Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
80 pág.
RESUMÃO DE BIOQUÍMICA BASICA QUESTÕES DE BONUS

Pré-visualização|Página 1 de 80

CARACTERÍSTICAS DOS SERES VIVOS E BIOQUÍMICA CELULAR
Os seres vivos apresentam características básicas que os diferenciam da matéria bruta. Todos os seres
devem apresentar organização celular, reprodução, metabolismo ( anabolismo-montagem de substâncias e
catabolismo-degradação de su bstâncias), cr escimento, evolução, reação e ir ritabilidade, movimento e composição
química. No caso dos vír us, eles adquirem manifestações vitais quando penetram nas células vivas, sendo assim
parasitas intracelulares obrigatóri os e alguns pesquisadores os consideram partículas infecciosas e não seres
vivos. Veremos agora a composição química dos seres vivos.
Alguns elementos q uímicos são encontrados com maior frequência nos seres vivos. São eles o carbon o (C),
nitrogênio ( N), oxigênio (O), hidrogênio (H). Outros, como o fósforo ( P), cálcio (Ca), potássio (K), sódio (Na) e
enxofre ( S), também são importantes elementos necessários para o metabolismo dos seres vivos e para compor
as substâncias. Existem muitas formas de combinaçã o d esses elementos na natu reza. Assim, eles fo rmarão
moléculas inorgânicas (como a água H2O) e moléculas orgânicas (com o a glicose C6H12O6). Outras moléculas
podem ser mais com plexas, como é o caso da clorofila presente nos vegetais e d a molécula d e hemo globina do s
animais. Abaixo alguns dos grupos fu ncionais quím icos impor tantes no e studo da b iologia. tamb ém m oléculas
que armazenam muita energia, como é o caso do ATP (trifosfato de adenosina).
Água
A água não é a substância mais abundante no ambiente, ela representa cerca de 75% das substâncias
que compõem o corpo dos seres vivos, podendo variar em idade, espécie e m etabolismo celular.
Aproximadamente 65% da ma ssa do indivíduo hu mano adulto é água e nosso en céfalo apresenta em média 90%
dessa molécula. Os múscu los possuem até 85% e os osso s variam de 20% a 40%. É importante salientar as
propriedades que a água apresenta. As propriedades da água são: solvente u niversal; calor específico (energia
para elevar de 1°C a quantidade de 1g de água); regulação térmica; adesão, coesão e tensão superficial;
transporte de substâncias (capilaridade); hidrólise.
Sabe- se, da calor imetria, que a capacidade térmica refere -se a de terminado corpo (pois considera a
massa), enquanto o calor específico d iz respeito à substância. A água apresenta um alto calor esp ecífico (maior
que o álcool e o mercúrio, por exemplo), o que faz de la um e xcelente protetor térmico co ntra variações de
temperatura do ambiente. M esmo que ocorram altera ções b ruscas de temperatu r a no me io exte rno, as co ndições
biológicas internas do o rganismo que contém muita água permanecem mais estáveis. Os en dotermos mantêm a
temperatura constante com a uxílio da água, principalme nte em re giões quentes. As r eações quím icas também
dependem da água para o correr e, sem água, não há atividade enzimática.
Sais minerais
São classificados de acordo com as quantidades presentes no corpo e necessárias a uma dieta equilibrada.
Macronutrientes-nitrogênio, cálcio, fósforo, potássio, cloro, magnésio, enxofre, carbono, hidrogênio e oxigênio.
Micronutrientes (oligoelementos) - ferro, zinco, co bre, iodo, flúor, cromo, selênio, cobalto, man ganês, molibdênio,
vanádio, níquel, estanho e silício.
Monômero - Polímero
Aminoácidos PROTEÍNAS
Nucleot ídios ÁCIDOS NUCLÉICOS
Monoss acarídeos POLISSACARÍDEOS
Ácidos Graxos + alcoóis LIPÍDIOS

A seguir teremos um esquema d e macronutrientes:
C H O N P S K Ca Mg Na

Vitaminas
O termo vitamina é empregado para substâncias orgânicas necessárias e m pequenas quantid ades,
importantes em atividades me tabólicas do organismo e que, como regra geral, não são sinte tizadas por e le.
Podem ser hidrossolúveis ( solúveis em água) ou l ipossolúveis (solúveis em lipídios). De maneira geral, as
vitaminas lipossolúveis podem ficar mais tempo armazenadas no organismo.
Carboidratos
São m oléculas orgânicas formadas por C, H e O. Podem ser chamados de açúcares o u glicídios e a glicose
é u m dos a çúcares mais comuns na na tureza, sendo produzida pelo processo de fotossíntese (no s cloroplastos) e
aproveitada durante a respiração celular para produ ção de e nergia ATP. No caso d os vegetais a glicose pode ser
armazenada e m caules e r aízes na forma de amid o. nos animais a glicose po de ser armazenada no fígado e
nos músculos na forma de glicogênio.
Podem ser divididos em três grupos
1- Monossacarídeos
Apresentam fórmula ( CH2O)n, em que “n” p ode variar de 3 a 7. Assim, t eremos trioses (3 ca rbonos),
tetroses (4 carbonos), pen toses (5 carbonos), hexose s (6 carbonos) e heptoses (7 carbonos). Os
monossacarídeos mais comuns são as he xoses, como por exemplo a glicose C 6H12O6. As pentoses, como a ribose
e a desoxirribose, também são monossacarídeos importantes e apresentam fórmula C 5H10O5. Os
monossacarídeos são sólidos, cr istalinos e solúve is em água e apresentam sabor doce co mo regra geral. Os
carboidratos são usados como fonte energética para o processo de respir ação celular.

Quer ver o material completo? Crie agora seu perfil grátis e acesse sem restrições!