A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
22 pág.
NUTRIÇÃO ANIMAL HILL´S

Pré-visualização | Página 4 de 4

consistência pastosa
-proteína bruta: cães>28% e gatos>34%
-gordura: cães e gatos> 16% (>20% se caquéticos)
-energia metabolizável: cães e gatos> 4kcal/g
2. megaesôfago: congênito ou adquirido
sinais: regurgitação, emagrecimento, desidratação, fraqueza, dispneia, tosse e
febre
RX: avaliar comprometimento pulmonar
diferenciar vômito de regurgitação
alimento e manejo nutricional: múltiplas refeições
- consistência líquida/pastosa;
- alta densidade energética (> 4kcal/g; 18% gordura);
- alta digestibilidade;
- posição bipedal (10-20 minutos pós refeição).
*sonda nasogástrica
:::: afecções em estômago ::::
motilidade, gastrite, torção, úlceras, neoplasias
alimento: múltiplas pequenas refeições
alimento úmido aquecido (facilita esvaziamento gástrico)
alta digestibilidade
10-15% gordura
menos 2,5% de fibra
menor 1,2% Ca (ácido clorídrico prejudica)
intestino:
- diarreia
aguda, crônica primária ou secundária
moderada gordura → pancreatite
intestino delgado ou grosso? identificar
afecções em intestino delgado
1. doença intestinal aguda
descanso gastroentérico
→ vômito, desidratado
realimentação nas próximas 24-72 horas (pouca gordura e fibra, suplementar
sódio, potássio e cloro)
reintroduzir alimento habitual lentamente
não fazer jejum quando estiver com diarreia
redução de morbidade em casos de parvovirose
evitar:
a. atrofia de vilosidades intestinais;
b. imunossupressão;
c. translocação intestinal de bactérias com septicemias.
presença de nutrientes no lúmen o mais breve possível!!
2. doença intestinal crônica
(enteropatia crônica)
alimentos, anti inflamatórios, imunossupressores, não responsivo.
→ diarreia: alimento
→ disbiose e diarreia: antibiótico
→ diarreia: imunossupressores
3. linfangiectasia e enteropatia com perda proteica
perda de proteína plasmática pelo trato digestivo!!!
secundária a doença inflamatória intestinal
doença intestinal crônica:
- dieta é terapia adjunta
- alta digestibilidade
- nutrir o animal
- reduzir risco de carga antigênica
carboidrato, fibra (pouca), gordura, proteína e energia