A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Caso clínico malária

Pré-visualização | Página 1 de 1

Estudo de caso – Internato pediatria NL
Marilena, grávida de seu segundo filho, é diagnosticada
com malária vivax, juntamente com Maicon, seu filho de 2
anos de idade que pesa 12 kg. A mãe pesa 90 kgs.
À admissão, um hemograma e um EAS foram solicitados
para a criança: HGB 9,5, HTC 27%, leucócitos 5.450,
segm 75%, linf 20%, plaquetas de 75.000, EAS com
incontáveis piócitos, sem outras alterações.
1) Prescreva o tratamento adequado para ambos com
dose adequada e orientações de como administrar o
medicamento para a criança. Se alguma medicação
for proscrita, explique o porquê.
2) Em relação à alteração do EAS da criança, qual a sua
conduta? Algum outro exame a ser solicitado?
 
 
Iniciado o tratamento adequado, após 4 dias a mãe retorna
ao PA da FMT queixando que seu filho está muito pálido e
com queixa de “cansaço”. A febre se resolveu, porém, o
menor apresenta-se hipocorado 3+/4, ictérico 1+/4, e
“urina de cor escura”.
 
3) Qual a sua suspeita?
4) Como conduzir essa criança? Descreva exames a
serem solicitados para avaliação e para confirmação
da sua hipótese, além do tratamento adequado para
esta possível complicação.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.