A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Apendicite

Pré-visualização | Página 2 de 2

aberta, as incisões 
mais realizadas (e mais fáceis) são a de Davis-Rockey 
(incisão transversa do quadrante inferior direito) e a 
de McBurney (incisão oblíquoa). Na vigência de um 
grande fleimão ou dúvida diagnóstica, uma incisão 
de linha média subumbilical pode ser utilizada. Veja 
a próxima imagem para localizar os pontos de 
incisão. 
CIRURGIA GERAL 
4 
 
 
 
 Apendicectomia aberta 
1. Abertura do peritônio e identificação do apêndice 
inflamado. 
2. Mesoapêndice é ligado e seccionado entre pinças 
(imagem A) 
3. Um fio absorvível é colocado em torno da base do 
apêndice, e o mesmo é clampeado, seccionado e 
ressecado. (imagem B) 
4. Faz-se, então, uma sutura em bolsa de tabaco com 
fio absorvível ou uma sutura em Z em torno da 
parede cecal (imagem C) 
5. Coto apendicular é sepultado no fundo do ceco. 
 
 
 
 
 Apendicectomia laparoscópica 
1. Após a injeção do anestésico local, coloca-se uma 
porta de 10 mm no umbigo, seguida de uma porta 
de 5 mm na região suprapúbica na linha média e 
uma porta de 5 mm a meio caminho do trajeto 
entre as duas primeiras portas e à esquerda do 
músculo reto do abdome 
2. O laparoscópio de 5 mm e óptica de 30 graus é 
orientado para a porta central com o cirurgião e o 
assistente à esquerda do paciente. Com o 
paciente na posição de Trendelenburg e inclinado 
para o lado esquerdo, investigando 
delicadamente o íleo terminal medialmente e 
seguindo a tênia do ceco caudalmente para 
localizar o apêndice, que é, então, pinçado 
CIRURGIA GERAL 
5 
 
3. O mesoapêndice é seccionado usando-se um 
bisturi harmônico de 5 mm ou Liga-Sure, ou entre 
clipes, dependendo da espessura do tecido. 
(Imagem A) 
4. Envolve-se a base do apêndice com um ou dois 
Endoloops absorvíveis e coloca-se um outro 
Endoloop cerca de 1cm distalmente dos 
colocados na base. No local entre os Endoloops, 
faz-se a secção do apêndice (Imagem B e C) 
5. O apêndice é colocado em uma bolsa e removido 
pela porta cicatriz umbilical (Imagem D) 
 
 Aos pacientes, prescreve-se uma dieta sem 
restrições e medicamento oral após a intervenção 
cirúrgica. A maioria dos pacientes com apendicite 
não perfurada recebe alta 24 horas após o 
procedimento. 
 
Apendicite perfurada 
 Pacientes com perfuração de apêndice estão 
geralmente muito doentes e necessitam muita 
reposição hidroeletrolítica antes da anestesia geral. É 
necessário a administração de antibióticos de amplo 
espectro do intestino. Em seguida, realiza-se a 
apendicectomia, aberta ou laparoscópica, e, se 
apresentar secreção purulenta, é necessário a sua 
aspiração e colocar em cultura para avaliação 
bacteriana. 
 O abdome e a pelve são irrigados e o líquido 
aspirado. Coloca-se no local um dreno de sucção 
fechado apenas se existir uma cavidade de abscesso 
residual bem-definida distante do leito apendicular

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.