A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
178 pág.
Questões de Tributário

Pré-visualização | Página 4 de 50

às suas atividades que não tenham fins lucrativos?
Cabe aos Estados e ao Distrito Federal estabelecer hipótese de imunidade tributária em relação a fato que esteja sujeito à incidência do imposto sobre propriedade de veículos automotores?
As contribuições sociais para a seguridade social só poderão ser exigidas após decorridos noventa dias da data de publicação da lei que as houver instituído ou aumentado?
Não, sim, não, não
Não, não, não, sim
Sim, sim, sim, não
Sim, não, sim, sim
Sim, sim, não, não
(AFTE RN/2004 – ESAF) Avalie o acerto das afirmações adiante e marque com V as verdadeiras e com F as falsas; em seguida, marque a resposta correta.
A imunidade tributária conferida pela Constituição Federal a instituições de assistência social sem fins lucrativos somente alcança as entidades fechadas de previdência social privada se não houver contribuição dos beneficiários.
É permitido à União exigir imposto sobre a renda auferida por Municípios que provenha de aluguel de imóveis a eles pertencentes.
O imóvel pertencente a entidade sindical de trabalhadores, ainda quando alugado a terceiros, permanece imune ao imposto sobre propriedade predial e territorial urbana (IPTU), desde que o valor dos aluguéis seja aplicado nas atividades essenciais de tal entidade.
V, V, V
V, V, F
V, F, V
F, F, V
F, V, F
(AFPS/2002 – ESAF) À luz da Constituição, avalie as formulações seguintes e, ao final, assinale a opção que corresponde à resposta correta.
I.	É vedado à União elevar a alíquota do imposto sobre a renda e proventos de qualquer natureza, de 27,5% para 41%, incidente sobre renda líquida igual ou superior a R$ 120.000,00, auferida no ano civil por pessoa física, por força da disposição constitucional vedatória da utilização de tributo com efeito de confisco, bem assim da que prevê a graduação de impostos segundo a capacidade econômica do contribuinte.
II.	A cobrança de pedágio pela utilização de vias conservadas pelo poder público não constitui violação do dispositivo constitucional que veda o estabelecimento de limitações ao tráfego de pessoas ou bens por meio de tributos interestaduais ou intermunicipais.
III.	Somente à União compete instituir impostos extraordinários, na iminência ou no caso de guerra externa, compreendidos ou não em sua competência tributária, podendo a respectiva cobrança ser iniciada no mesmo exercício financeiro em que seja publicada a lei ordinária que os instituir.
a)	Somente I é falsa.
b)	I e II são falsas.
c)	I e III são falsas.
d)	II e III são falsas.
e)	Todas são falsas.
(PFN/98 – ESAF) Alíquota da contribuição sobre lucro líquido, majorado por medida provisória convertida em lei posteriormente, pode ser aplicada
após decorridos noventa dias da publicação da lei 
a partir de 10 de janeiro do ano subseqüente ao da publicação da lei 
após decorridos noventa dias da publicação da medida provisória 
a partir de 10 de janeiro do ano subseqüente ao da publicação da medida provisória 
após decorridos noventa dias da sanção da lei 
(Auditor Natal/2001 – ESAF) Indique, nas opções abaixo, o imposto que deverá, obrigatoriamente, ter as características de seletividade, em função da essencialidade e de não-cumulatividade.
Imposto sobre a renda e proventos.
Imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias e sobre prestações de serviços de transporte interestadual e intermunicipal e de comunicação.
Imposto sobre a propriedade de veículos automotores.
Imposto sobre produtos industrializados.
Imposto sobre transmissão causa mortis e doação.
(AFRF/2003 – ESAF) O texto abaixo sobre substituição tributária é reprodução do § 7º do art. 150 da Constituição Federal. Assinale a opção que preenche corretamente as lacunas do texto.
“_____[I]______ poderá atribuir a sujeito passivo de obrigação tributária a condição de _____[II]_____ pelo pagamento _______[III]_____, cujo fato gerador deva ocorrer posteriormente, assegurada a imediata e preferencial restituição da quantia paga, caso ______[IV]_______ o fato gerador presumido.”
[I] A lei...[II] responsável...[III] de impostos ou contribuição...[IV] não se realize 
[I] A legislação tributária...[II] substituto tributário...[III] de tributos...[IV] não ocorra
[I] Resolução do CONFAZ...[II] responsável...[III] do ICMS...[IV] se efetive
[I] Somente lei complementar...[II] substituto tributário...[III] do ICMS...[IV] não se materialize
[I] Medida Provisória...[II] substituto legal...[III] de impostos e contribuições...[IV] ocorra
(Juiz Federal Substituto – 5ª Região/1999) Em nosso sistema tributário, a característica mais marcante da substituição progressiva decorre
da presunção da ocorrência do fato gerador.
da ruptura do nexo de solidariedade entre o contribuinte e o substituto.
da inexistência do lançamento tributário.
dos efeitos acumulativos do pagamento do tributo.
da progressividade das alíquotas.
(TCE/PE/2004 – CESPE/UNB) Com referência a tributos e obrigação tributária, julgue o item a seguir (Verdadeiro ou Falso)
A situação jurídica em que uma sociedade comercial que se dedica ao comércio varejista de venda de refrigerantes, cujo ICMS foi retido pelo distribuidor que recolheu, diretamente ao Estado, o valor de tal tributo, denomina-se substituição tributária para trás.
(AFRF/2003 – ESAF)
Entidade fechada de previdência privada, que só confere benefícios aos seus filiados desde que eles recolham as contribuições pactuadas, goza de imunidade tributária?
Segundo entendimento firmado pelo Supremo Tribunal Federal, filmes fotográficos destinados à composição de livros, jornais e periódicos estão abrangidos por imunidade tributária?
A Constituição Federal veda a instituição de contribuição social para a seguridade social sobre o lucro auferido por pessoas jurídicas, que decorra de comercialização de livros, jornais, periódicos e papel destinado a sua impressão?
Não, sim, não
Não, não, sim
Não, não, não
Sim, sim, não
Sim, não, sim
(TRF/2000 – ESAF) A lei não se aplica a ato ou fato pretérito
quando lhe comine penalidade menos severa que a prevista na lei vigente ao tempo da sua prática
quando seja expressamente interpretativa 
tratando-se de ato não definitivamente julgado quando deixe de defini-lo como infração
quando deixe de tratar ato não definitivamente julgado como contrário a qualquer exigência de ação ou omissão, não sendo fraudulento e não tendo implicado falta de pagamento de tributo
quando expressamente interpretativa, determine a aplicação de penalidade por infração dos dispositivos interpretados
(TRF/2003 – ESAF) Assinale a opção correta.
O sistema tributário nacional é regido pelo disposto na Constituição Federal de 1988, em leis complementares, em resoluções do Congresso Nacional e, nos limites das respectivas competências, em leis federais, nas Constituições e em leis estaduais, e em leis municipais.
O sistema tributário federal é regido pelo disposto na Constituição Federal de 1988, em leis complementares, em resoluções do Congresso Nacional e, nos limites das respectivas competências, em leis federais, nas Constituições e em leis estaduais, e em leis municipais.
O sistema tributário nacional é regido pelo disposto na Constituição Federal de 1988, em leis complementares, em resoluções do Senado e, nos limites das respectivas competências, em leis federais, nas Constituições e em leis estaduais, e em leis municipais.
O sistema tributário federal é regido pelo disposto na Constituição Federal de 1988, em leis complementares, em resoluções do Senado e, nos limites das respectivas competências, pela legislação tributária federal, estadual, e pelas leis municipais.
O sistema tributário nacional é regido pelo disposto na Constituição Federal de 1988, em leis complementares, e, nos limites das respectivas competências, em leis federais, em resoluções do Senado, nas Constituições, em leis estaduais e em resoluções do CONFAZ e em leis municipais.
(AFTN/set/94 – ESAF) Lei tributária que, simultaneamente, (a)