Buscar

2 Direito Administrativo Constitucional

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 4 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

Direito Administrativo Constitucional 
1. 
Sobre a competência constitucional das forças Armadas, assinale a alternativa 
correta: 
 
 Prevê a impossibilidade do uso do?Habeas Corpus?em caso de prisão militar. 
 
 
Os militares não poderão fazer greves, porém poderão constituir o sindicato da categoria, 
sendo sempre tendenciosos em vista de defender os seus direitos pessoais. 
 
 
Aos militares é permitida a filiação a Partidos Políticos, desde que usem seu posto e 
recebam regalias utilizando sempre as suas vestimentas que remetam a condição de 
militar. 
 
 
A Constituição prevê que o Presidente da República é a autoridade máxima das Forças 
Armadas, enquanto que o Congresso Nacional é responsável pela nomeação dos oficias e 
concessão das patentes e de seus familiares. 
 
 
 2. 
Em relação ao “princípio da publicidade”, é correto afirmar que impõe que todos 
os atos de procedimentos da administração pública sejam: 
 
 Levados a grupos específicos de comunicação. 
 
 Levados ao conhecimento das grandes corporações. 
 
 Divulgados via aplicativos de celular primeiramente. 
 
 Previamente levados ao conhecimento público. 
 
 
 3. A respeito da soberania, assinale a alternativa correta: 
 
 
O Brasil não se trata de um país soberano, pois apesar de ser independente e autônomo, 
se submete às regras do Mercosul. 
 
 
A Soberania diz respeito somente ao âmbito interno, de modo que a figura do Estado é a 
maior perante os seus cidadãos. 
 
 O Brasil se trata de um país soberano desde a sua origem no ano de 1500. 
 
 
É um dos traços de reconhecimento de um Estado, de modo que não se subordina a 
qualquer autoridade que lhe seja superior e não reconhece, em última análise, nenhum 
poder maior de que dependam a definição e o exercício de suas competências. 
 
 
 4. Sobre os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa, é correto afirmar que: 
 
 
A ausência de restrição na atuação do empresário brasileiro é uma forma de beneficiar o 
trabalhador, uma vez que com o crescimento da economia, os empresários poderão 
remunerar melhor os seus empregados. 
 
 
O Estado brasileiro tem como dever proteger a livre iniciativa, garantindo ao empresário 
que possa atuar em sua atividade econômica sem qualquer restrição. 
 
 
A restrição à livre iniciativa se mostra como um dos grandes problemas do Brasil, uma 
vez que o Governo prioriza o bem-estar trabalhador. Isso fica evidente pela aprovação 
das terceirizações de atividades meio e fim, que visam benefícios aos trabalhadores 
brasileiros. 
 
 
O Estado brasileiro tem como dever a proteção ao trabalhador e de sua dignidade em 
face à dinâmica do mercado. 
 
 
 5. 
O pluralismo político é um dos fundamentos da República Federativa do Brasil, 
conforme prevê a Constituição Federal. Assim, assinale a alternativa correta: 
 
 
Os partidos políticos não permitem a mediação entre o povo e o Estado Brasileiro, 
evidenciando que a vontade da população não é efetivada nos atos do Governo. 
 
 
O pluralismo político é um traço característico da Democracia e tem como objetivo 
descentralizar o controle de poder por uma única ideologia. Assim, mostra-se como base 
da democracia ao permitir a coexistência das mais diversas ideologias e ainda permitir 
que a pessoa humana exerça sua cidadania. 
 
 No Brasil sempre vigorou o pluralismo político. 
 
 
O pluralismo político é uma das formas de garantir a livre opinião política dos cidadãos 
brasileiros, apesar de contemplar poucas ideologias e restringir a participação popular na 
política. 
 
 
 6. 
Sobre a segurança pública e a competência das Forças Policiais Estaduais, é correto 
afirmar que 
 
 
As polícias militares e corpos de bombeiros militares, forças auxiliares e reserva do 
Exército, subordinam-se, juntamente com as polícias civis, aos comandantes das Forças 
Armadas. 
 
 
A polícia a militar possui a estrutura militar pautada em hierarquia e disciplina, com as 
devidas patentes e graduações. O corpo de bombeiros, por sua vez, sempre possui 
estrutura autônoma, apesar de possuir estrutura semelhante à da polícia militar. 
 
 
A Polícia Militar do Brasil e o Corpo de Bombeiros Militar são tidos como forças 
auxiliares e reservas do Exército, subordinadas aos Governadores dos Estados, do 
Distrito Federal e dos Territórios, nos termos do parágrafo 6º do art. 144. 
 
 
A Polícia militar, a polícia federal e a polícia civil estão submetidas à autoridade máxima 
do Governador do Estado, somente. 
 
 
 7. 
O Brasil é classificado como um Estado Social Democrático de Direito, tendo como 
Regime de Governo a República. Sobre os fundamentos da República, é correto 
afirmar que: 
 
 
Os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa se tratam respectivamente da proteção 
ao trabalhador e de sua dignidade e da concessão de total liberdade aos agentes do 
mercado. 
 
 
Imputam o dever de garantir ao cidadão a satisfação de seus direitos e necessidades mais 
básicas, ou seja, a proteção ao mínimo existencial. 
 
 
A cidadania se trata do conjunto de direitos e deveres das pessoas que apenas moram na 
cidade e são inerentes à participação na política. 
 
 
O pluralismo político se trata da possibilidade de coexistência de diversas visões 
políticas, porém o número de partidos no Brasil se limita a trinta e cinco. 
 
 
 8. 
Sobre a aplicabilidade das diretrizes administrativas às Instituições Militares, é 
correto afirmar que: 
 
 
As Instituições Militares deverão se submeter exclusivamente à legislação comum aos 
servidores públicos. 
 
 
As Forças Armadas se submetem a legislação específica de cada Estado, não se 
submetendo às leis que incidem sobre a atuação do Estado. 
 
 
As Forças Armadas possuem um regime diferenciado em relação ao servidor civil, bem 
como legislação específica e assim, não se aplica nenhuma diretriz administrativa aos 
militares. 
 
 
De acordo com as diretrizes previstas no art. 37 da Constituição Federal, assim como 
qualquer outro servidor público do Estado, o militar está sujeito à tripla 
responsabilização no exercício de seu ofício, ou seja, é passível de ser responsabilizado 
na via cível, na via administrativa e na via penal. 
 
 
 9. 
Sobre o direito de nacionalidade, os direitos políticos e o exercício de atividade 
militar, é correto afirmar que: 
 
 
A Constituição Federal permite ao militar alistável se eleger, não precisando se afastar 
da atividade militar ou ser remanejado para a inatividade. 
 
 
Caso o militar perca sua nacionalidade, não poderá efetivar o exercício de seus direitos 
políticos. 
 
 
O militar poderá integrar somente o Partido Militar Brasileiro, caso queira se candidatar 
a algum cargo político. 
 
 
É legítima a restrição à elegibilidade dos militares, uma vez que visam proteger a 
democracia. 
 
 
 10. 
Sobre os direitos políticos e a Constituição Federal, assinale a alternativa 
verdadeira: 
 
 
Os direitos políticos estão previstos na Constituição Feral, mas não apresentam 
relevância para a preservação da pluralidade política. 
 
 
Os direitos políticos são fundamento para a Democracia e se tratam da possibilidade de 
existência de leis que beneficiem financeiramente a classe política. 
 
 
O artigo primeiro da Constituição federal prevê que “todo o poder emana do povo, que o 
exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta 
Constituição”. Essa é mais uma ratificação com o intuito de reforçar o regime 
Democrático e a pluralidade política 
 
 
Os direitos políticos estão previstos em legislação infraconstitucional e formam a base 
do regime democrático. Como exemplos de direito político, citam-se a liberdade de 
imprensa e o direito a férias anuais.

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes