Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
50 pág.
Copia de DIAGNA-STICO IMUNOLOGICO E MOLECULAR DAS DOENA-AS INFECCIOSAS

Pré-visualização | Página 2 de 2

fortemente à molécula 
de biotina. 
▪ Em seguida, adiciona-se o substrato 
(4-cloro-1-naftol). A degradação do substrato 
origina um produto insolúvel e corado que 
permite, a olho nu, a visualização da reação 
sobre a fita.
Reatividade (presença de 
bandas), em pelo menos duas 
das seguintes proteínas: p24, 
gp41 e/ou gp120/gp160.
Amostra indeterminada: 
qualquer padrão de 
reatividade (presença de 
bandas) diferente do item 
anterior.
Amostra não reagente: 
ausência de reatividade 
(ausência de bandas), 
independentemente da 
proteína viral utilizada no 
ensaio.
◤
Sequenciamento 
▪ A determinação da sequência nucleotídica é possível graças à técnica desenvolvida por 
Sanger e colaboradores na década de 1970 e se tornou acessível por meio dos avanços 
recentes na fabricação de equipamentos automáticos. 
▪ equipamentos automatizados de sequenciamento utilizam capilares extremamente finos nos 
quais, por meio da migração por eletroforese capilar, os fragmentos são alinhados com 
base no seu tamanho, do menor ao maior, e são detectados por um feixe de laser. 
▪ A marcação de cada um dos quatro ddNTPs (A, T, C ou G) com uma molécula fluorescente 
diferente permite identificar qual foi o nucleotídeo adicionado em cada posição terminal dos 
fragmentos, construindo-se assim a sequência da molécula de DNA alvo
A amostra de DNA a ser sequenciada é combinada em 
um tubo com primer, DNA polimerase e nucleotídeos 
de DNA (dATP, dTTP, dGTP, and dCTP). Os quatro 
nucleotídeos terminadores de cadeia marcados com 
corantes são adicionados também. 
A mistura é primeiro aquecida para a desnaturação do 
DNA molde (separar as fitas), então resfriadas para 
que os primers possam se ligar ao molde de fita 
simples. 
Uma vez que o primer se ligou, a temperatura é 
aumentada novamente, permitindo que a DNA 
polimerase sintetize um novo DNA a partir do primer. 
A DNA polimerase continuará a adicionar 
nucleotídeos à cadeia até que aconteça a adição de um 
dideoxinucleotídeo ao invés de um normal. 
Nesse ponto, os nucleotídeos não podem mais ser 
adicionados, e portanto a fita terminará em um 
dideoxinucleotídeo.
◤
Diagnósticos Imunológicos 
◤
Para que sevem os testes 
imunológicos?
▪ Os testes detectam a presença de anticorpos contra parasitas, fungos, 
bactérias ou vírus. 
▪ Podem também detectar a presença dos antígenos desses agentes, 
indicando diretamente a sua presença no hospedeiro. 
◤
Imunocromatografia
▪ Detecção ANTÍGENO • Para detectar antígeno, emprega-se um anticorpo de 
captura, ligado à matriz e um anticorpo marcado com partículas coloridas 
que é específico para o antígeno pesquisado; 
▪ Detecção ANTICORPO • Para detectar anticorpo, utiliza-se um antígeno 
específico ligado à matriz e um anticorpo antiimunoglobulina marcado com 
partículas coloridas;
◤
Hemaglutinação
◤
ELISA
 Enzyme-Linked Immunosorbent Assay
▪ Etapas do ELISA 
▪ sensibilização (ou cobertura) da fase sólida:
▪ adição de Ag ou do Ac 
▪ bloqueio (proteína inerte: soro fetal bovino, leite desnatado) ∗ 
▪ adição da amostra (em diluente) * 
▪ adição do conjugado: anticorpo purificado marcado com enzima (ex: peroxidase) ∗ 
∗ lavagens
◤
Teste rápido
◤
Hibridização in situ
◤
VDRL
Venereal Disease Research Laboratory
◤
HTLV
◤
HEPATITE B
Página12