A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Espondiloartrites

Pré-visualização|Página 1 de 11

Espondiloartrites
A possibilidade de acometimento do esqueleto axial (coluna, sacroilíaca) e do esqueleto
periférico causando artrite. E ssa diversidade de apresentações se pela predileção à êntese
(transição entre tendão, ligamento e o sso), presente em ambos os esqueletos entesite
crônica. Pode ter associação com o HLA B27. Dentre as manifestações extra- articulares comuns
nesse grupo de doença, destac am- se: psoríase, doença inflamatória i ntestinal, uveíte anterior
aguda sintomática u nilateral e r ecorrente ( hiperemia ocular , fotofobia, do r). As
espondiloartrites também tem alterações radiológicas e m comum e são sor onegativas (ausência
de autoanticorpos) a fisiopatogenia é muito ma is inflamatória do que a ssociada a
autoanticorpos = artropatias soronegat ivas.
Classi ficação
Predominantemente axiais:
Espondiloartrite axial não radiográfica
Espondilite anquilosante
Predominantemente periféricas:
Artrite reativa
Artrite psoriásica
Artrite enteropática
Artrite indiferenciada
Fisiopatogenia
Doença inflamatória. N as EpAs ocorre um err o no dobramento do HLA B27, formando dímeros
que servem como estímulo antigênico estimula respo sta inflamatória.
A presença de entesite crônica leva à neoformação óssea : sindesmófitos, entesófitos, anquilose
(sacroilíaca).
Relembrando ...
Divisão do sistema esquelético:
Axial: coluna, tronco, sacro
Periférico: memb ros
HLA B 27
É o M HC classe I a apresentação do antígeno é feita a um linfócito TCD8.
Êntese
Existem dois tipos d e êntese: fibrosas
e fibro cartilagino sas. As ên teses
fibrocartilaginosas são o alvo
primário/p redileto das EpA.
Lembrando que é a inserção de
tendõ es e ligamentos.
Pode ocorrer formação óssea a partir
da fibrocart ilagem/êntese.

ESPONDILOARTRITES AXIAIS
Acomete homem, cauc asianos, < 45 anos, c om elev ada associação com HLA B27. Esta explic a a
incidência familiar e p acientes com HLA B27+ têm pior prognóstico. Lembrando d a associação
do HLA B27 com a uveíte anterior aguda.
Clínica
Deve ter:
Lombalgia de característica inflamatória, melhora com atividade física , rigidez matinal
prolongada
Dor glútea, caráter alternante
Duração crônica: > 3 meses
Pode ter:
Oligoartrite de membros inferiores: maior composição
de fibrocartilagem
Entesite de calcâneo/fáscia plantar
Manifestações extra-articulares:
Uveíte anterior aguda
Nefropatia por IgA
Insuficiência aórtica
BAV
Amiloidose
Fibrose pulmonar apical
Exame físico
Coluna: avaliar mobilidade.
Cervical: flexão/extensão; lateralização; rotação; tragus - parede; occipito-parede (caso
haja presença de sindesmófitos na cervic al, a distância fica aumentada = Sinal da Flecha)
Torácica: expansibilidade ()
Lombar: Teste de Schober localiza a espin ha ilíaca stero- superior e marca com u m
X, traça 10cm e marca outro X. Pede para o paciente t ocar o chão sem flexionar os
joelhos e mede novamente a distância ent re os do is X variação < 5cm = mobilidade
reduzida. Flexão/extensão e lateralizarão.
Sacroilíaca: avaliar sacroileíte

Lombalgia 3 me ses e < 45
anos
Patrick-FABE RE: teste do 4. Se o paciente
relata dor anterior ipsilateral à manobra =
patologia do quadril. Se o pacient e refere
dor do lado contralateral posterior =
sacroilíaca. (Imagem E)
Gaeslen: o pac iente abraça uma perna,
como na imagem D, en quanto o médico “empurra” a outra perna para baixo se
houver comprometimento da sacrilíaca, o paciente re fere dor posterior isp silateral à
manobra.
Wolkman: pressão na sacroilíaca para tentar abrir a sacrilíaca.
Critérios classificatórios de Nova York (para Espondilite Anquilosante )
Critérios clínicos:
Lombalgia e rigidez a rticular por mai s de 3 meses, que melhora com o exercício, mas
não com o repouso
Limitação da mobilidade da coluna lombar nos planos sagital e frontal
Limitação da expansibilidade torácica comparado ao normal
Critério radiológico: sacroiliíte grau 2 bilateral ou grau 3- 4 unilateral.
Obri gatório ter o critério radiológico + 1 critério clínico.
ESPONDILOARTRITE AXIAL NÃO- RADIOGRÁFICA
O pac iente apresenta lombalgia inflamatória, porém não alteração radiográfica precoce.
A RNM oferece auxílio diagnóstico + HLA B27.
Critérios EpA axial ASAS
Características:
Uveíte
HLA B27
Entesite
Dactilite
Psoríase
DII
Artrite
Boa resposta a
AINE
PCR
História familiar
Sacroileíte na imagem
+
Pelo menos 1 característica
HLA B27
+
Pelo menos 2 características
OU