A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
5- Pessoa jurídica teorias explicativas; classificação; criação; registro; personalidade; presentação; diferenças entre associação e fundação; desconsideração da personalidade jurídica

Pré-visualização | Página 1 de 4

DIREITO CIVIL 
 
*DICA: prazos de PJ são decadenciais de 3 anos* 
- Pessoas que querem executar uma finalidade comum, 
com um objetivo em comum e que unem esforços para 
alcançá-lo 
- Personalidade ao grupo, distinta da de cada um de 
seus membros 
- Ente de existência ideal 
- Características: capacidade de direito e capacidade de 
fato; estrutura organizativa artificial; objetivos comuns 
dos membros que a formam; publicidade de sua 
constituição 
 
 COM PERSONALIDADE JURÍDICA: tem 
 direitos e deveres previstos em lei. 
Pessoa natural (a partir do nascimento 
com vida) e Pessoa Jurídica (a partir do 
registro) 
Tem direitos e deveres previstos em lei 
 - aptidão genérica para titularizar 
direitos e deveres 
Princípio da legalidade: quem tem 
personalidade jurídica pode tudo que a 
lei não proibir 
 
SUJEITO 
DE 
DIREITO 
 SEM PERSONALIDADE JURÍDICA 
Nascituro; Condomínio; Massa falida; 
herança/espólio; órgãos públicos; 
sociedade irregular ou de fato 
Não tem aptidão genérica para 
titularizar direitos e deveres 
Princípio da legalidade: quem NÃO 
tem personalidade jurídica só pode 
atuar quando a lei permitir 
TEORIAS EXPLICATIVAS/ACERCA DA 
NATUREZA JURÍDICA DA PJ 
1) Corrente negativista: Brinz, Bekker, Planiol, Duguit. 
Nega a figura da PJ 
2) Corrente afirmativista: aceita e reconhece a PJ como 
sujeito de direito 
 a) Teoria da ficção: Savigny e Windscheid. A PJ 
é uma técnica do direito; a PJ só existe porque o direito 
estabeleceu que é assim; tem uma existência 
totalmente abstrata e ideal. É um ente abstrato fruto 
de uma técnica jurídica totalmente pura, sem 
nenhuma existência social; não tem realidade e 
nenhuma vivência no mundo social 
 b) Teoria da realidade objetiva ou 
organicista/orgânica: Beviláqua. A PJ não é fruto de 
uma técnica jurídica, e sim um organismo social vivo e 
de interação na sociedade. A PJ é um corpo social que 
o direito não cria, mas se limita a declarar existente. A 
PJ não possui relação com o direito, tratando-se apenas 
de um organismo social 
 c) Teoria da realidade técnica – adotada no 
BRASIL: Ferrara. A PJ é fruto do direito, mas é um ente 
social. A PJ é personificada pela técnica do direito, e 
integra relações sociais de forma autônoma; há 
atuação social. 
CC – “Art. Art. 45. Começa a existência legal das 
pessoas jurídicas de direito privado com a inscrição do 
ato constitutivo no respectivo registro, precedida, 
quando necessário, de autorização ou aprovação do 
Poder Executivo, averbando-se no registro todas as 
alterações por que passar o ato constitutivo.” 
O CC adota a teoria da realidade técnica pois o seu art. 
45 dispõe que “começa a existência”, ou seja, começa 
a vivência social + “... com a inscrição do ato 
constitutivo no respectivo registro”, ou seja, parte de 
uma realidade técnica 
CLASSIFICAÇÃO 
- PJ de Direito Público (interno e externo) e PJ de Direito 
Privado 
CC – 
“Art. 40. As pessoas jurídicas são de direito público, 
interno ou externo, e de direito privado. 
Art. 41. São pessoas jurídicas de direito público interno: 
I - a União; 
DIREITO CIVIL 
 
II - os Estados, o Distrito Federal e os Territórios; 
III - os Municípios; 
IV - as autarquias, inclusive as associações públicas; 
V - as demais entidades de caráter público criadas por 
lei. 
Parágrafo único. Salvo disposição em contrário, as 
pessoas jurídicas de direito público, a que se tenha 
dado estrutura de direito privado, regem-se, no que 
couber, quanto ao seu funcionamento, pelas normas 
deste Código. 
Art. 42. São pessoas jurídicas de direito público externo 
os Estados estrangeiros e todas as pessoas que forem 
regidas pelo direito internacional público. 
Art. 43. As pessoas jurídicas de direito público interno 
são civilmente responsáveis por atos dos seus agentes 
que nessa qualidade causem danos a terceiros, 
ressalvado direito regressivo contra os causadores do 
dano, se houver, por parte destes, culpa ou dolo. 
Art. 44. São pessoas jurídicas de direito privado: 
I - as associações; 
II - as sociedades; 
III - as fundações. 
IV - as organizações religiosas; 
V - os partidos políticos. 
§ 1 o São livres a criação, a organização, a estruturação 
interna e o funcionamento das organizações religiosas, 
sendo vedado ao poder público negar-lhes 
reconhecimento ou registro dos atos constitutivos e 
necessários ao seu funcionamento. 
§ 2 o As disposições concernentes às associações 
aplicam-se subsidiariamente às sociedades que são 
objeto do Livro II da Parte Especial deste Código. 
§ 3 o Os partidos políticos serão organizados e 
funcionarão conforme o disposto em lei específica.” 
 
1) PESSOA JURÍDICA DE DIREITO PÚBLICO 
 a) Interno: União, Estados, Municípios, DF, 
Territórios (adm. direta) e autarquias (adm. indireta) – 
obs: inclui-se aqui também as fundações públicas de 
direito público, pois são autarquias fundacionais 
 b) Externo: Estados Estrangeiros e órgãos 
internacionais 
2) PESSOA JURÍDICA DE DIREITO PRIVADO: o art. 44 do 
CC traz um rol exemplificativo de PJDPrivado, 
dividindo-se em associações/fundações e 
EIRELI/sociedades 
 a) Sem fins lucrativos: associações e 
fundações. Associação é o conjunto de pessoas e 
fundação é o conjunto de bens (patrimônio 
personificado). São associações as organizações 
religiosas, o sindicato, os partidos políticos 
 b) Com fins lucrativos: EIRELI e sociedade 
Enunciado 142 JDC: Os partidos políticos, os sindicatos 
e as associações religiosas possuem natureza 
associativa, aplicando-se-lhes o Código Civil 
Enunciado 143 JDC: A liberdade de funcionamento das 
organizações religiosas não afasta o controle de 
legalidade e legitimidade constitucional de seu 
registro, nem a possibilidade de reexame pelo 
Judiciário da compatibilidade de seus atos com a lei e 
com seus estatutos 
Enunciado 144 JDC: A relação das pessoas jurídicas de 
Direito Privado, constante do art. 44, incs. I a V, do 
Código Civil, não é exaustiva (é um rol exemplificativo) 
- OBS: “corporação” é caracterizada por ser formada 
por um conjunto de pessoas, portanto, são 
corporações as associações e as sociedades 
- OBS: fim lucrativo/não lucrativo ≠ fim econômico/não 
econômico. Embora o CC mencione fins não 
econômicos, deve entender-se como fins não 
lucrativos. Quando se diz que as associações e as 
fundações não podem ter fins lucrativos, não significa 
que o lucro não pode existir: ele até pode existir, mas 
deve ser voltado para a própria associação/fundação. 
Enunciado 534 JDC: As associações podem desenvolver 
atividade econômica, desde que não haja finalidade 
lucrativa 
- OBS: as fundações públicas de direito privado, 
empresas públicas e sociedades de economia mista 
integram a administração indireta, mas são PJDPrivado 
(regidas pelas normas do direito privado), com 
interesse público 
CRIAÇÃO DA PJ 
- Requisito para criação: vontade humana criadora, 
objeto lícito e ato constitutivo 
DIREITO CIVIL 
 
- U/E/DF/M: decorre da descentralização política 
- Autarquias: criadas por lei 
CC – “Art. 45. Começa a existência legal das pessoas 
jurídicas de direito privado com a inscrição do ato 
constitutivo no respectivo registro, precedida, quando 
necessário, de autorização ou aprovação do Poder 
Executivo, averbando-se no registro todas as 
alterações por que passar o ato constitutivo.” 
- Toda PJDPrivado é criada pelo registro do ato 
constitutivo. No caso da fundação pública de direito 
privado, empresa pública e sociedade de economia 
mista, o registro é precedido de autorização por lei 
- Fundação Pública de Direito Privado, Empresa Pública 
e Sociedade de Economia Mista: autorizadas por lei + 
registro do ato constitutivo 
PERSONALIDADE DA PJ 
- Requisitos para aquisição da personalidade: ato 
constitutivo e registro. A PJ passa a existir com o 
registro (teoria da realidade técnica). O registro possui 
natureza constitutiva (efeito ex nunc) 
- OBS: 
A pessoa natural passa a existir com o nascimento com 
vida (surge a personalidade

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.