Buscar

EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO 04_02

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 3 páginas

Prévia do material em texto

07/01/2022 11:37:00 1/3
REVISÃO DE SIMULADO
Nome:
GUILHERME DE SOUSA POLICENA
Disciplina:
Respostas corretas são marcadas em amarelo X Respostas marcardas por você.
Questão
001 O sociólogo Pierre Bourdieu considera cultura como um sistema de esquemas de
percepção, pensamento e ação, adquiridos de modo durável e engendrados por
condições objetivas, mas que tendem a persistir mesmo depois de uma alteração
dessas condições.
Nessa caracterização, o conceito de cultura é entendido como
X A) conjunto de conhecimentos sobre arte, legislação e religião, adquiridos pelo homem em
sua vida social.
B) formas mentais e materiais construídas socialmente e responsáveis pela apreensão do
mundo e pela conduta prática.
C) o caráter de um povo, expresso em seus costumes, festas e crenças oriundas da
experiência histórica nacional.
D) estruturas lógicas inatas, capazes de fornecer padrões de conduta no meio social.
E) a soma dos bens materiais e imateriais e dos processos técnicos envolvidos em sua
elaboração, transmitidos entre as gerações.
Questão
002 (MONTE HOREBE 2019) “O documento é monumento. Resulta do esforço das
sociedades históricas para impor ao futuro – voluntária ou involuntariamente –
determinada imagem de si próprias. No limite, não existe um documento-verdade. Todo
o documento é mentira. Cabe ao historiador não fazer o papel de ingênuo. Os
medievalistas, que tanto trabalharam para construir uma crítica – sempre útil, decerto –
do falso, devem superar esta problemática porque qualquer documento é, ao mesmo
tempo, verdadeiro – incluindo, e talvez sobretudo, os falsos – e falso, porque um
monumento é em primeiro lugar uma roupagem, uma aparência enganadora, uma
montagem. É preciso começar por desmontar, demolir esta montagem, desestruturar
esta construção e analisar as condições de produção dos documentos-monumentos”(LE
GOFF, 2005).
A partir da citação acima, depreendem-se as seguintes afirmações sobre o conceito de
documento como monumento:
I. Os monumentos são documentos, porque também indicam as pistas para se construir
o passado histórico e as suas verdades.
II. Todo documento é produzido de maneira inocente e não busca induzir a construção
de versões pré-determinadas do passado.
III. Nenhum documento é inocente. Todos são monumentos, porque sobrevivem ao
passado de maneira intencional e proposital.
É CORRETO o que se afirma em:
A) I e II.
X B) II apenas.
C) III apenas.
D) I e III.
E) I apenas.
07/01/2022 11:37:00 2/3
Questão
003 (FLORIANÓPOLIS 2018) Leia com atenção o texto apresentado abaixo:
Nas últimas décadas, inicialmente na Itália, historiadores como Giovanni Levi e ....(1)....,
se interessaram pela especificidade dos fenômenos sociais e contribuíram
significativamente para o surgimento de uma forma original de escrever a história
social, que tornou-se conhecida como ...(2)... . Numa escala de observação reduzida, a
análise desenvolve-se a partir de uma exploração exaustiva das fontes, envolvendo a
descrição etnográfica e tendo preocupação com uma narrativa histórica que se
diferencia da narrativa literária, pois se relaciona com as fontes.
Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas numeradas do texto:
A) (1) Carlo Cipolla • (2) História Jurídica.
B) (1) Leandro Alberti • (2) História do Tempo Presente.
C) (1) Giambattista Vico • (2) História das Minorias.
X D) (1) Carlo Ginzburg • (2) Micro-história.
E) (1) Gaetano Mosca • (2) História do Cotidiano.
Questão
004 MONTE HOREBE 2019) Sobre a corrente teórico metodológica, conhecida como Nova
História, é CORRETO afirmar:
A) Para essa concepção, a história deve estudar apenas os eventos de ordem política.
B) A nova história fragmentou o conhecimento histórico e adotou objetos de estudos
irrelevantes para este campo de saber.
X C) A nova história ampliou o conhecimento histórico com a inserção de novos temas e
novas fontes para a construção da narrativa histórica.
D) A História do Cotidiano e a micro-história não são compatíveis com o debate da Nova
História.
E) Novos objetos de estudo só devem ser incorporados quando provarem que se tratam de
eventos históricos de amplo alcance nas sociedades humanas.
Questão
005 (SÃO JOSÉ 2018) De forma evidente a interdisciplinaridade passou a ser utilizada pelos
historiadores a partir da década de 1970, na qual a antropologia e a sociologia, entre
outras ciências, foram utilizadas como instrumentos para compreender as tradições e
outros fenômenos. Os adeptos desta corrente abandonaram os antigos esquemas
teóricos generalizantes e passaram a investigar grupos particulares e períodos
específicos.
A nova forma de abordagem resultou no surgimento de publicações relevantes sobre
gênero, minorias, hábitos e costumes, entre outros temas, e passou a ser denominada
A) História Mental.
B) Estudos Sociais.
C) História Cultural.
X D) História de Vida.
E) História das Minorias.
Questão
006 (CAMPOS NOVOS 2019) Sobre a História Oral é correto afirmar que
A) é uma teoria da história fundada na gravação de depoimentos de pessoas que
vivenciaram experiências históricas dignas de registro.
B) trata-se de uma técnica que tem por base os depoimentos gravados submetidos a
outros tratamentos como a transcrição.
X C) é uma forma de se escrever a história utilizando exclusivamente fontes orais, quando
suficientes para tratar de um tema.
07/01/2022 11:37:00 3/3
D) é uma estratégia que permite aos historiadores a abordagem de acontecimentos
históricos ocorridos recentemente e a escrever a história das minorias.
E) trata-se de um método histórico fundamental para a criação de acervos documentais
sobre temas que não têm registros escritos.
Questão
007 (CAMPOS NOVOS 2019) Identifique abaixo as afirmativas verdadeiras ( V ) e as falsas ( F
) sobre a História das Mentalidades.
( ) Trata-se de uma modalidade historiográfica que privilegia a análise de temas
econômicos e a atuação dos grupos sociais que controlam a economia do seu tempo.
( ) Para Max Weber trata-se da forma de traduzir a circularidade de cultura, que permite
a socialização dos indivíduos e a identificação das características comuns de um grupo
específico.
( ) Para Chartier é uma história do sistema de crenças, de valores e de representações
próprios a uma época ou grupo.
( ) Segundo Duby, a designação ajustava-se à necessidade de explicar o que de mais
profundo persiste e dá sentido à vida material das sociedades.
( ) Le Goff afirma que o nível da história das mentalidades é o que escapa aos sujeitos
particulares da história, porque revelador do conteúdo impessoal do seu pensamento.
Assinale a alternativa que indica a sequência correta, de cima para baixo.
X A) V • F • F • V • F.
B) F • V • F • V • V.
C) V • F • V • V • V.
D) F • F • V • F • V.
E) F • V • V • F • F.
Questão
008 (CAMPOS NOVOS 2019) Leia com atenção o texto a seguir:
Os _________ podem ser considerados sinais do passado, materiais da memória e
documentos necessários para a narrativa histórica. Atualmente, eles assumem
significado semelhante às criações musicais, rituais, gestos e línguas ágrafas, também
denominados patrimônio.
Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas do texto..
A) Aquedutos.
B) Fósseis.
X C) Ladrilhos.
D) Sambaquis.
E) Monumentos

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes