A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
28 pág.
Exercícios dos Vestibulares da UERJ | História do Brasil | Regime Militar

Pré-visualização | Página 1 de 5

LISTA DE EXERCÍCIOS DE HISTÓRIA 
VESTIBULARES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO 
(UERJ) 
HISTÓRIA DO BRASIL | REGIME MILITAR (1964 – 1985) 
 
1 
 Organizado por: @InstitutoMedida
Fonte: revista.vestibular.uerj.br 
Vestibular Estadual 2015 | 1º Exame de Qualificação | Questão 57: 
 
Assunto: Regime Autoritário Militar de 1964 
Gabarito: Reposta Correta – Letra A – Direitos Políticos 
Comentário da Questão: As duas declarações apresentadas retratam a polarização 
política vivenciada pela sociedade brasileira nos meses anteriores ao golpe de 1964 
e, por conseguinte, expressam diferentes concepções quanto à abrangência da 
cidadania, no campo específico dos direitos políticos. Na declaração do professor 
Alcino Salazar, é possível reconhecer a posição política, comum aos setores 
conservadores da época, que percebia o acesso das camadas mais populares ao 
direito de votar como uma ameaça à ordem estabelecida e, em especial, como um 
risco de ampliação da esquerda nacional. Dessa forma, o professor defendia a 
interdição desse direito político para ampla fração da sociedade brasileira daquele 
momento. Já a declaração do presidente João Goulart advoga a universalização do 
direito político de votar, como forma de garantir a participação de todos os membros 
do Estado Nacional brasileiro no processo de escolha de seus representantes, 
transparecendo uma concepção de cidadania ampla e inclusiva. 
 
 
LISTA DE EXERCÍCIOS DE HISTÓRIA 
VESTIBULARES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO 
(UERJ) 
HISTÓRIA DO BRASIL | REGIME MILITAR (1964 – 1985) 
 
2 
 Organizado por: @InstitutoMedida
Fonte: revista.vestibular.uerj.br 
Vestibular Estadual 2015 | 2º Exame de Qualificação | Questão 47: 
 
Assunto: Memória social e política do regime militar 
Gabarito: Reposta Correta – Letra A – Crítica da opinião pública às heranças 
autoritárias 
Comentário da Questão: A reportagem apresenta situação em que membros de uma 
comunidade escolar na Bahia decidiram alterar o nome do Colégio Estadual 
Presidente Emílio Garrastazu Médici. A mudança visava a prestar homenagem a 
personagens baianos que se opuseram ao regime militar (1964-1985). Tal situação 
não foi exclusiva, tendo havido outros casos em que grupos se mobilizaram na direção 
de explicitar suas críticas à repressão política que caracterizou aquele momento. Em 
função do marco de cinquenta anos do Golpe de 1964, ampliaram-se os debates 
acerca dos significados históricos daquela época, nas diversas mídias e veículos de 
comunicação, mobilizando a opinião pública no sentido de avaliar e criticar as 
heranças do autoritarismo que então havia vigorado. Outras escolas e logradouros 
vieram a receber novos nomes, simbolizando nas escolhas dos novos homenageados 
a valorização da liberdade de expressão e da democracia como condições para a 
cidadania no pleno Estado de Direito. 
 
 
LISTA DE EXERCÍCIOS DE HISTÓRIA 
VESTIBULARES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO 
(UERJ) 
HISTÓRIA DO BRASIL | REGIME MILITAR (1964 – 1985) 
 
3 
 Organizado por: @InstitutoMedida
Fonte: revista.vestibular.uerj.br 
Vestibular Estadual 2015 | Exame Discursivo | Questão 08: 
 
Assunto: Direitos humanos e as revoltas de 1968 
Padrão de Resposta: Principal diferença: o secretário de Estado norte-americano 
apoia a deposição do presidente João Goulart e a entende como movimento de defesa 
da constituição e da democracia. O deputado mexicano condena a deposição do 
presidente brasileiro e a entende como um golpe do grande capital internacional nos 
países do Terceiro Mundo. 
Um dos aspectos: • bipolaridade da Guerra Fria • rivalidades entre os E.U.A. e Cuba, 
que aderira ao socialismo • interesses de investidores e capitais norte-americanos nos 
países latino-americanos • política de não alinhamento defendida pelo governo de 
João Goulart, no contexto da defesa da soberania dos países do Terceiro Mundo 
Comentário da Questão: No início da década de 1960, cresceram as mobilizações 
políticas de diversos segmentos da sociedade brasileira, como estudantes, 
sindicalistas, intelectuais e artistas, relacionadas à proposição de variadas reformas – 
agrária, tributária, educacional, universitária, entre outras. A ocorrência do Golpe 
Civil-militar em 1964 alterou esse contexto em função da repressão e das 
 
LISTA DE EXERCÍCIOS DE HISTÓRIA 
VESTIBULARES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO 
(UERJ) 
HISTÓRIA DO BRASIL | REGIME MILITAR (1964 – 1985) 
 
4 
 Organizado por: @InstitutoMedida
Fonte: revista.vestibular.uerj.br 
perseguições políticas então instauradas. O movimento estudantil, tanto de 
universitários quanto de secundaristas, manteve e ampliou seus protestos contra o 
cerceamento das liberdades e contra as medidas de natureza autoritária. A morte do 
estudante Edson Luís, em 1968, em mais um dos confrontos entre estudantes e as 
forças da repressão, ampliou a onda de protestos, sendo o principal deles a Passeata 
dos Cem Mil, como ilustram a foto e o texto. De fato, a década de 1960 foi marcada, 
internacionalmente, por um conjunto expressivo de manifestações políticas e culturais 
protagonizadas por jovens estudantes, em diversos países. Variados foram os 
motivos para essas manifestações, destacando-se: as críticas à Guerra do Vietnã; a 
expansão dos movimentos de contracultura e a revolução sexual; as repercussões da 
Revolução Cultural Chinesa, da Primavera de Praga e das lutas de descolonização 
na Ásia e na África; o crescimento da insatisfação contra a burocracia e as hierarquias 
do sistema universitário. Esse contexto internacional estimulou jovens estudantes 
brasileiros nas reações ao autoritarismo dos governos militares. 
 
LISTA DE EXERCÍCIOS DE HISTÓRIA 
VESTIBULARES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO 
(UERJ) 
HISTÓRIA DO BRASIL | REGIME MILITAR (1964 – 1985) 
 
5 
 Organizado por: @InstitutoMedida
Fonte: revista.vestibular.uerj.br 
Vestibular Estadual 2016 | 2º Exame de Qualificação | Questão 45: 
 
Assunto: Expansão urbana e valorização das rodovias 
Gabarito: Reposta Correta – Letra B – Possibilitar a conexão de rodovias – Saturação 
de fluxos intermunicipais 
Comentário da Questão: A expansão das cidades no Brasil foi uma transformação 
significativa no decorrer da segunda metade do século XX e início do século XXI. Tal 
expansão não só foi símbolo da modernidade como também processo causador de 
desafios e problemas a serem enfrentados pelos poderes públicos e agentes da 
iniciativa privada. No caso do Rio de Janeiro, por exemplo, sua expansão foi 
acompanhada pelo crescimento de áreas municipais contíguas, situadas no entorno 
 
LISTA DE EXERCÍCIOS DE HISTÓRIA 
VESTIBULARES DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DO RIO DE JANEIRO 
(UERJ) 
HISTÓRIA DO BRASIL | REGIME MILITAR (1964 – 1985) 
 
6 
 Organizado por: @InstitutoMedida
Fonte: revista.vestibular.uerj.br 
da Baía de Guanabara, fatos que integraram a própria formação da região 
metropolitana denominada de Grande Rio. No contexto de grandes obras que 
celebrizaram ações dos governos militares (1964-1985), a construção da Ponte Rio-
Niterói congregava funções importantes: simbolizar o progresso e a modernização em 
curso, promover a integração rodoviária, no caso, a estratégica BR-101, via 
longitudinal construída paulatinamente a partir da década de 1950 e que hoje 
percorre o extenso litoral brasileiro entre Touros no Rio Grande do Norte e São José 
do Norte no Rio Grande do Sul. Inaugurada em 1974, a ponte foi apresentada como 
monumento de engenharia e, nesse momento, muito veio a beneficiar as conexões 
entre os municípios que interligava. Ao longo dos seus quarenta anos de existência, 
gradualmente, os fluxos intermunicipais se intensificaram, resultado do próprio 
crescimento populacional da região metropolitana, constituindo hoje, como 
representado na foto e comentado no texto do enunciado da questão, uma via 
quotidianamente

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.