Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Meio ambiente

Pré-visualização | Página 1 de 1

Meio ambiente e biodiversidade
Ver artigos principais: Biodiversidade, biomas e vegetação do Brasil
		
Onça-pintada no rio Piquirí, Pantanal
Mico-leão-dourado, animal endêmico do Brasil
A grande extensão territorial do Brasil abrange diferentes ecossistemas, como a Floresta Amazônica, reconhecida como tendo a maior diversidade biológica do mundo. Os rios amazônicos fornecem uma variedade de habitats, incluindo pântanos e riachos, cada um abrigando diferentes tipos de vida selvagem.[168] A mata Atlântica e o cerrado, sustentam também grande biodiversidade,[169] além da caatinga,[164] fazendo do Brasil um país megadiverso. No sul, a floresta de araucárias cresce sob condições de clima temperado.[169]
A rica vida selvagem do Brasil reflete a variedade de habitats naturais. Os cientistas estimam que o número total de espécies vegetais e animais no Brasil seja de aproximadamente de quatro milhões.[169] Grandes mamíferos incluem pumas, onças, jaguatiricas, raros cachorros-vinagre, raposas, queixadas, antas, tamanduás, preguiças, gambás e tatus. Veados são abundantes no sul e muitas espécies de platyrrhini são encontradas nas florestas tropicais do norte.[169][170] A preocupação com o meio ambiente tem crescido em resposta ao interesse mundial nas questões ambientais.[171]
Floresta Amazônica, a mais rica e biodiversa floresta tropical do mundo[168]
O patrimônio natural do Brasil está seriamente ameaçado pela pecuária e agricultura, exploração madeireira, mineração, reassentamento, desmatamento, extração de petróleo e gás, a sobrepesca, comércio de espécies selvagens, barragens e infraestrutura, contaminação da água, fogo, espécies invasoras e pelos efeitos do aquecimento global.[168]
Em muitas áreas do país, o ambiente natural está ameaçado pelo desenvolvimento.[172] A construção de estradas em áreas de floresta, tais como a BR-230 e a BR-163, abriu áreas anteriormente remotas para a agricultura e para o comércio; barragens inundaram vales e habitats selvagens e minas criaram cicatrizes na terra e poluíram a paisagem.[171][173]
Em dezembro de 2016, conforme estudos da Embrapa, a vegetação nativa preservada cobria 61% do território brasileiro. A agricultura ocupava 8% do território nacional enquanto as pastagens cobriam 19,7%.[174]