Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
339 pág.
caderno-de-questoes-lei-811290---estatuto-dos-servidores-publicos-federais

Pré-visualização | Página 1 de 50

1
Questões
Cespe
1. (Cespe Analista Judiciário TJ-DFT 2013) A penalidade de demissão pode ser aplicada a servidor público que deixa de utilizar os avanços do conhecimento e da ciência para desempenhar, com mais qualidade, suas atribuições e responsabilidades.
2. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) A Lei nº 8.112/1990 aplica-se aos servidores temporários.
3. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) O ato de exoneração de um servidor público em estágio probatório depende apenas das formalidades legais de apuração de sua capacidade.
4. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) A sociedade empresária privada em colaboração com o poder público constitui um exemplo de agente público.
5. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) Compreendem a categoria de servidores públicos, em sentido amplo, os servidores estatutários, os empregados públicos e os servidores temporários.
6. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) De acordo com a legislação vigente, a ascensão e a transferência são consideradas formas de provimento de cargo público.
7. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) O servidor público estável só poderá perder o cargo em virtude de sentença penal transitada em julgado e mediante processo administrativo em que lhe seja assegurada ampla defesa.
8. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) As universidades podem prover seus cargos com professores estrangeiros.
elyesley silva do nascimento
2
Lei nº 8.112/90 
9. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) A idade mínima para a investidura em cargo público é dezesseis anos.
10. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) A investidura em cargo público é concretizada com a publicação da nomeação no Diário Oficial.
11. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) Vinte por cento das vagas de todos os concursos públicos devem ser reservadas aos portadores de deficiência, vedada qualquer alegação de incompatibilidade entre a deficiência e o cargo.
12. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) Para ser investido em cargo público, o candidato deve ter, ao menos, o ensino fundamental completo.Considere que Lucas tenha tomado posse no seu primeiro cargo efetivo no serviço público federal e que esteja em exercício há seis meses. Com relação à situação funcional de Lucas, julgue os itens à luz da Lei nº 8.112/1990.
13. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) Lucas poderá tirar licença para tratar de assuntos particulares pelo prazo de três anos consecutivos, sem direito à remuneração.
14. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) Lucas irá adquirir estabilidade após dois anos de efetivo exercício no cargo.
15. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) Caso Lucas esteja cursando faculdade e tenha de mudar de localidade no interesse da administração, ele terá direito a matrícula em instituição de ensino congênere, em qualquer época, independentemente de vaga.
16. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) Enquanto estiver no período de estágio probatório, Lucas não poderá ocupar cargos em comissão.
17. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) Lucas poderá tirar licença para desempenho de mandato classista.
18. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) Ao funcionário público federal estável aprovado em novo concurso público, para outro órgão, mas não habilitado no estágio probatório desse novo cargo aplica-se, para que retorne ao cargo por ele anteriormente ocupado, o instituto da reintegração.
19. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) O afastamento do servidor por motivo de doença profissional é considerado como efetivo exercício.
Cespe
3
Questões
20. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) A licença-prêmio por assiduidade será concedida apenas aos servidores aprovados no estágio probatório.
21. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) O servidor público convocado para o serviço militar obrigatório deverá, para que não fique configurado o abandono de cargo, requerer licença para tratar de assuntos particulares, devendo retornar ao serviço no prazo máximo de trinta dias após o término do período do serviço obrigatório.
22. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) O servidor pode ausentar-se do serviço por dois dias para votar em outro estado da Federação.
23. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) Ao servidor estudante será concedido horário especial, quando comprovada a incompatibilidade entre o horário escolar e o da repartição, independentemente de compensação de horário.
24. (Cespe Técnico Judiciário TRE-MS 2013) Maria, que era servidora pública estável de um TRE, foi demitida do seu cargo em decorrência de um processo administrativo disciplinar, razão por que ajuizou ação judicial para impugnar o ato de demissão. O Poder Judiciário analisou a prova dos autos e proferiu sentença que invalidou a demissão e determinou a reintegração da servidora ao cargo anteriormente ocupado, com ressarcimento de todas as vantagens. Entretanto, logo após a demissão de Maria, José, que também era servidor estável, e que ocupava outro cargo passou a ocupar a vaga dela. Nessa situação hipotética, José deveria ser reconduzido ao cargo de origem.
25. (Cespe Analista Judiciário TRE-MS 2013) O servidor público federal não pode manter sob sua chefia imediata, em cargo ou função de confiança, cônjuge, companheiro ou parente até o segundo grau civil, sob pena de sofrer pena de advertência.
26. (Cespe Analista Judiciário TRE-MS 2013) O servidor penalizado com suspensão pode optar por converter a pena em multa, na base de 50% do salário por dia de vencimento ou remuneração e, assim, continuar trabalhando.
27. (Cespe Analista Judiciário TRE-MS 2013) A pena máxima prevista para o servidor que proceder de forma desidiosa é a suspensão por cento e vinte dias.
elyesley silva do nascimento
4
Lei nº 8.112/90 
28. (Cespe Analista Judiciário TRE-MS 2013) É vedado ao servidor público federal exercer o comércio, inclusive na qualidade de acionista ou cotista.
29. (Cespe Analista Judiciário TRE-MS 2013) A pena disciplinar para a acumulação ilegal de cargos públicos é a de suspensão.Carlos, servidor público federal há onze meses, pretende disputar eleições para uma vaga de deputado federal. Para tanto, protocolou no órgão em que está lotado um pedido de licença do cargo para o exercício de atividade política. Considerando essa situação hipotética, julgue os itens quanto à disciplina da licença requerida por Carlos.
30. (Cespe Analista Judiciário TRE-MS 2013) O período em que Carlos estiver licenciado deve ser computado para fins de aposentadoria e estágio probatório.
31. (Cespe Analista Judiciário TRE-MS 2013) Carlos tem direito à licença com remuneração durante o período que mediar entre sua escolha como candidato, em convenção partidária, e o registro de sua candidatura perante a Justiça Eleitoral.
32. (Cespe Analista Judiciário TRE-MS 2013) Carlos não poderá obter essa modalidade de licença, porque ele está em estágio probatório.
33. (Cespe Analista Judiciário TRE-MS 2013) Caso Carlos exerça cargo de direção, chefia ou assessoramento na localidade onde pretende se candidatar, ele deverá ser afastado, a partir do dia imediato ao da sua escolha como candidato em convenção partidária.
34. (Cespe Analista Judiciário TRE-MS 2013) Carlos tem direito a licença com vencimentos integrais, a partir do registro da candidatura na Justiça Eleitoral até o décimo dia seguinte ao pleito, desde que esse período não ultrapasse três meses.Considere que Luísa tenha sido aprovada em concurso público para o cargo de auditora da Receita Federal, tendo sido nomeada para assumir o cargo em outro estado da Federação. Com base nessa situação hipotética, julgue os itens que se seguem.
35. (Cespe Analista Judiciário TRE-MS 2013) Na hipótese de Luísa trabalhar horas extras, além da jornada regular de trabalho, no período noturno, ela terá direito ao acréscimo do adicional noturno que incidirá sobre a remuneração do adicional por serviço extraordinário.
Cespe
Página123456789...50