de chia (Salvia hispanica L.) em base seca. 
COMPONENTES CONTEÚDO 
LIPÍDIOS (G.100 G–1)A 
________________________________________ 33,9 
________________________________________ 
PROTEÍNAS  (G.100 G–1)A 
________________________________________ 20,2  
________________________________________ 
CINZAS (G.100 G–1)A 
________________________________________ 2,33 
________________________________________ 
FIBRA DIETÉTICA  (G.100 G–1)A 
________________________________________ 43,1 
________________________________________ 
NIACINA (ΜG.G–1)B 
________________________________________ 82,50 
________________________________________ 
RIBOFLAVINA (ΜG.G–1)B 
________________________________________ 2,13  
________________________________________ 
TIAMINA (ΜG.G–1)B 
________________________________________ 14,42 
________________________________________ 
VITAMINA A  (ΜG.G–1)B 43,0 
15). 9 
A semente  de chia possui uma grande quantidade de lipídios, cerca de 40% do peso total da semente, dos quais quase 60% são ômega-3. Ainda, foram identificados mais de seis ácidos graxos, como mirístico, araquídico, gadoleico, beénico, erúcico e lignocérico, porém em menores proporções  (20) 
Esta semente é composta de 30% de óleo rico em ácido α-linolénico (50 a 60%)  e por ser livre de glúten é adequado   para ser consumido por pessoas que  possui doença celíaca. Como para outras sementes oleaginosas, a chia também apresenta vários componentes  bioativos (17) 21 
A semente de chia  é

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.